Advertisements

Erro grave complica Corinthians na hora de conseguir patrocínio para o Mundial

Não bastasse a inabilidade do vice-presidente Luis Paulo Rosenberg, que conseguiu a proeza de passar um ano inteiro sem fechar patrocínio para o atual campeão brasileiro, invicto da Libertadores e representante brasileiro no Mundial de Clubes, tivemos agora o “auxílio” de outros departamentos para inviabilizar a entrada de dinheiro no Corinthians.

Ninguém, presidente e vices, além do departamento de futebol profissional e também o jurídico, se atentou para o fato da FIFA permitir apenas que empresas que patrocinaram o clube durante os torneios que o classificaram ao Mundial de Clubes possam figurar na camisa alvinegra no final de ano, no Japão.

E o contrato não pode ser provisório.

Rosenberg, nos últimos dois meses, buscou negócios pontuais para o clube exibir no Japão, perdendo tempo precioso que poderia ter sido utilizado de maneira mais inteligente.

O resultado de mais este ato incompetente deixou o clube amarrado a poucas opções de empresas, que, sabedoras da falta de alternativas alvinegra, certamente jogarão o preço do acordo para baixo.

Isso, é claro, se algum negócio de fato vier a ser fechado, o que, convenhamos, com o histórico recente de trapalhadas e calotes da atual gestão corinthiana, fica bem difícil de apostar.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: