Advertisements

Cristiano Ronaldo, com humildade, dá lição à imprensa portuguesa

cristiano ronaldo bola de ouro

“Não há milagres no futebol. Poderíamos passar, mas poderíamos ficar [ser eliminados na primeira fase]. Nunca pensei que pudéssemos ser campeões do mundo, sinceramente. Temos que ser humildes. Seria mentira dizer que éramos top. Não é verdade, tínhamos muitas limitações. Se não estamos todos no alto nível, não conseguimos ganhar”.

A declaração acima, do astro português Cristiano Ronaldo, logo após o empate de Portugal com os USA, serve de lição para o ufanismo e falta de bom senso da imprensa portuguesa.

E também aos jornalistas doutros países, por que não, que insistem em mentir a seus seguidores, na esperança de conseguir uns pontinhos a mais de audiência.

A realidade desencantou a fantasia.

Por dever de oficio, assistimos, durante toda a Copa do Mundo, o noticiário esportivo da RTP, a principal emissora lusitana.

Para seus profissionais, Portugal tinha a melhor seleção do mundo, e alguns dos jogadores da equipe, como o ridículo Nani, eram tratados com o craques inquestionáveis.

Precisou um choque de realidade, dos fatos, e do único jogador português que pode ser tratado como tal, para os que ainda acreditavam na ladainha dos jornalistas acordassem do sonho irreal de uma seleção que, tirante a Copa de 1966, no auge de Eusébio, nunca meteu medo em ninguém no cenário mundial.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: