Carlos Degon e o gás – o Palmeiras se livrou de mais um problema

pescarmona e degon

Candidato derrotado nas eleições palmeirenses, Wlademir “Pescachaça”, declarou em vídeo, que seu diretor de futebol seria o reprovável Carlos Degon.

Desnecessário explicar para a coletividade palestrina de quem se trata, mas para o leitor do blog, nem sempre familiarizado com os bastidores do clube, trata-se de uma espécie parecida com “Paulo Serdan”, nos hábitos, costumes e vícios.

Há tempos, porém, muita gente no Palestra Itália trata Degon como “Carlinhos do Gás”.

Ontem, em conversa com conhecedores do assunto, descobrimos a razão do apelido: Degon, que pretendia ocupar o mais importante cargo na diretoria do Palmeiras depois da presidência, vive dizendo, para quem quiser escutar, com ar de “herói”, ter sido o responsável pelo famoso episódio do gás, em partida contra o São Paulo no saudoso Parque Antárctica.

Triste, mas adequado ao que se espera de gente desse nível.

O Palmeiras se livrou de mais um problema, e o Prof. Belluzzo, que se juntou a essa gente, de fazer parte de uma diretoria que, certamente, mancharia – com hábitos de “Mancha Verde” – seu afamado currículo.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.