Gabriel Jesus treinou 40 dias no Corinthians, mas corrupção da base empurrou-o para o Palmeiras

Fernando Alba

Fernando Alba

Entre 2012 e 2013, um garoto, então próximo dos 15 anos de idade, destacou-se na Copa São Paulo Sub-15 (2012), pelo modesto Anhanguera, tornando-se artilheiro do torneio, com expressivos 29 gols.

Alçado à condição de grande promessa, Gabriel Jesus foi levado ao Corinthians, local em que passou 40 dias sendo avaliado.

Fez treinos memoráveis, mas desacerto comercial (dirigentes pediram dinheiro), afastaram-no do Parque São Jorge,

A versão oficial para a dispensa foi de que o atleta tinha “baixa estatura” para um atacante.

O diretor de base, à época, era Fernando Alba.

Em sequencia, Gabriel Jesus foi levado ao Palmeiras e lá tornou-se dos maiores jogadores da base do clube, com média de mais de um gol por partida, subiu ao profissional, com sucesso, e agora brilha com a camisa da Seleção Brasileira, antes de encarar novo desafio, na Inglaterra, em que vestirá a camisa do Manchester City, por indicação direta de Pep Guardiola.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.