Advertisements

A cultura do futebol e os novos estádios

Ao assistir, ontem, a inauguração extraoficial do novo Maracanã, observamos alguns fatos interessantes.

Enquanto se fala na mudança de cultura do torcedor, que, em Arenas sem alambrados terá que se comportar melhor, evitando assim tragédias e perdas de pontos para as equipes que dizem torcer, esquece-se de citar outros partícipes dos espetáculos.

Repórteres, por exemplo, ficaram o tempo inteiro, de pé, na lateral do gramado, prejudicando a visão daquele que se sentou nas cadeiras mais próximas da baixa mureta que divide arquibancada do campo de jogo.

Se isso se tornar hábito, teremos problemas no Maracanã ou noutros estádios que possuírem semelhante arquitetura.

Há de se ter um local em que, sentado, o jornalista possa informar seu público sem atrapalhar quem está ali para assistir ao espetáculo.

Outra coisa.

Na nova Fonte Nova, semanas atrás, jogadores corriam para a escadinha que dá acesso das arquibancadas para o gramado, que, teoricamente não devem ser utilizadas, para abraçar torcedores a cada gol assinalado.

Em se repetindo o gesto, a segurança certamente estará comprometida.

Realmente muitos hábitos culturais, em diferentes níveis, terão que se adequar à nova realidade do futebol após 2014.

Tomara, seja para melhor.

Advertisements

Facebook Comments

16 Responses to “A cultura do futebol e os novos estádios”

  1. André Luiz Says:

    Acho que o Brasil é um dos poucos paizes onde,pra se ter educação,tem que ser na base do cassetete.
    Escolas hoje em dia,só servem pra dar diploma.
    Familia e educação,deveriam ser a base de tudo.
    Bom domingo aos educados.

  2. Odair Silva Marinho Says:

    Outra coisa.

  3. MOSQUETEIRO Says:

    A Arena Corinthians ta ficando uma belezura!!!

  4. Château de Sable Says:

    não se meta com o Maracanã, otário.

  5. Bizouro Kissuco Says:

    Silencio, Andre Luis

  6. Alex Franco Says:

    Itaquera tera o estadio mais moderno do mundo.

  7. Carlitus Says:

    As arenas modernas são uma cópia do modelo europeu. Mas, para que elas funcionem tal como lá na Europa, os usuários também teriam que ser europeus. Portanto, essas tais arenas, aqui no Brasil são, mais ou menos, como gravata prá índio – de pouca serventia. Dentro de pouquíssimo tempo estarão, todas, brasileiramente depredadas.

  8. fred Says:

    alex franco que bairro fica a sede do corinthians?

  9. fabio araujo Says:

    O Itaipava Stadium Itaquera.. tá lindo mesmo.. pra zona leste tá ótimo!

  10. André Luiz Says:

    fabio araujo Disse:
    abril 28, 2013 às 12:30 pm
    Na boa… não entendi.

  11. Dr. Adalberto Says:

    Conheço bem o andamento das obras do Morumbi e posso assegurar que sera o ESTÁDIO (sem frescura de arena) mais imponente do Brasil. Não ficará devendo nada para essas areninhas pseudo-modernas, principalmente aquela erguida com dinheiro público na zona leste da cidade.

    E manterá a maior capacidade de público, o que é importante para as boas médias de público da massa tricolor, principalmente em Libertadores.

  12. MOSQUETEIRO Says:

    Nao Carlitus, a Arena Corinthians é modelo das Arenas Americanas…segundo o Arquiteto Anibal Coutinho.

  13. fabio araujo Says:

    Dr Adalberto.. que obras no morumbi? todos sabem que a parceria com a Andradez Gutierrez miou por causa do cancelamento do monotrilho quem irá investir em um estádio velho, mau localizado….. PERDEU…

  14. Marco Says:

    Infelizmente aqui no Brasil tem que ter jaulas separando o público da arena…

  15. Paulo Rogério Barbosa Says:

    Espero que a cobrança desta nova atitude dos torcedores nos novos estádios também continue depois da copa, porque antes vai estar todo mundo atento e será comentado pela imprensa e seus leitores, mas e depois…

  16. André Silva Matos Says:

    Para mim o estádio de futebol também tem que contemplar quem quer ver o jogo de pé.

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: