Advertisements

Del Nero assassinou a própria dignidade

galan del nero

O que dizer de um Presidente da República se nomeasse Ministro um cidadão que acusou-o formalmente de corrupção e batalhou pelo impeachment ?

No mínimo que trata-se de um invertebrado, sujeito sem apreço pela dignidade, talvez pelo fato das acusações serem, de fato, procedentes.

Ontem Marco Polo Del Nero, presidente da CBF, implorou para que o treinador Tite, que assinou manifesto tratando-o como corrupto e exigindo sua queda, salvasse sua gestão, treinando a Seleção Brasileira.

Atendeu a todas as exigências feitas por quem o humilhou publicamente.

Não há de se esperar muita dignidade daqueles que sequer podem pisar fora do país, sob risco de prisão pelo FBI, ou aceitam fazer o papel de adolescentes tardios em relacionamentos que mais parecem acordos comerciais, mas o episódio relatado tratou de sepultar, tudo indica, o restante que ainda teimava em sobreviver.

Advertisements

Facebook Comments

3 Responses to “Del Nero assassinou a própria dignidade”

  1. Sócrates de Oliveira Says:

    falta de dignidade de quem ofereceu a vaga e também de quem aceitou… esse último, apenas trocou a bandidagem do corintias pela da CBF…

  2. Diego Gomes Says:

    Mas que a ‘moça’ parece ser bem gostosa, não podemos negar…
    …queriam o que? Com o poder e influência que ele tem que pegasse uma velha acabada?

  3. Alessandro H.R. Says:

    e quando q o Del Nero teve dignidade ? Vai apenas usar o Tite pra salvar sua pele.

    Pior foi o Tite em aceitar isso, falam tanto do caráter do Tite isso, e aquilo e no fim se mostrou igual a toda essa corja q comanda a CBF.

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: