Advertisements

Defesa entrega e Brasil é eliminado pelo Japão no Futebol Feminino

Fechando uma decepcionante participação nas Olimpíadas, a Seleção Brasileira Feminina de Futebol perdeu para o Japão, por dois a zero, e sequer chegou às semifinais do torneio.

Pior desempenho de sua história.

Vítima novamente do descaso da CBF, que nada contribuiu para a melhora do esporte no país, escolhendo ainda um treinador, Jorge Barcellos, que certamente não é do ramo.

Marta também jogou bem abaixo do que se esperava, e o setor defensivo… simplesmente um horror !

O Brasil dominou amplamente os primeiros 20 minutos da primeira etapa, criando oportunidades e marcando as japonesas no ataque, que mal passavam do meio campo.

Aos 16 minutos, Renata Costa perdeu gol incrível, dentro da pequena área, batendo por cima da meta.

Fukumoto fez milagre aos 19 minutos, em batida de Formiga que entraria no ângulo esquerdo.

Porém, a medíocre defesa brasileira conseguiu, em cinco minutos de futebol pavoroso, entregar o primeiro gol ao Japão.

Aos 22 minutos, Ohno se aproveitou de bate-rebate e tocou por cima, em bola que passou perto.

Um minuto depois, Miyama fez o que quis com a zaga brasileira e bateu, com enorme perigo, à direita de Andreia.

Coube a Ogimi, que já havia perdido gol um minuto antes, em falha da arqueira do Brasil, desta vez, aos 26 minutos, quando a zaga nacional parou em batida de falta, com enorme categoria, abrir o marcador.

Daí por diante, as japonesas, tranquilas, levaram o jogo em ritmo lento, aproveitando-se também de lamentável jornada de Marta, que sequer conseguia dominar uma bola.

Somente nos minutos finais, aos trancos e barrancos, o Brasil tentou pressionar, mas quase nada criou.

No segundo tempo, sem alternativa, as brasileiras até buscavam o ataque, mas paravam invariavelmente na fortíssima marcação adversária.

Criou duas chances razoáveis, com Marta, de falta, e Cristiane, em cabeçada que passou perto do travessão.

Mas, aos 27 minutos, as japonesas puxaram contra-ataque, e Ohno nem precisou se esforçar para cortar Erika dentro da área a bater no ângulo direito de Andreia, marcando um golaço.

Dois a zero que foram administrados pelas asiáticas até o apito final.

Pior ainda do que a derrota é notar que não há perspectivas de melhoras para o futuro, nem administrativas, muito menos de renovação de elenco, haja vista que claramente a geração atual, que tanta alegrias nos proporcionou em anos anteriores, visivelmente já está desgastada.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: