Advertisements

Conselho Consultivo do São Paulo aprova reforma do Morumbi por unanimidade

Juvenal-Independente_thumb.jpg

Acabou, há instantes, a reunião do Conselho Consultivo do São Paulo, formado por membros de situação e oposição, que aprovou, por unanimidade, o projeto de reforma – cobertura inclusive – do estádio do Morumbi.

O próximo passo será aprovação no Conselho Deliberativo, embora, pelo que se viu na referida reunião, não deverá haver objeção.

Dois itens propostos foram fundamentais para a aprovação:

– os conselheiros do Tricolor exigem que não seja utilizado um centavo sequer de dinheiro público;

– a construtora escolhida (já há alguns orçamentos) deve apresentar garantias de que tem condições técnicas e financeiras de tocar o projeto;

“Nessa casa não entra dinheiro público”, discursou Juvenal.

Foram citados, na reunião, como exemplos negativos a não serem seguidos o caso do Atlético/PR, que, a cada dia, solicita mais recursos do Governo, e do Corinthians: “aquilo (Estádio) nem é deles, é da ODEBRECHT…”, disse um dos participantes.

Na mesma reunião, tomou posse como conselheiro consultivo do Tricolor, o advogado Marcio Thomaz Bastos.

Advertisements

Facebook Comments

65 Responses to “Conselho Consultivo do São Paulo aprova reforma do Morumbi por unanimidade”

  1. marcelo Says:

    é isso jj.. Dinheiro do povo nao tem que ser usado para futebol..

  2. Jorge Says:

    Paulinho, agora querem impeachment? Li no http://memorias-sonhos-reflexoes.blogspot.com.br/ que os mesmos que ajudaram destrir a manjuba agora querem impeachment do balofo doente. vá entender…eita manjubinha, ridículo esse clubinho.

  3. Sou Curintiano Corrupto e Pilantra Says:

    Marcio Thomaz Bastos, ex ministro e advogado dos assassinos do indio Galdino. Explica-se porque em 2005 o time mais imundo conseguiu mudar a final da LA, a forca oculta. O time da elite com um peteba no conselho e o presidente JJ.

  4. anti_corru_PT_os Says:

    Por essa e por outras que se entende tanta inveja e tentativas de boicotes. SPFC um exemplo de gestão! o resto é piada de mau gosto.

  5. Sou Curintiano Corrupto e Pilantra Says:

    A bambizada podera perder mais 3 pontos por utilizar o jogador Lucas Evangelista irregular contra a Ponte – o Original.

  6. Rocha Says:

    brincalhões, esqueceram o passado?
    Estadio construido em praça pública e com forte contribuição do Governo do Estado de SP…..isso é tática nazista; uma mentira contada mil vezes passa a ser verdade!…….eeee bambizada!

  7. Cleber SEP Says:

    “Nessa casa não entra dinheiro público”, discursou Juvenal.

    Parabéns ao ShuPaulo Fashion Crub pale atitude, não estão querendo repetir o que ja aconteceu no passado e ainda dá uma cutucada discreta no Small Crub Puteiro Petralha!!

  8. Alex Franco Says:

    MARCIO THOMAZ BASTOS, ex ministro do Lulla……….. Lulla aquele q é odiado por São Paulinos ????

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    O cumulo da hipocrisia !!!!!!

    “Aqui não entra dinheiro publico”…mas lógico, ja construiram o estadio com dinheiro publico, querem reformar tb???

    Eta bixarada nojenta !!!!

  9. FABRICIO Says:

    ESTADIO LAUDO NATEL = DINHEIRO PÚBLICO !
    SEM MAIS.

  10. Fred - Corinthians Gaivotas Fiéis. A única torcida Gay do Brasil Says:

    Assim as Bixas Gaivotas piram!!

    Enquanto elas, com o pires na mão, ficam de 4 pro 9dedos arrumar um estádio pra elas no meio do matagal de Itaquera, o tricolor tem o maior estádio de SP no nobre bairro do Morumbi

    Chupem bibas!!!

  11. Clayton Says:

    Perfeito, que seja como foi durante a árdua construção (longos 17 anos e fila de 13 anos sem títulos) do Morumbi.

    Que na reforma seja assim também, sem 1 centavo de dinheiro público, ao contrário do Itaquerão.

    Que o Conselho Deliberativo também aprove o projeto, afinal, a coletividade são-paulina sairá ganhando com a modernização do maior estádio da cidade, além do estacionamento (2 prédios) e arena para shows (25mil pessoas). E logo mais, o metrô (linha 4) chegará próximo do estádio ( Av. Francisco Morato).

    PS: Desconhecia que o supracitado petista era são-paulino. Sei que no Consultivo, há nomes como Abilio Diniz, Roberto Justus e Ives Gandra da Silva Martins, todos nomes de peso.

  12. Luis Souza Says:

    ô mula de pena (problema de gambá é ler e não raciocinar): O tricolor tem contrato legal com o jovem jogador e se existe treta entre empresário e atleta é problema deles. Se não chegarem a um acordo que busquem a justiça. O tricolor aguarda de camarote.

  13. ITAQUERENSE Says:

    O conselho aprovar é fácil, dificil é achar alguma construtora otária que aprove.. ou vai fazer igual a outra, fugir antes que o barco afunde! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  14. Jorge SP/Londrina Says:

    Tirando o petista….o resto esta correto.

  15. Alessandro Says:

    prevejo q esse post vai BOMBAR de rivais !

    Carlos Napolis x contra a ralé

    Round 1

    FIGHTER !!

    rsrs…

  16. luiz eduardo Says:

    O patrulhamento das gayvotas é pior que o do PT.

  17. Alessandre Says:

    Em cada whisky e cachaça que o JuJu compra e manda goela abaixo tem o dinheiro do imposto que ajuda a tocar a obra do Corinthians…

    Pois é, né… depois os caras reclamam…

  18. Carlos SP Says:

    hahahaha

    Eu dou risada das GAY-VOTAS INVEJOSAS…Cada comentário tão rasteiro e carregado de inveja que dá pena da burrice dessa gente olha só o nível….,Vejam :

    .Advogado de assassinos,força oculta,Tomaz Bastos ministro de Lula que é odiado pelos são paulinos(que relação idiota que o trouxa tenta fazer)dificil é arumar uma construtora otária,antes que o barco afunde,quanta idiotice
    Cada comentário estúpido que só pode vir de gay-vota mesmo.

  19. Carlos Napolis Says:

    Impressionante a inveja contida nos comentários. Sim, o São Paulo recebeu 4,54% de dinheiro público na forma de financiamento já pago para construir o Morumbi. SÓ 4,54% do valor total da obra! Mas o que Gaivotas e Suínos Róseos ignoram é o fato de que receberam o mesmo dinheiro na década de 50. Convém ressaltar que o São Paulo foi beneficiado após o SCCP já ter recebido o incentivo público. A SEP foi beneficiada após o São Paulo.

    A Prefeitura do Município de São Paulo, através de um mesmo programa, concedeu crédito financeiro no mesmo valor em favor do Sport Club Corinthians Paulista (Lei nº 5.066 de 22 de outubro de 1956), do São Paulo Futebol Clube (Lei nº 5.073 de 31 de outubro de 1956) e da Sociedade Esportiva Palmeiras (Lei 5.080 de 13 de novembro de 1956). Cada clube recebeu Cr$ 10 milhões.

  20. Carlos Napolis Says:

    Complementando a informação acima. O dinheiro que a SEP recebeu da prefeitura foi destinado para reformar o Chiqueiro do Matarazzo.

    O dinheiro que o SCCP recebeu foi para construir o Aviário de Esportes do Parque São Jorge.

    Cada um recebeu CR$ 10 milhões.

    E agora? Dizer o quê?

    Ah, o Morumbi isto. Ah, o Morumbi aquilo. É muito “papagaiolismo”.

  21. TERESA P. SILVA Says:

    Além dos ROJÕES, já estourados pelo blog, onde é que estão os dados, as notícias de verdade como:

    Quanto vai custar a “reforma”?
    Qual é a construtora ou construtoras com contrato assinado?
    Qual o prazo estipulado para a conclusão das obras?
    Já que supostamente, não haverá recursos públicos, de onde saíra de fato, estes recursos, e a que preço?
    Como e por quanto tempo o São Paulo vai pagar a obra?

    Isso sim é importante saber, é fato, e não mera vontade.
    A tal reunião, acima citada, sem estes dados, sem números
    de custo, prazo e nem ao menos a(s) construtora(s) mencionada.
    Fica sendo ainda, nada além de uma simples “carta de intenções”.

    Agora, se com juros, custo de mercado, (pois, recursos captados em instituições privadas, são sabidamente, muito mais “caros” e com menor prazo para devolução do que por exemplo através do BNDS.)
    Comenta-se que custo da obra está estimado entre
    R$ 400 e R$ 600 MILHÕES de reais.

    Se isso for o valor REAL mesmo de custo da obra, pergunto!

    Por que o São Paulo, então, não gasta um pouco mais, põe abaixo o atual estadio (como bem fez o Palmeiras), e lá mesmo constrói um novinho, moderno, padrão fifa, com campo pertinho das arquibancadas, conforto, cobertura, estacionamento amplo etc?
    Neste período, o São Paulo pode (como fazia o Corinthians) adotar o Pacaembu até que um novo, o seu novo e moderno estadio ficasse pronto (em até 4 anos, no máximo).

    Sou Corinthiana, e acho que a grandeza do futebol da maior cidade/estado do hemisfério sul deste planeta
    E força e o tamanho de seus 3 gigantes, merecem sim palcos padrões fifa, condizentes com a importância destes clubes e suas imensas torcidas.
    Além de que (como um sonho) seria ver o “Trio de Ferro” se enfrentando, uns aos outros, em decisões de campeonatos importantes, cada um com sua casa nova, em estadios, lotados, com festa, com bandeiras e muita empolgação.
    Tanto comparecendo ao estadio novo, ao vivo, e em cores, ou até mesmo em casa, com belas imagens, com novos ângulos de câmeras, e imagens aproximadas dos jogadores, torcidas e lances.

    Será que sou sonhadora demais?
    Será que os clubes grandes do único pais 5 estrelas do futebol mundial não poderão nunca ter isso?
    Será que 3 das maiores torcidas do Brasil e do mundo não merecem palcos proporcionais a sua grandiosidade?

    Será, porque não?

  22. GUILHERME Says:

    CHUPA ! ESSA ! GIROMBA ! GALINHADA !

    MIMIMI O MORUMBI É DA DITADURA, MIMIMI DINHEIRO PUBLICO… MAS NINGUEM PROVA PORRA NENHUMA.

    DIFERENTE DO GALINHEIRO DA COHAB ARTUR ALVIM QUE TEM MAIS DE 1 BILHAO DE DINHEIRO ROUBADO LA.

    DORME COM ESSA GAIVOTA. HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    NOSSO PRESIDENTE É PINGUÇÃO MAS QUANDO TEM QUE ARRUAÇAR OS GALINHAS ELE É MANDA BEM HAHAHAHAHHA

    AGORA O A ENTREVISTA DO MARIO GOBBI ESCULACHANDO O COITADO DA RADIO GLOBO SÓ PQ ELE PERGUNTOU DE EM CASA DE SEXTO JOGO SEM VITORIA O MANO PODERIA CAIR, ISSO RENDERIA UM MATERIA DO PAULINHO.

    MARIO GOBBI É MACHO COM JORNALISTAS E CUZAO COM AS GAIOVOTAS FIEIS HAHAHAHAHA

  23. Carlos Napolis Says:

    Teresa P. Silva.

    Reformar o Morumbi custa 1/3 do valor de um estádio do mesmo porte.

    Aproximar arquibancadas do gramado é aderir a modismos que só encarecem e elitizam o futebol, um esporte popular. Quem pagaria os tais ingressos das cadeiras que ficam ao lado do campo? Já assistiu às partidas de futebol que acontecem no Brasil? As transmissões são horrorosas, pois as cadeiras próximas ao campo ficam vazias devido ao preço dos ingressos.

    O que o Palmeiras fez está em litígio com a construtora e ninguém sabe onde vai parar.

    A Comissão de Valores Imobiliários impede, imperativamente, que os números, dados e informações sejam revelados. Está na Lei!

    O prazo é de 18 meses para a realização das obras.
    Teresa P. Silva.

    Reformar o Morumbi custa 1/3 do valor de um estádio do mesmo porte.

    Aproximar arquibancadas do gramado é aderir a modismos que só encarecem e elitizam o futebol, um esporte popular. Quem pagaria os tais ingressos das cadeiras que ficam ao lado do campo? Já assistiu às partidas de futebol que acontecem no Brasil? As transmissões são horrorosas, pois as cadeiras próximas ao campo ficam vazias devido ao preço dos ingressos.

    O que o Palmeiras fez está em litígio com a construtora e ninguém sabe onde vai parar.

    A Comissão de Valores Imobiliários impede, imperativamente, que os números, dados e informações sejam revelados. Está na Lei!

    O prazo é de 18 meses para a realização das obras. Quanto a conforto e modernidade, não ficará devendo em nada perante os estádios mais modernos no Brasil.

  24. Carlos Napolis Says:

    Teresa P. Silva.

    Reformar o Morumbi custa 1/3 do valor de um estádio do mesmo porte.

    Aproximar arquibancadas do gramado é aderir a modismos que só encarecem e elitizam o futebol, um esporte popular. Quem pagaria os tais ingressos das cadeiras que ficam ao lado do campo? Já assistiu às partidas de futebol que acontecem no Brasil? As transmissões são horrorosas, pois as cadeiras próximas ao campo ficam vazias devido ao preço dos ingressos.

    O que o Palmeiras fez está em litígio com a construtora e ninguém sabe onde vai parar.

    A Comissão de Valores Imobiliários impede, imperativamente, que os números, dados e informações sejam revelados. Está na Lei!

    O prazo é de 18 meses para a realização das obras. Quanto a conforto e modernidade, não ficará devendo em nada perante os estádios mais modernos no Brasil.

  25. Antonio Says:

    Só para refrescar a memoria:

    – Doação do terreno em 1952:
    http://goo.gl/CPJtmY

    – Isenção fiscal para construção de estádios em São Paulo, em 1955 (coincidência?):
    http://goo.gl/KK5eUk

    – Doação de 10 milhões de cruzeiros para o São Paulo FC poder continuar construindo o seu estádio, em 1956 (ué, mas não era privado?):
    http://goo.gl/n7VFN

    – Outra ajuda de 50 milhões de cruzeiros para continuar a obra:
    http://goo.gl/ZIBJN

    -Presidente do São Paulo diz que investimento de R$ 3 bilhões do governo vai deixar Morumbi pronto para Copa
    http://goo.gl/K5B2bf

    – Juvenal quer empréstimo do BNDES para cobrir Morumbi
    http://goo.gl/9GVY0K

    “Vamos trazer dinheiro do BNDES, sim. Por que eles podem financiar a Daslu, e não podem investir no futebol, que mexe com o homem simples, das palafitas? Isso é o que o Governo deveria fazer. Quando os governos da Argentina, Espanha, Itália, Alemanha e Inglaterra colocam dinheiro no futebol, fazem muito bem. Por que não podemos, por que alguns não querem? Nós podemos e devemos”, afirmou o dirigente.

  26. Carlos Napolis Says:

    Advogado do senador boliviano Roger Molina, Fernando Tibúrcio divulgará uma nota oficial, hoje, com novas revelações a respeito de uma operação secreta do Itamaraty – não concretizada – para retirar seu cliente da embaixada brasileira de La Paz, num acordo envolvendo os governos do Brasil e da Bolívia.

    O caso foi noticiado por O Estado de S.Paulo.

    De acordo com Tibúrcio, entre as exigências acertadas para a saída de Molina de La Paz estavam o compromisso de renunciar ao asilo político que lhe foi concedido pelo Brasil e fechar o bico: “se abster de criticar o governo Evo Morales”, informa a nota.

    Molina, se tudo desse certo, seria transportado para Nicarágua ou Venezuela. Tibúrcio classifica o plano como “lamentável”, “ideia insensata” e “proposta indecente”.

    O advogado afirma ainda que a negociação teria começado no mesmo período em que os torcedores do Corinthians foram presos em Oruro, acusados de atirar um rojão que matou um adolescente boliviano, num jogo válido pela Libertadores da América do ano passado.

    A conversa, de acordo com Tibúrcio, teria passado por uma possibilidade escabrosa. Diz a nota:

    – Numa reunião em Cochabamba, o chanceler boliviano David Choquehuanca teria proposto ao seu congênere Antonio Patriota que o embaixador brasileiro Marcel Biato – muito crítico dos desmandos do governo Evo Morales – fosse afastado das tratativas para a libertação dos torcedores, condição com a qual o nosso chanceler assentiu. Ao que parece, Choquehuanca foi mais além e teria proposto trocar a liberdade dos corintianos pela de Roger Molina. Essa segunda e estapafúrdia proposta teria sido rechaçada por Patriota.

    Tibúrcio reiterou ainda uma denúncia de que teria sido ameaçado pelo secretário-geral do Itamaraty, Eduardo dos Santos:

    – Em meados de setembro do ano passado, que o meu cliente seria expulso do País caso fosse à Câmara dos Deputados a convite do deputado oposicionista Otávio Leite. Em resposta, expressei toda a minha indignação e deixei claro que não me curvaria a esse tipo de ameaça.

    http://veja.abril.com.br/blog/radar-on-line/internacional/advogado-de-roger-molina-afirma-que-plano-secreto-do-itamaraty-para-retirar-seu-cliente-de-la-paz-incluia-fim-das-criticas-ao-governo-evo-morales-e-renuncia-ao-asilo-politico-dado-pelo-brasil/

  27. Pet kurev Says:

    Nessa casa não entra dinheiro público??? Vamos estudar história…

  28. ROBERTO MANDROVANNI Says:

    São uns brincalhões.

    O Panetone foi construído com dinheiro público, dinheiro que o Natel surrupiou do Governo…

    Ao invés de fazer a cobertura, deveria fazer o “parque”….Parque esse na época condicionando a efetivação da doação do Panetone.

    Realmente o spfw não usa dinheiro público, quando as portas estão prestes a fechar, o CORINTHIANS e o guarani da capital fazem doações para ajudar.

  29. Carlos Napolis Says:

    O mesmo Morumbi que vocês tanto alvejam foi cedido inúmeras vezes para os rivais jogarem gratuitamente. Perfazendo rendas milionárias para os cofres de outros times, quando esta era o principal faturamento dos clubes no passado. Não sejais tão ingratos.

    Até quando? Até quando vão utilizar este assunto – a doação de parte de um terreno particular – de uma suposta praça que a prefeitura abdicou?

    Está na lei que se a prefeitura realizasse ou autorizasse qualquer alteração no projeto pré estabelecido, ela mesma seria responsável pelas providencias a serem tomadas. Ou seja, a prefeitura faria a tão almejada e importantíssima praça em outro local. Convenhamos, fazer praça e função do poder público. Ao invés de se citar o culpado da história e o verdadeiro devedor, cita-se somente o SPFC. Imparcialidade total aqui.

    “Isto porque, ao promover o loteamento da área e solicitar o respectivo alvará, já está comprometida a Aricanduva com a Prefeitura Municipal e, deste modo, qualquer modificação no plano geral, seria de competência exclusiva da Prefeitura”. Texto retirado do blog da própria Saviah. Mais claro impossível. Ou seja, se o terreno de mais de dois milhões de metros quadrados era da Imobiliária e a lei indicava que a empresa deveria dedicar 10% de todo o seu terreno para a construção de uma praça pública, logo a questão e o cumprimento da lei deveriam ter sido executados pela Imobiliária Aricanduva ou pela Prefeitura e não pelo São Paulo.

    Os artigos 179 e 177 do Código Civil de 1916 (aplicável à época) informam que a prescrição ocorreria dentro de 20 anos. Portanto, o São Paulo não deve nada e não tem a função de cumprir o dever do Poder Público ou da antiga Construtora e Imobiliária Aricanduva para promover entretenimento público e gratuito à população.

    O Estado de São Paulo:
    A sociedade Imobiliária e Construtura Aricanduva adquire por escritura lavrada no livro 1255 folha 1 da Condessa Mariangela Mattarazo e outros, uma área de terras medindo 2.240.220.63 m2, situada nesta capital, no sitio denominado Morumbi – hoje Jardim Leonor. Todo o terreno do Morumbi era de propriedade particular e não da Prefeitura.

  30. MOSQUETEIRO Says:

    Agora sim…porisso que a reforma emperrou, faltava o aval do conselho, vamos ver, deve ter uma fila enorme de interessados em patrocinar a reforma.

  31. Carlos Napolis Says:

    António, você comete um crasso erro de avaliação ao dizer que o São Paulo recebeu CR$ 50 milhões. O link que você anexou ao comentário diz que o processo foi arquivado.

    Projeto de Lei de autoria do Vereador Brasil Vita foi arquivado, jamais tornou-se lei e, por conseguinte, jamais implicou a destinação de quaisquer valores em favor do São Paulo Futebol Clube. Portanto, jamais poderia ter sido tratado como valores recebidos pelo Clube, como pretendeu.

    http://goo.gl/ZIBJN

    Quanto aos CR$ 10 milhões, SEP e SCCP também foram beneficiados.

    Faça um julgamento melhor da próxima vez.

  32. Fabio Says:

    Que hipocrisia…. entao o spfc nao vai financiar a obra? Vai pagar a vista? Ou ao inves de emprestar do bndes( publico ) com os menores juros do mercado, vai emprestar de outro banco qualquer com juros absurdos( burrice)? No final ou o spcf ou a construtora emprestara do bndes…

  33. Ricardo de Andrade Says:

    A verdade é uma só…. depois q Palmeiras e gambá pararam de jogar no panetone o estádio perdeu glamour, força e poder…

    Sou do tempo q ia ao Morumbi com 70 mil pagantes e era considerado um público medio… hj com 40 mil dizem q está lotado…O futebol moderno está acabando com o glamour do verdadeiro futebol…

  34. porks Says:

    Claro que aprovariam!!!

    E claro tbm que iriam soltar essas mentiradas nas midas, e irão esconder por décadas, assim como tentaram esconder a construção do trambolho. Pois, ate’ a gambazada, se perguntarem, dirão que o gambazao não foi $$$ publico. Me engana que eu gosto. Tanto e’ que…ja começaram mexer os pauzinhos com a Caixa, segundo materia abaixo.
    No mais, sempre disse por aqui, que a diretoria Bambi e o bêbado mentem o tempo todo, com festival de numeros fabulosos, seja em: vendas de jogadores (chutam milhões), dividas (que escondem, que e’ a mais alta dos 4 grande de SP, e passa dos 350 mi), dos faturamentos dos trambolho então??? Meu Deus!!! Chega a ser patético e digno de piadas. Mas, aos poucos as verdades vem a tona, como por exemplo, os milhões em patrocínios que a Semp Toshiba paga, e quer cair fora na nau decadente Bambi. Pois e’, a turma do Casares , soltou na época do acordo, que os Bambis receberiam 26 mi pela cota master, e muitos modinhas babacas Bambi por aqui, gozavam no Palmeiras por ter fechado com a KIA por 18 mi + 3 mi por títulos conquistados, ou seja, ganhamos a copa do Brasil, e ficamos nos 21 mi. Na época foi dito a imprensa que o Palmeiras “PODERIA” (caso vencesse os 3 campeonatos que disputasse: CB, Paulista e BR), faturar 27 mi no total. Os reais valores Bambi estão abaixo, e a materia como sempre, força a barra pra colocar os Bambi FC ao lado dos Gambás, mas, tem que desbancar o Palmeiras, que tem mais torcida:

    São Paulo conversa com a Caixa e ‘esbarra’ em torcida para superar rival Corinthians http://t.esportes.br.msn.com/futebol/s%C3%A3o-paulo-conversa-com-a-caixa-e-esbarra-em-torcida-para-superar-rival-corinthians#tscptmt

  35. carlos sp Says:

    Será que essas gayvotas acreditam mesmo que o SPFC está prestes a fechar as portas como disse o ignorante r mandruvá?
    Cada idiotice que se escreve aqui sobre o SP que só rindo desses amebas.

  36. porks Says:

    Ahhh, esqueci do melhor:

    Qualquer clube aprovaria. Mas, quero ver de onde vira’ a $$$, pois, ate que consigam (esse puxadinho só sai com $$ publico, assim como foi construído na década de 60). E pra aumentar a dificuldade, ficara’ quase impossível arrumar empresas que queiram perder $$ nesse projeto de puxadinho, pois, a Allianz Parque será um empecilho tremendo, pois, a maioria dos shows serão na Allianz.
    Pra futebol, não servirá, pois, ficou provado que sem Palmeiras, e principalmente, Gambás, aquilo não se mantém. E os poucos shows e’ que está salvando (prorrogando a falência). O Santos, que tem menos torcida, jogará no Pacaembu ou mesmo na Vila.
    Detalhe: Se fosse em outra época, o trambolho morderia uma $$$ excelente amanhã com o clássico das 2 maiores torcidas do estado.Imagine nas finais??? Pois e’, quando afirmo que aquilo acabou pro futebol, acham que brinco.

  37. RARARA Says:

    petralhada assim como os cúricanos não se cansa de atribuir aos de bem aquilo que são e as coisa hedionda que fazem, isso é uma vergonha. ta na hora de inovar esses argumentos soviético ultrapassados.

  38. Aaaaiii Corintiaaasss - grito dos Gaivotas Fieis Says:

  39. Aaaaiii Corintiaaasss - grito dos Gaivotas Fieis Says:

    O suíno róseo torcedor do Bugre Fascista das máfias voltou. Torcedor do time que sonega todas as notas fiscais das obras do puxadinho do Chiqueiro do Matarazzo.

    – 1956: receberam dinheiro público da prefeitura. CR$ 10 milhões para reformar o QG Fascista:
    http://camaramunicipalsp.qaplaweb.com.br/iah/fulltext/leis/L5080.pdf

  40. antonio harper Says:

    Nossa vocês ainda discutem com corinthianos?? Eles são iguais petistas, quando tu apresenta prova e lógica ou falam alguma merda sem sentido do passado, ou desviam o foco para outro assunto ou recorrem ao bambi (tática amplamente utilizada pelas gaivotas ao perder uma discussão).

    Todo comentário tinha que vir com o time que o cara torce, para nem perdemos tempo com a turma do Mobral ae

  41. MOSQUETEIRO Says:

    Ué…uma simples cobertura de lona custar o mesmo preço da construçao da Arena do Gremio…pode isso Arnaldo?

  42. porks Says:

    Ao Mosqueteiro,

    Rapaz… se essa briga com a oposição Bambi foi por causa disso mesmo, onde além desses absurdos de valores por um simples puxadinho, ainda tentaram esconder 71 milhões. Kkkkkkk
    Ali tem tanta sujeira, que nem a empreiteira corrupta da A. Gutierrez suportou e abandonou a nau decadente.
    E volto a repetir:
    Esse puxadinho só sai com $$$ público, se sair…

  43. Carlos Napolis Says:

    Rosinha Porks, definitivamente você é aquele torcedor bandeirinha que torce para dois times. Por isto sempre será o torcedor mais aloprado e sem identidade deste espaço.

    Então, você é o famoso e incomum palmeirintiano. Revele aqui para todos a sua represada admiração pelos gaivotas …………..kkkkkkk

    Na sua infância você torcia pra quem? Não precisa responder, é uma pegunta retórica.
    Não fique nervoso por eu ter rasgado a sua máscara.

  44. Sou Curintiano Corrupto e Pilantra Says:

    Carlos sp, ter inveja desse timeco do Paraisopolis, com presidente pinguco, conselheiro advogado de assassinos e mensaleiros e pra poucos, so os idiotas mesmo.

  45. HOMEM DAS CAVERNAS Says:

    ITAQUERENSE Disse:
    fevereiro 14, 2014 às 8:03 pm

    O conselho aprovar é fácil, dificil é achar alguma construtora otária que aprove..
    BOM, MAS BOM MESMO, É FAZER UM ESTÁDIO SEM GRANA NENHUMA, AS CUSTAS DE DINHEIRO PÚBLICO, COM UMA CONSTRUTORA SAFADA, QUE JUNTO AO 9DEDOS VEM CONSTRUINDO TUDO NO BRASIL E FORA DELE COM O DINHEIRO DO BNDS (OU SEJA, NOOSSO), MAS COMO DIRIA RONALDO, VULGO GORDO/TRAVECO, NÃO SE FAZ COPA DO MUNDO COM HOSPITAIS, NÉ PERIFERIA?????????

  46. EU - ABSOLUTIS VERITAS Says:

    porks Disse:
    fevereiro 15, 2014 às 10:43 am

    Não tem como ser diferente, sem BNDES a lona e o puxadinho não serão iniciados.

    A AG não saiu, ela fugiu, pois “largou” muito rápido.

    Qual construtora tem recursos próprios para colocar ali sem CONTRA PARTIDA parecida com a WTorre no Palmeiras?

    NENHUMA!!

    Portanto, vai ter CONTRA PARTIDA e recursos do BNDES – que os “distorcidos” afirmam ser privados – assim como no CT de Cotia!!!!

    Eles são “divertidos” demais!!!

  47. PH TRICOLOR Says:

    Avante SPFC, zero de dinheiro público!

  48. Carlos SP Says:

    Mosquera

    Como voce é velho e seu time nunca teve estadio Voce pode imaginar que uma reforma pra cobrir o estadio é só com uma lona(bem coisa de corintiano mesmo)igual voce faz na sua casa quando começa a chover e as goteiras não te deixam dormir a tarde,voce vai lá e joga uma lona no telhado

    Não é assim não seu ignorante.

    E outra nem tanto ao ceu e nem tanto a terra.Se a reforma de um estadio pode custar a arena do Gremio imagina um estadio que custa mais que 2 wembleys e com as obras administradas pelo seu idolo andres(cara de areia mijada)sanches

  49. TERESA P. SILVA Says:

    Carlos Napolis,
    Lendo o seu comentário sobre “defeitos” nos estadios novos, fico com a impressão de que vc acha bom o atual Morumbi.
    Pois se entendi bem, seu raciocínio.
    Os estadios novos com todas as características que citei acima no outro comentário que fiz , não são “modinhas”, e sim padrões utilizados em todos os novos e supostamente modernos estadios.
    Pelo mundo inteiro, recentemente construídos, em países como Alemanha (Bayer), Inglaterra (Wembley) Italia (Juventus).
    Isso em países, do dito primeiro mundo, (inclusive no futebol), cada um destes estadios com suas características, como o de Wembley dos mais caros do mundo ou o da Juventus de Turin, que apesar de ser em umas das mais nobres regiões da Itália (ao Norte), custou menos que os estadios erguidos no Brasil.
    Todos estes tem diferenças significativas, tamanho, formato, capacidade e principalmente valor de custo. Mas, em comum TODOS, estes tem o PADRÃO ao qual me referi (arquibancada coberta, perto, a metros do campo, etc.
    No Brasil, os novos (cada um com sua capacidade, características) mais ainda sim dentro destes padrões, e normas que buscam melhorar o acesso, e a experiência de se assistir ao vivo um jogo ou evento qualquer nestas “ARENAS”.

    Carlos Napolis, não quero, e nem vou ficar debatendo, ou polemizando, mas segundo o que vc comentou acima, a impressão que fica é que os estadios novos é quem tem problemas e não o Morumbi.
    Assim sendo, se a reforma do Morumbi, que segundo dizem pode custar mais de Meio Bilhão de Reais, só se prestará pura e simplesmente para COBRIR as arquibancadas (para torcedores não se molharem).?
    Não vai trazer nenhuma melhoria como aproximação (das distantes) arquibancadas ao gramado, melhorando a visibilidade e corrigindo o fato dos jogadores, parecerem tão pequenos, tão distantes?
    Isso nos anéis inferiores, pois nos superiores, nos pontos mais altos e distantes, para reconhecer um jogador, principalmente adversário, só com binoculo.

    Se for reformar, (por só a cobertura), sem alterar, melhorar mais nada. Nem de reforma podemos chamar, pois, colocar a cobertura não é exatamente uma reforma, e sim um acréscimo.
    Logo, então porque gastar tanto pra “reformar”?
    Insisto, e é só uma opinião, (a minha).
    Por que, não Construir um Novo?

    Respondendo sua pergunta
    “Se eu já assisti algum jogo ao vivo no Brasil”?
    Há muito tempo não vamos aos estadios, (pela insegurança), mas, nem sei quantas vezes eu, meu marido e amigos já fomos ao Morumbi contra São Paulo, Palmeiras e até Santos.
    Então, sou Corinthiana, mas posso dizer que conheço bem o vosso estadio.
    E você, já assistiu ao vivo algum jogo, na Vila Belmiro? (Não é padrão “Fifa”), mais a proximidade, ao campo, aos jogadores, que se você seguir pensando assim, não vai conhecer e sentir a emoção.
    De ficar a menos de 2 metros, de um jogador que vai cobrar um lateral.
    De escutar com perfeição, o som do chute na bola em uma cobrança de escanteio.
    E pra mim, e meu marido, o momento mais impressionante, arrepiante desta experiência:
    O SOM DA BOLA ATINGINDO A REDE E FAZENDO AQUELE BARULHINHO INDESCRITÍVEL EM UM GOL DO SEU TIME, E COM OS JOGADORES, CORRENDO PRA COMEMORA-LO, PRÓXIMOS A TORCIDA, E NA DIREÇÃO QUE VC ESTÁ, A POUCOS METROS, VC TIRA FOTOS ÓTIMAS, E ATÉ OUVE ALGUNS JOGADORES GRITANDO, EUFÓRICOS, PELO GOL MARCADO, (TÃO EUFÓRICOS QUANTO VC).

    Então, Carlos Napolis, eu agora que lhe pergunto?
    Você em um estadio ao vivo, já viu e sentiu tudo isso?
    Se a resposta for sim, então por favor, me diga onde foi, pois no Morumbi é que não foi.

    , ,

  50. porks Says:

    Atualizando os números da terceira maior TORCIDA do País:

    Socio-torcedor: Estamos em 7º com 37.690. Estamos tbm a 5 mil dos Gambás( 6º), e a mais de 11 mil a frente do Galo Mineiro (8º).
    E sobre o programa palmeirense, saiu uma materia no Lance a respeito do poder da torcida Leal e apaixonada do verdao:

    Palmeiras enche estádio com sócios e tem melhor público do Paulista #lancenet http://www.lancenet.com.br/palmeiras/Palmeiras-preenche-estadio-publico-Paulista_0_1084091832.html

    TV-Palmeiras oficial no youtube: A nível mundial, estamos entre os 10 primeiros com 121.822, e estamos a 4 mil pra passar o Bayern Munique.

    Sobre a Allianz Parque:

    Allianz Parque inicia colocação do sistema de drenagem do gramado http://bit.ly/1lKTNll

    Alan Kardec visita obras do Allianz Parque http://bit.ly/1eBA6WN

  51. carlinhos Says:

    Por que haveria dinheiro público no morumbi ?
    Estranho ressaltarem isso como algo expressivo.
    O estádio do guarani tambem não receberá dinheiro público, nem o estádio do taubaté.
    Esse mobral completo enlouqueceu ?
    A construtora será a mesma do monotrilho ?
    Como será possível alguem retirar 500 milhões de reais e os juros para não perder dinheiro com tal investimento ?
    Isso conseguindo, fica provado que após a fifa aprovar o morumbi com as reformas aprovadas pelo conselho deliberativo do clube, o único culpado de o morumbi ficar fora da copa será o bundão do juvenal, tambem conhecido como cagueta, x9 na praça.
    O SPFC deveria ter costurado essa reforma com essas empresas e sairia lucrando e muito com a copa.
    TEM BOI NA LINHA, ou andres sanches ensinou mais uma para juvenal, o bundão sobre possibilidades financeira dos clubes ?
    Terminando, será patétido o spfc assinar contrato de patrocinio com a caixa depois do que disse julio casares e os dirigentes tricolores sobre a CAIXA.
    Claro que com o tempo tudo se apaga e essa diretoria tricolor deixará de envergonhar sua torcida que tem que comer bosta quietinha por falar demais e acreditar na pureza de seus dirigentes.

  52. Carlos Napolis Says:

    Teresa P. Silva. O estádio olímpico de Berlim é moderno mesmo ao estilo antigo. Sediou a abertura e encerramento da copa em 2010. Não seguia o “padrão FIFA” como pode-se ver em muitos artigos na rede.

    Frequento estádios em São Paulo há dez anos. Conheço a Arena Barueri, o Pacaembú e o Morumbi. Em todos, devo ter ido cerca de 40 vezes. O Morumbi tem possibilidades maiores do que qualquer estádio do Estado de São Paulo. Tem capacidade até para sediar uma Olimpíada se fosse necessário.

  53. Carlos Napolis Says:

    Flamengo lidera venda de camisas na América Latina, São Paulo é o segundo

    Dentre os 10 times que mais faturam com as vendas de camisa, sete deles são brasileiros, os três estrangeiros são: Colo-Colo, River Plate e Boca Juniors.

