Advertisements
Anúncios

Futebol brasileiro está no fundo do poço

Mais uma vez a Seleção Brasileira deixou a desejar no empate contra o Chile, em dois a dois, no novo Mineirão.

Foi amplamente dominada na primeira etapa, em que levou o primeiro gol logo no começo, de Gonzales, e não fosse alguns erros de pontaria chilenos, o desastre seria maior.

Por sorte, em cobrança de escanteio de Neymar, Rever se antecipou à defesa adversária e evitou que o Brasil fosse para o intervalo derrotado.

Ronaldinho Gaucho e Neymar decepcionaram.

O segundo tempo começou um pouco mais equilibrado, com Pato dando mais mobilidade ao ataque após entrar no lugar de Leandro Damião.

Mesmo assim, era o Chile que tratava melhor a bola, até pelo entrosamento de quem joga junto há mais tempo.

Porém, aos 9 minutos, na única jogada digna de uma Seleção Brasileira no jogo, Jadson lançou Pato que serviu, com açúcar para Neymar desempatar.

Nem assim o futebol do Brasil deslanchou, ficando ainda pior quando, aos 18 minutos, Vargas acertou belíssimo chute e deixou tudo igual novamente.

Nervosos, os brasileiros erravam jogadas simples, e o torcedor brasileiro, já sem paciência, passou a vaiar e hostilizar os principais nomes da equipe.

Deu tempo ainda para Osvaldo entrar em campo e se destacar, quase que isoladamente, levando ainda um pênalti não marcado pela fraca arbitragem.

Compensado, minutos depois, com um impedimento “Mandrake” assinalado contra o Chile.

Felipão certamente não gostou do que viu e, se pensava em sair do Mineirão com dúvidas sanadas, tratou de ampliá-las, e terá enorme dificuldades, por falta de material humano, em realizar a convocação para a Copa das Confederações.

O futebol brasileiro realmente está no fundo do poço.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: