Competições depois da meia noite em Jogos Olímpicos são desrespeito aos atletas

A nuzmania e os hermidas

Por ALBERTO MURRAY NETO

O Co-Rio informou que competições de natação e vôlei de praia serão disputadas após a meia noite. Nuzman afirmou que isso se dará em respeito aos interesses da televisão, conforme noticiam, hoje, imporantes órgãos de imprensa. Isso é uma verdadeira inversão de valores. Enquanto os cartolas estão preocupados em respeitar os interesses da televisão, eles desrespeitam flagrantemente os atletas.

Antes de mais nada os Jogos Olímpicos existem por causa dos atletas que são aqueles que nos proporcionam o grande espetáculo. Portanto, é em razão deles que toda a organização deve acontecer.

Os atletas preparam-se durante quatro anos, fazendo a periodização para atingir o ápice justamente no certame Olímpico. E esperam que os organizadores dos Jogos lhe ofereçam as melhores condições para competir.

Certamente, ao agendarem competições para a madrugada, os cartolas não estão dando aos atletas aquilo que de melhor há. Em vez de virem ao Brasil para aclimatarem-se e ajustarem seus relógios biológicos ao fuso local, para competir em horários normais, terão que inserir na sua preparação esse componente inusitado, qual seja, exgir o máximo de seus organismos nos horários em que deveriam estar dormindo.

Isso também reforça aquilo que já escrevi várias vezes. A cartolagem não é comprometida com o melhores interesses do esporte, dos técnicos e dos atletas. O comprometimento dos cartolas de hoje é, antes de mais nada, com as entidades internacionais a que pertencem e lhes proporcionam benesses e, logo em seguida, com os poderosíssimos patrocinadores que pagam as contas.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.