    Segundo o site El Gol Digital, o Flamengo é o clube que mais arrecada com a venda de camisas na América Latina. O Mais Querido arrecada cerca de US$ 14,9 milhões, por ano. Apesar de ser a segunda maior torcida do Brasil, o Corinthians ocupa apenas a terceira colocação, já que o vice ficou para o São Paulo, que recebe cerca US$ 14,5 milhões. O SCCP arrecada US$ 12,4 milhões.

    Outros brasileiros também ocupam as dez primeiras posições. O Palmeiras, na quarta posição e arrecadando US$ 8,3 milhões, está um pouco atrás dos seus principais rivais. O Internacional, sétimo da lista, fatura cerca de US$ 6,2 milhões.

    Entre os cariocas, o Botafogo é o único que não está no top 10. Nono colocado, o Vasco abocanha uma quantida de aproximadante US$ 5,3 milhões, enquanto o Fluminense, que fecha a lista, recebe um valor de US$ 3,8 milhões.

    Colo Colo (CHI), quinto colocado, River Plate, sexto, e Boca Juniors, oitavo, completam a lista

    Fonte: Fox Sports

  54. Val Says:

    Marcio Thomas Bastos….

    Só o que ele amealhou em ações contra o governo pagaria essa reforma no panetone…

    pesquisem.

    E biboletas do jd Leonor, não falem mais do estádio Itaquerão.

    Vcs não tem a mínima moral para tal.

  55. TERESA P. SILVA Says:

    Carlos Napolis

    Desculpe, mas, qual é sua opinião, quanto a reforma?
    Pois vc escreveu:

    “O Morumbi tem possibilidades maiores do que qualquer estádio do Estado de São Paulo. Tem capacidade até para sediar uma Olimpíada se fosse necessário.”

    Isso significa o que? (na sua opinião)
    Parece, pelos seus comentários que o Morumbi está ótimo, pois, na sua opinião (insisto), Mais que qualquer outro em SP (incluindo os novos?), “pode até sediar olimpíadas”!!!!!

    Acho que nem mesmo, os torcedores do São Paulo concordam com vc, nessa, mas isso na sua opinião não é?
    Se pensa mesmo assim, então, presumo que você seja contra a reforma!
    Pois se o estadio, segundo vc está melhor até que os novos (com padrão Fifa) a serem entregues……Logo, suponho que vc seja contra essa reforma, que vai custar mais de MEIO BILHÃO de REAIS, e só vai servir pra cobrir as arquibancadas.!
    Que convenhamos, não são das que mais vivem lotadas, não é?
    Então, tentando entender seus pensamentos, te pergunto:
    Pra que então cobri-las?

    Sim, acabei de me lembrar de outra coisa, que vc escreveu respondendo ao meu comentário.

    “Reformar o Morumbi custa (segundo você) 1/3 do valor da construção de um estadio de mesmo porte”

    Vamos calcular de acordo com seus pensamentos.
    Se a “reforma” está ESTIMADA, (lembrando que no Brasil, TODOS os estadios estouraram as estimativas de custo final de obras, TODOS, os NOVOS e os REFORMADOS como do INTER, ATLÉTICO PR e outros.)
    Então, em seus cálculos, e seguindo seus conceitos.

    “ESTIMATIVA” de R$ 450 Milhões até R$ 600 Milhões, (estimativa, não se esqueça), vamos supor um meio termo, MEIO BILHÃO DE REIAS, (só pra cobrir arquibancadas).
    E segundo vc este valor seria o equivalente ao valor de 1/3 (33.3%) de um “estadio do mesmo porte”
    Logo, então, segundo seus cálculos (só seus) o estadio do Morumbi (com todos os problemas de acesso, falta de estacionamento, grande distância das arquibancadas ao campo de jogo, problemas de escoamento de águas das chuvas torrenciais, meio século de uso etc, etc)
    Com tudo isso, em (sua opinião) o Morumbi ou equivalentes, valem, por baixo [[[ 1.5 BILHÕES de REAIS ]]]]], (por baixo, estimativas)

    Ok, então tá!
    Assim sendo, você deve e muito se opor a reforma (cobertura, e não reforma, pois se não trará mais benfeitorias)
    E quanto ao que sugeri então, de construir um novo (como o Palmeiras) então, suponho que pra você é absolutamente inconsebível, pois (com seus números) ele novo custaria perto de R$ 2 BILHÕES de REAIS !!!!!!!

  56. TERESA P. SILVA Says:

    Carlos Napolis,
    Quanto ao exemplo que você mencionou de estadio antigo que sediou abertura de copa, desculpe, não serve neste caso de comparação com o estadio do Morumbi.

    O Estadio OLÍMPICO de Berlin, (Olimpíadas de 36) poderia ser a grosso modo comparado ao estadio do Pacaembu.
    É público e não privado.
    É sim antigo, mas, com arquitetura clássica (ambos, não podem sofrer alterações em suas estruturas, pois são monumentos históricos).
    O Morumbi não é público, e não tem tais restrições quanto a possíveis, eventuais e necessárias reformas.
    O estadio de Berlin sediou a abertura da copa na Alemanha, porque Berlin é a cidade mais populosa e também a capital daquele país.
    A única semelhança com o estadio do Morumbi em relação ao estadio de Berlin, foi o posicionamento da FIFA perante os dois estadios, (que deveriam passar por grandes adequações, para receber o jogo de abertura da copa.)
    Mas (para vocês), o ruim, é que diferentemente do Olimpico de Berlim que fica em um país de primeirissimo mundo, a Alemanha, o Morumbi fica em um país de quinta categoria e no terceiro mundo.
    Pois, a Fifa queria sim grandes mudanças no estadio alemão (você que é tão adepto aos dados, e pesquisas, falhou neste exemplo).
    A diferença é que lá, a Alemanha bateu o pé e exigiu a abertura da copa em Berlin, pois, o estadio é mais que um patrimônio de bela arquitetura clássica, é um simbolo de grandiosidade e orgulho germânico (pois foi construído em meio a uma crise mundial, por Hitler, que deseja mostrar o poderio econômico alemão ao mundo)
    E o Morumbi não, representa o país, se muito a sua torcida, não representa as demais, nem o Estado de São Paulo.
    Não sediou e nem sediará olimpidada alguma, e tão pouco, jogo de copa do mundo.

    Muito menos jogo de abertura de Copa do mundo como fez o estadio alemão, que possui uma beleza, uma grandiosidade elegância, e com capacidade de mais de 77 mil pessoas muito bem acomodadas, e cercadas de uma bela e grande infraestrutura.
    Pra você ter ideia, o ingresso na Alemanha (não só em copa, sempre) é como um cartão de credito que você usa inclusive para pegar metro.
    Perto do Morumbi nem se quer tem Metro.

    Então desculpe, é uma covardia usar o estadio Olimpico de Berlin (um dos pontos turísticos mais famosos de toda a Alemanha) para fazer analogias com o estadio do Morumbi.
    Pois ele, e a grande maioria dos estadios brasileiros não podem nem serem colocados na mesma lista.
    Os nossos, são velhos, ultrapassados, arcaicos e de terceiro mundo.
    O de Berlin, não e segue até hoje sem precisar de reformas!
    Agora, já o Morumbi!!!!

  57. Carlos Napolis Says:

    TERESA P. SILVA, você disse que o Morumbi será somente coberto por R$ 450 milhões, o que não condiz com a verdade. Assista novamente o vídeo acima com link anexado ao comentário.

    Repito, o valor da reforma com adequação interna, conforto, cobertura , estacionamento para mais de 2000 vagas e adaptação de uma arena interna de shows para 28.000 pessoas custará 1/3 do valor de um estádio novo.

    Sempre lembrando que os novos estádios construídos no Brasil já começam a enfrentar uma série de problemas estruturais. Ou você não acompanha os noticiários?

    Construir um estádio novo, hoje, no mesmo porte do Morumbi custaria algo em torno de R$ 1,4 bilhões. É exatamente por isto que sou totalmente contrário a se derrubar e levantar um novo.

    Aderir a modismos nem sempre é viável. Entregar o seu patrimônio para exploração alheia por 30 anos não é admissível.

  58. Alvaro Says:

    Atualizando os nrs da “terceira” (kkk) torcida do país:

    * Seguidores no Facebook no Brasil: 2,2 milhões (SPFC = 3,3 milhões, 50% a mais)

    * Venda de camisas – ranking 2014: US$8,3 milhões (SPFC = US$14,5 milhoes, 75% a mais http://www.elgoldigital.com/las-camisetas-mejor-pagadas-de-sudamerica/

    * Ultima pesquisa científica, 2013, Pluri Stochos: 4,9% (SPFC = 8,1%, 65% a mais) http://virgula.uol.com.br/esporte/futebol/estudo-aponta-aproximacao-do-corinthians-mas-flamengo-segue-com-a-maior-torcida-do-pais

    * Público pagante total 2013: 490.500 pagantes (SPFC = 940.400, 92% a mais)

    * Renda total jogos 2013: R$17,4 milhões (SPFC = R$21 milhões, 21% a mais)

    * Venda de produtos licenciados do clube 2012, comprados pelos seus torcedores (fonte balanços): R$5,1 milhões (SPFC = R$12,8 milhões, 151% a mais)

    * Participação vendas pay per view 2013: 5,56% (SPFC = 7,54%, 36% a mais) http://www.mantosdofutebol.com.br/2013/09/ranking-compra-pay-per-view-brasil-2013/

  59. Alvaro Says:

    Teresa Silva,

    Além de ser indisfarçável seu rancor com o Morumbi (afinal seu time nunca conseguiu construir nada igual sozinho e certamente pagou prá jogar lá por mais de 50 anos), sua análise segue uma pseudo lógica mas, infelizmente, não consegue esconder erros grotescos em seus cálculos e pressupostos.

    Só para seu conhecimento a reforma do Morumbi só custará aprox. R$400 milhões porque está prevista a construção de estacionamento e um teatro para 28.000 pessoas, com sofisticado sistema de montagem e desmontagem em menos de 24 hr, além de sistema de climatização do ambiente. Ou seja, não se trata apenas da cobertura. se fosse apenas esta o valor seria bem inferior. Portanto, sua comparação linear é totalmente equivocada.

    Além disso, não esquecer que as novas arenas em SP terão capacidade bem inferior ao Morumbi, que continuará sendo o maior estádio particular da América do Sul.

    Seu pressuposto de que tudo que é novo é melhor já nasce errado. O Shopping Iguatemi é o 2º mais antigo de São Paulo, passou por reformas e é até hoje considerado o melhor e mais desejado pelo público. Grandes estádios pelo mundo foram construídos até antes do Morumbi e passaram por reformas que mantém sua beleza, carisma e conforto. Exemplos:

    * O estádio Santiago Bernabéu é um dos pontos turísticos de Madrid. Construído na década de 40, o estádio passou por diversas reformas e é hoje o melhor local da Espanha para se ver futebol ao vivo.

    * O Camp Nou, estádio para 100 mil, tem 55 anos, foi inaugurado 3 anos antes do Morumbi. Sua reforma está estimada em E500 milhões, ou seja, 4 vezes mais que a do Morumbi. A construção de um novo estádio, ainda em discussão, custaria pelo menos o dobro, contrariando seu raciocínio

    * O estádio Olímpico de Berlim foi inaugurado 1936 e sua reforma em 2004 custou R$850 milhões

    * O Weserstadion do Werder Bremen, foi inaugurado em 1924 e sua última reforma foi em 2008

    * O Old Trafford, do Manchester City foi construído em 1910

    Com respeito à sua tentativa de ironia qto a encher nossas arquibancadas, vale apontar 2 estatísticas interessantes:

    * Dentre as 10 maiores bilheterias do país o SPFC é responsável por 2. Note que seu time nem aparece nesse levantamento http://globoesporte.globo.com/platb/teoria-dos-jogos/2013/11/28/as-maiores-rendas-da-historia-atualizacao-final-2013/

    * Nos últimos 2 anos o SPFC teve o maior público do estado e olha que nesse período só ganhamos uma sulamericana:
    – Palmeiras = 900 mil
    – Corinthians = 1,8 milhão
    – SPFC = 1,9 milhão

  60. Carlos SP Says:

    Eu comparo essas novas arenas de SP com o Engenhão Muito bonito quando novo mas com o tempo se viu o que aconteceu…
    Estadio interditado.E mesmo o Maracana que ja foi reformado uma vez bem pouco tempo antes dessa ultima reforma.O tempo vai dizer..Não se esqueçam que é arena made in Brazil.
    Muito diferente do Morumbi que mesmo sendo um estadio antigo nunca foi interditado e olha que tem show pra 80 mil pessoas.
    Querer comparar essas novas arenas com novas arenas na Europa é brincadeira.Quero ver depois de 5 anos de uso.

    O que a maioria dos paga paus não entende é que a reforma não é só a cobertura.
    E outra,essa historia que a fifa se recusou a aceitar o morumbi não sei quantas vezes é historia pra boi dormir.Simplesmente ela queria um estadio novo e o presidente da CBF e o lula fizeram o que fizeram pra construir um estadio pro curintia e é claro pra ganhar mais.Na reforma do Morumbi nao ganhariam nada.
    E estadios antigos não são nenhuma novidade em copa do mundo como quer que acreditem os defensores de arenas
    Copa do mundo dos EUA teve estadio antigo,o mesmo na Alemanha,o mesmo na França etc etc

    Eu comparo o Morumbi e essas arenas novas com casas antigas e casas construidas atualmente.As antigas tinha boa fundação,paredes grossas e resistentes pé direito alto,janelões para uma boa ventilação,madeiramento de qualidade,portas janels
    Hoje as casas tem paredes finas pedireito baixissimo,tudo de gesso janelas de aluminio.Não duram 1/3 que as antigas.

    Quanto a dona critica do Morumbi que compara a vila belmiro ao morumbi pq ouve o barulho da bola na rede…hahahaha,quando fala que o Morumbi não representa nem o estado de São Paulo é bem critica de corintiano mesmo pq o Morumbi já é historia.Muitas finais jogadas Os jogos da seleção em São Paulo sempre foram la..Uma bobagem de corintiano que nunca teve estadio.

  61. Carlos SP Says:

    Quem acha que o Morumbi não tem emoção nenhuma pq a arquibancada é longe e blá blá blá é pq nunca pegou o estadio lotado numa final de Libertadores com uma só torcida…

    QUE COISA LINDA!!!

  62. ITAQUERENSE Says:

    essa da caixa patrocinar o shupaulo é uma tremenda duma falta de vergonha pra um clube que se diz limpo e correto!
    se isso acontecer as bixas concerteza não terão argumtento pra falar do corinthians! quero ver só a cara das bambinas..

  63. EU - ABSOLUTIS VERITAS Says:

    O TRAMBOLHÃO É UM LIXO, velho, não comparem arquiteturas “limpas” dos estádios antigos fora do Brasil com este TRAMBOLHO que, só a foto pesa no mínimo 2kg e tão pesado que é o TRAMBOLHÃO.

    Mas, é divertido ler o que os TERCEIRIZADOS escrevem sobre estatísticas, para mim o que vale é que, o maior público do TRAMBOLHÃO é do Timão o resto é falação. Os caras ficam dias e noites pesquisando para publicar futilidades, coisas inúteis, sem contar com os inúmeros links. Não à toa chamo alguns por aqui de inúteis.

    Público do Timão em 2012 e 2013 jogando em um estádio com capacidade limitada a 40 mil, sem cobrar “2 real”, foi de 1.821.669.

    Tem que demolir, chega de reboco e “repintura”, constrói algo moderno.

    Mas, os comediantes TERCEIRIZADOS são de dar dó, comparar esta coisa arcaica com os estádios clássicos europeus só mesmo coitados para cometerem esta tolice.

    COITADINHOS DOS TERCEIRIZADOS DO TRAMBOLHÃO, CUJA FOTO PESA 2kg.

    Deixe-me rir!!!!

  64. Carlos Santos Says:

    Sem padrão

    Por Addul.

    Às vésperas de assistirmos a Copa do Mundo 2014, o festival de asneiras e bobagens de torcedores internautas se intensificam a cada dia. Muitas dessas opiniões são quase sempre embasadas em achismos desnecessários e preferências clubísticas que limitam o seu córtex cerebral.

    Às vezes nos impressionamos como as pessoas captam ideias e conceitos trazidos pela mídia e julgam aquilo como verdade absoluta sem questionar ou observar corretamente o seu real propósito.

    A mais nova “verdade” que corre solta na boca pequena é que estádios sem “Padrão Fifa” são “velhos e ultrapassados”.

    Ora, todos nós gostamos de comodidade e conforto, mas afirmar que somente as arenas chamadas “Padrão Fifa” são sinônimo de qualidade é um grave engano.

    Primeiramente, as construções “made in Fifa” são elevações de um único padrão. Todos nós sabemos que a diversidade de ideias e conceitos são pré requisitos para uma arquitetura diferenciada, independente e acima de tudo que aceita diversas formas e variedades.

    Os estádios “Padrão Fifa” seguem apenas uma linha adotada pela entidade de uma forma ditatorial. Não é permitida a pluralidade de ideias ou formas de construção. Ou é da maneira Fifa ou nada feito.

    O resultado dessa linha “pré-fabricada”? Vemos estádios cada vez mais parecidos um com o outro em torneios internacionais como a Euro e Copa do Mundo. Assistimos o campo, o quadrado, as cadeiras e camarotes e no máximo dois lances de arquibancada.

    Tudo depende de um ponto de vista. Cada um tem o seu, mas os estádios “Padrão Fifa” se tornaram cada vez mais quadrângulos nos últimos tempos. Não há mais beleza e harmonia em construções redondas?

    Questão de gosto pessoal, mas quando comparo o estádio de Wembley antigo com o novo sempre penso na grande “cagada” que os ingleses fizeram, apesar do conforto e modernidade da nova construção ser notadamente melhor. Porém, visualmente dentro de campo, o antigo mostrava muito mais a magnitude do futebol da terra da rainha. Hoje o que vemos? Um quadrado, exatamente como os outros. O antigo glamour de Wembley não existe mais.

    Outro exemplo está na Alemanha. A moderna Alianz Arena é um espetáculo do lado de fora. Uma verdadeira obra prima da arquitetura moderna, mas por dentro parece uma Vila Belmiro vitaminada. O estádio Olímpico de Munique, palco das Olimpíadas de 1972 e da final da Copa de 1974 é muito mais bonito visualmente apesar de ser mais antigo.

    Então qual seria a solução desse problema? Aliar o antigo ao novo como foi feito no estádio Olímpico de Berlim para a Copa de 2006. Não é necessário destruir totalmente um estádio antigo para fazer outro menor e mais “porco” visualmente apenas para atender a um “Padrão Fifa”. Nem sempre essa alcunha mostra um exemplo de qualidade absoluta.

    Real Madrid e Barcelona reformaram os seus estádios. São construções quase centenárias e nem por isso chamadas de “velhos e ultrapassados”.

    Lembremos que a própria Fifa se contradiz nesse conceito quando aceitou fazer a Copa do Mundo em 1994 nos Estados Unidos com estádios adaptados de esportes como o Beisebol e Futebol Americano. Nenhuma nova construção foi feita na terra do Tio Sam para o Mundial vencido pelo Brasil.

    Existem teatros construídos na época do império Romano que até hoje são usados devido a sua perfeição arquitetônica e acústica.

    Respeitar preceitos antigos e reformá-los com novos. Esse é o grande desafio, pois destruir tudo para fazer uma coisa igual as outras é uma situação que lembra construções de casas do antigo BNH. Tudo igual e com o mesmo “padrão”, sem nenhuma qualidade.

    Achar que “Padrão Fifa” é um selo de qualidade ISO 9002 é bobagem. Quem gosta disso são as empreiteiras e construtoras que ganham milhões do governo pagos por você que gasta fortunas em impostos.

    Alguns dizem que é necessário destruir antigos estádios para a construção de estacionamentos. Realmente parar o carro na porta de uma arena é uma situação muito cômoda e confortável. Mas isso não justifica implodir uma construção. Em grandes cidades com grandes problemas de trânsito e mobilidade urbana, o estacionamento seria apenas mais uma ajuda e não a principal solução. Estádios pertos de corredores de ônibus, trens e metrôs são muito mais atraentes e rápidos do que bolsões de vagas. Vimos um exemplo claro disso na primeira final da Copa do Brasil disputada na Arena Barueri. Grande parte dos torcedores ficaram presos do trânsito e pedágios da Castelo Branco até chegar ao local. De metrô a situação de mobilidade seria mais ágil e barata.

    O Soccer City, palco da final da Copa do Mundo de 2010 foi alvo de diversas críticas pela dificuldade de acesso e mobilidade,mesmo para quem tinha carro.

    Não há verdades absolutas nesse quesito. Cada estádio, clube e torcida tem necessidades e caminhos diferentes. É perfeitamente possível reformá-los e dar conforto ao seus torcedores sem a necessidade de destruí-los para estabelecer um padrão igual a dos outros. A história nos mostra que ao longo do tempo, o novo pode ficar velho de uma hora para outra. E o novo que é exatamente igual aos outros sem nenhum atrativo arquitetônico atraente tende a envelhecer cada vez mais rápido.

    Que dirá a Africa do Sul, que priorizou as construções requisitadas pela Fifa somente para o futebol e esqueceu de outros esportes olímpicos como o atletismo. Resultado: vazios inúteis sem qualquer outra utilidade. Que tipo de benefício eles receberam? Para que esses elefantes africanos servem agora? Para agendar casamentos?

    O mundo é redondo, a bola é redonda. Os estádios não podem ser totalmente retangulares. O “padrão Fifa” é nada mais do que um espelho de seus dirigentes arcaicos e ambiciosos: um imenso quadrado vazio e obtuso.

    Dirigentes sem nenhum padrão, ISO 0000 em qualidade.

  65. todo poderoso! Says:

    E a imprensa não tem o que falar mesmo, ja tão querendo colocar esse tal de Alan kardec na seleção! tenho minhas duvidas sobre ele pois é um jogador leviano e joga num timinho mediano recem-chegado da serie B!
    Quanto a arena wtorre, só vai ser completamente construida em 2015 e olhe lá pois a construtora é falida e tem poucos recursos pra continuar com as obras do vaso sanitário verde sem falar no terreno que precisa ser regularizado junto a prefeitura e os moradores da Região!

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: