Advertisements
Anúncios

Dirigentes do Corinthians mentem ao tentar minimizar bloqueio de bens da verdadeira proprietária do “Fielzão”

Após a divulgação de que a BRL TRUST, verdadeira proprietária do “Fielzão”, teve seus bens bloqueados pela Justiça Federal, o clima no Parque São Jorge, no último final de semana, pegou fogo.

Dirigentes foram cobrados por alguns associados, e, para desviar o foco do problema, lançaram mão dos procedimentos habituais.

Ou seja, distorcer a verdade.

“Não tem problema, a BRL TRUST é só a gestora do fundo… qualquer coisa a gente manda trocar…”, foi a explicação combinada.

Não é verdade.

A BRL TRUST é, não apenas FUNDADORA do fundo, como uma de suas principais proprietárias.

Além disso, seus sócios mantém vinculo no contrato social com as demais participantes, monopolizando, assim, as decisões.

Corre-se o risco, por exemplo, na inauguração do “Fielzão”, de parte da arrecadação da partida inaugural da Copa do Mundo ser confiscada para sanar as pendências da empresa.

Um vexame.

Sem contar as partidas do Timão, que deverão, indubitavelmente, contar com boa presença de público.

Isso se, com a impossibilidade de tomar novos empréstimos para finalizar a obra, inclusive o do BNDES, oriundo do bloqueio já em vigor dos bens da BRL, não ocorram atrasos na entrega do estádio que o Corinthians trata, com alguma precipitação, como se fosse seu.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: