“Gênio” troca camisa do Corinthians por maconha e vai preso por tráfico de drogas

asno

Precisando de dinheiro, Matusalem Alves dos Santos, morador da periferia de São Paulo, em meados de 2015, decidiu vender sua camisa do Corinthians, quase pela metade do preço (R$ 80), a um “trabalhador” de ponto de tráfico de drogas.

No outro dia (deixou o produto antes de ser remunerado), voltou ao local e recebeu a informação de que a dívida seria quitada com R$ 50 e mais três trouxinhas de maconha.

Feliz, por tratar-se de maconheiro, aceitou o negócio e, ato contínuo, acendeu o ‘baseado” ainda no local.

Por azar, a polícia, naquele instante, invadiu a “biqueira” e todos foram presos por tráfico de drogas.

Matusalem, o gênio, está preso desde então, e foi condenado a cinco anos e dez meses, na última semana, porque todas as outras drogas da bandidagem lhe foram associadas, sem que pudesse ou tivesse coragem de desmentir.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.