Nem as árvores do Parque São Jorge sobreviveram…

caggiano-e-andre-negao

Duas árvores centenárias, localizadas dentro do Parque São Jorge, sede do Corinthians, receberam autorização da Prefeitura de São Paulo para serem derrubadas.

Tratam-se de um eucalipto e uma Tipuana.

A solicitação foi assinada pelo diretor Eduardo Caggiano, ligado a André Negão, ex-bicheiro, vice-presidente alvinegro

Para a Prefeitura foi alegado que as árvores estariam com “vermes”, mas, em verdade, o dirigente condenou-as à morte para implementar projeto pessoal de paisagismo.

Em contra partida, o Corinthians terá que repor duas mudas da mesma espécie, na mesma localização.

Nem mesmo as árvores do Parque São Jorge, tradicionais testemunhas de conversas impublicáveis de dirigentes alvinegros, sobreviveram a tanto descaso após sucessivas e lamentáveis administrações.

parque-sao-jorge

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

One Reply to “Nem as árvores do Parque São Jorge sobreviveram…”

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.