TSE quebra sigilo de gráficas e deixa ex-presidente do Corinthians em alerta

edinho silva e andres

A decisão do TSE de quebrar os sigilos bancários e fiscais das gráficas envolvidas em campanhas com a participação do petista Edinho Silva deixou Andres Sanches, ex-presidente do Corinthians, desesperado.

Investigado pela “Lava-Jato” pelas obras do estádio em Itaquera, pelo STF por diversos crimes ligados a golpes conhecidos como “arara”, o deputado, assim como a ex-presidente Dilma Rousseff, foi um dos beneficiários do novo prefeito de Araraquara.

Sanches sabe agora que sua situação se agravou.

Edinho, segundo acredita a PF, lavava dinheiro de campanha de ambos, além de Arlindo Chinaglia, em gráficas que somente existiam no papel.

Não fosse beneficiado por foro privilegiado, o alvinegro, diante de tantos problemas, dificilmente estaria fora da prisão.

Outro que tem razões de sobras para preocupação é o vice-presidente do Corinthians, André Negão, caixa de campanha do parlamentar no período citado, função que executou, também, no “negócio” em Itaquera, pelo qual foi detido, acusado do recebimento de R$ 500 mil em propinas da Odebrecht.

Clique nos links abaixo para conhecer melhor as histórias (publicadas, em primeira mão, pelo Blog do Paulinho) que ligam Edinho Silva a Andres Sanches e demais citados:

Despesas de campanha de Andres Sanches são desviadas para empresas fantasmas do PT e a uma “laranja” de 19 anos

Defesa de Andres Sanches decide responsabilizar Dilma Rousseff por doação irregular

Em desespero, Andres Sanches (PT) delata presidente Dilma Rousseff e escancara doação do petrolão

Dono do telefone utilizado por Edinho Silva para pedir propina a UTC receberá terreno de R$ 553 mil de Prefeitura do PT

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.