Advertisements
Anúncios

“Messi” de Rosenberg e o prejuízo de R$ 10 milhões

Encerrou-se o contrato do argentino Defederico com o Corinthians, jogador pelo qual o clube pagou R$ 10 milhões.

O novo “Messi”, segundo o diretor de marketing, à época, Luis Paulo Rosenberg, que fechou o negócio, intermediado também pelo ex-diretor administrativo, André Negão, com anuência de Andres Sanches, todos devidamente comissionados.

Comissão que gerou despesa de mais R$ 1 milhão ao clube.

Vale lembrar que o atual presidente, Mario Gobbi, era diretor de futebol à época.

Durante os quatro longos anos de compromisso com clube, Defederico pouco entrou em campo, foi emprestado duas vezes, e, em todas elas coube ao Corinthians pagar seus vencimentos, próximos de R$ 200 mil mensais.

O prejuízo é realmente muito grande e não poderá mais ser recuperado, já que o atleta está livre para assinar com quem bem entender.

Assim como o caso do novo “Messi”, tivemos também, com esse mesmo grupo, outras negociatas apelidadas com nomes enganosos para, num período curto, iludir o torcedor, garantindo, assim, a felicidade dos intermediários.

Caso, por exemplo, de Eduardo Ramos, o novo “Kaká”, que pouca gente se lembra de ter visto jogar no Timão.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: