Mais R$ 16 milhões de dívidas do “Fielzão” para o Corinthians

andrespinoquio

Andres Sanches disse ao Conselho Deliberativo do Corinthians que as estruturas provisórias, exigidas pela FIFA, em frente ao “Fielzão” custariam “no máximo” R$ 60 milhões.

“Mas vai ser menos”, foi o argumento utilizado para fazer o órgão aprovar novo emprestimo.

Ontem, em entrevista ao UOL, nervoso com o episódio da Croácia nos vestiários do estádio, esqueceu-se da mentira contada, e deixou escapar:

“No fim ficou R$ 76 milhões.”.

Ou seja, mais R$ 16 milhões em dívidas para o clube.

Sem contar que o cálculo mostrado por Sanches para pagar a dívida “com facilidade”, na mesma reunião do Conselho, nem bem começou a ser executado, já não existe mais na cabeça do dirigente.

Ou seja, estadio sempre lotado, para 68 mil pessoas, contando com as arquibancadas provisórias, que não mais ficarão, segundo o próprio ex-presidente, após a Copa do Mundo, por “diferenças estéticas” com o projeto original.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.