Justiça que estais no Tribunal

Por CARVALHO NETO*

Juvenal Juvêncio é advogado, ex-deputado estadual, ex-investigador de polícia e atual presidente do São Paulo Futebol Clube.

Juvenal foi diretor de futebol do São Paulo entre os anos de 1984 e 1988.

Assim que assumiu o cargo, dispensou Waldir Peres, Renato Pé Murcho e Zé Sérgio.

Após o mandato de Carlos Miguel Aidar, foi eleito presidente por apenas um voto de diferença.

Presidiu o São Paulo de 1988 a 1990.

Entre 2003 e 2006 voltou a atuar como diretor de futebol durante a gestão do presidente Marcelo Portugal Gouvêa.

Em 2006 tornou-se presidente do São Paulo novamente.

Em 2008 foi reeleito ao vencer a oposição liderada pelo ex-judoca Aurélio Miguel.

Em abril de 2011 Juvenal foi eleito pela terceira vez consecutiva.

O Estatuto do São Paulo proibia três mandatos seguidos para o mesmo dirigente, mas a situação viabilizou a mudança do documento em reunião do Conselho Deliberativo, aproveitando interpretações divergentes.

A oposição contestou a mudança das regras do clube, pois alega que qualquer alteração deveria passar por assembléia geral dos sócios.

No dia 21 de março de 2012, a justiça anulou o terceiro mandato.

Juvenal recorreu e continuará no cargo até o novo julgamento.

Enquanto o novo julgamento não acontece, a torcida sofre as conseqüências desta manobra política.

Em tom de revolta, convido vocês a orarem comigo:

“Justiça que estais no Tribunal,

Respeitada seja a vossa decisão,

Venha a nós a decisão

Seja feita a anulação

Assim no júri como no Tribunal.

A esperança de cada dia nos dai hoje,

Perdoai a nossa pressão

Assim como nós perdoamos

A demora da anulação

E não nos deixe desesperançosos

Mas livrai-nos do Juvenal

Amém.”

*CARVALHO NETO é torcedor do São Paulo, 25 anos, dono do Botequim SPNET

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.