Advertisements

Polícia, FPF, CBF e TJD

mauro marcelo

O delegado Mauro Marcelo de Lima e Silva, auditor do TJD da FPF, viajou a Nova York, às custas da CBF, para entregar uma camisa personalizada da Seleção Brasileira ao comissário de polícia local, Willian J. Bratton.

Mauro que é fundador de uma ONG denominada “Muda Palmeiras”, é o mesmo que mandou arquivar o famoso “caso do gás”, numa partida entre São Paulo e Verdão, no Parque Antártica.

Entre as exigências de um cargo público, o servidor não pode prestar serviços a uma entidade privada.

Ainda mais ocupando cargos como o de delegado de polícia e “juíz” do TJD, em que a CBF ou a própria FPF, sob os domínios de um mesmo grupo, pode um dia vir a ser investigada ou julgada.

Mas o que é um desvio de rota para quem não tem por hábito andar em linha reta ?

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: