Advertisements

Preocupante vitória da Seleção Brasileira na estreia Olímpica

A Seleção Brasileira venceu o esforçado Egito por três a dois, numa partida complicada em sua estreia nas Olimpíadas de Londres.

Se o ataque esteve bem, com destaque para Oscar, seu setor defensivo não inspirou confiança, com Juan e Thiago Silva aparentando desentrosamento.

O resultado foi um sufoco desnecessário na segunda etapa, após abrir três gols de vantagem na primeira, preocupante em se repetindo com equipes mais qualificadas.

A primeira etapa começou com o Egito atacando a Seleção Brasileira, que parecia ainda se ambientar na partida.

Logo aos 2 minutos, Elneny passou por Juan e bateu para boa defesa de Neto.

Empolgado, o Egito, que conseguia marcar bem o ataque brasileiro, ficava mais tempo com a bola, porém encontrava dificuldades em concluir suas jogadas.

O primeiro indício de que o Brasil acordou no jogo ocorreu aos 9 minutos, quando Hulk fez grande jogada pela direita e roloy para Neymar, dentro da área, bater com perigo à esquerda do gol.

Três minutos depois o goleiro Neto tentou dar um chutão para o ataque, a bola pegou no atacante egípcio e, por pouco, não levou o gol.

Aos poucos o Brasil passou a dominar mais as ações, com Oscar, o melhor em campo, se movimentando bem e criando alternativas interessantes de ataque.

Numa delas, aos 16 minutos, o novo meia do Chelsea serviu Rafael, dentro da área, que cortou a zaga e bateu cruzado, abrindo o marcador.

Logo depois, aos 25 minutos, Oscar aproveitou-se de bobeada da zaga adversária, ganhou na corrida, fintou o goleiro e serviu de bandeja para Leandro Damião ampliar.

Quatro minutos depois, cada vez mais a vontade do jogo, o Brasil fez o terceiro, quando Neymar tabelou com Leandro Damião e marcou o seu, de cabeça.

Aos 40 minutos o goleiro do Egito saiu bem do gol e impediu novo tento de Leandro Damião.

Na segunda etapa o Egito partiu com tudo para o ataque, equilibrando as ações, aproveitando-se da frágil defesa brasileira.

Logo aos 6 minutos, Thiago Silva falhou em levantamento na área, e Aboutrika, pegando rebote da trave, diminuiu o marcador.

Dois minutos depois Neymar quase marcou de cabeça, após bom levantamento de Hulk.

Aos 11 minutos, Marcelo entregou de bandeja, mas salvou o gol depois, em boa recuperação.

Fathi quase marcou, aos 15 minutos, em bela batida de fora da área.

O segundo gol egípcio, absolutamente merecido, aconteceu aos 30 minutos, quando Juan falhou e a bola sobrou para Salah, sozinho, escolher o canto e marcar.

Nos minutos finais, temerosa, a Seleção Brasileira tratou de acionar seus jogadores mais habilidosos, que prenderam a bola no ataque, evitando assim a possibilidade de um desastre.

O resultado valeu pelos três pontos na estreia das Olimpíadas, mas serviu também para alertar ao treinador brasileiro de que há ainda muito trabalho a ser realizado para que o Brasil possa, enfim, conquistar a tão sonhada medalha de Ouro.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: