Corinthians tem até novembro para quitar R$ 350 milhões em empréstimos tomados pela BRL TRUST

andres e bandidagem

Recentemente, após pressão do ex-presidente Andres Sanches, o Conselho Deliberativo do Corinthians disse “amém” para aprovar empréstimo de R$ 350 milhões com objetivo de finalizar as obras do “Fielzão”.

No dia 28 de maio, a empresa Arena Itaquera S/A, representada pela Jequitibá Patrimonial (empresa da BRL TRUST) e a Odebrecht, tomaram os valores citados em forma de emissão de debentures, a juros remuneratórios incidentes sobre seu Valor Nominal Unitário ou saldo do Valor Nominal Unitário, conforme aplicável, estabelecidos com base na variação acumulada de 117% das taxas médias diárias dos DI de um dia, “over extra grupo”, expressa na forma percentual ao ano, base 252 dias úteis, conforme descrita em ata de reunião da empresa, datada de 27 de maio.

O prazo para quitação da dívida finda em 28 de novembro de 2014.

Qualquer pessoa poderia se tornar credora da Arena Itaquera S/A, tendo o Corinthians como avalista da dívida, bastando pagar R$ 1 mil por debenture, valor definido para as emissões.

Um negócio arriscado, propício para quem vive de “branqueamento” de recursos, em que possíveis prejuízos não afetam, até ajudam, no resultado final.

Seria interessante, diria até, primordial, que o Conselho Deliberativo do clube solicitasse a lista de compradores da dívida, que, segundo documento, está em posse da Arena Itaquera S/A, e somente poderiam ser adquiridas mediante deposito nominal na conta da emitente.

Talvez, ou quase certamente, teríamos grandes surpresas reveladas.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.