Advertisements
Anúncios

MP-SP investiga Museu Pelé por superfaturamento. Édson desvia peças para Leilão

pelechorando

O Estadão e Folha trazem à luz, simultaneamente, notícia de que Pelé vai leiloar dois mil objetos ligados à sua carreira, alguns avaliados em até US$ 600 mil.

Ao todo, uma fortuna.

Mais parecidas com releases de assessoria de imprensa, as matérias ocultam a parte mais relevante da verdade.

A versão oficial garante que o Rei do Futebol não passa por dificuldades financeiras, tendo como objetivo, apenas, oferecer a seus fãs a oportunidade de ter, em casa, lembranças de uma carreira tão vencedora.

Há controvérsias.

O Museu Pelé, local em que as peças deveriam estar alocadas, custou aos cofres públicos algo em torno de R$ 50 milhões.

A operação, desde a inauguração, registra prejuízo na casa de R$ 70 mil mensais.

Esses dados, após denúncias e checagens de empresas envolvidas nas obras, chamou a atenção do MP-SP, que investiga o Museu há algum tempo.

Alertado por seus advogados, Edson Arantes do Nascimento correu para salvar parte de seu patrimônio financeiro (conquistado enquanto Pelé), leiloando peças que, em eventual condenação, possam garantir-lhe o pagamento das consequentes indenizações.

Até porque, qual a utilidade do Museu Pelé sem que os objetos ligados ao jogador não mais estejam disponíveis para exposição ?

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: