Teste de idoneidade exigido pela CONMEBOL pode impedir candidatura de Andres Sanches à CBF

Andres laranja

Se não for preso, nos próximos meses, pela “Operação Lava-Jato”, que o investiga por desvios de conduta da obra do estádio em Itaquera, o ex-presidente do Corinthians, Andres Sanches, talvez siga em frente com suas pretensões eleitorais na CBF.

Ainda assim não seria nada fácil obter a indicação de candidatura diante da fama de ‘traíra” que possui no meio da cartolagem.

Porém, nova resolução da CONMEBOL pode ter dificultado, e muito, os objetivos do dirigente.

De agora em diante, não apenas os que pleiteiam a presidência da CBF, mas também doutras confederações, serão obrigados a se submeter a exame de idoneidade, provando não apenas ser “ficha-limpa”, mas também que não está sendo investigado pela Justiça.

Sanches, neste momento, enfrenta problemas não apenas na PF, mas também no MPF e no STF.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.