Advertisements

Coluna do Fiori

fiori4 

FUTEBOL: POLÍTICA, ARBITRAGEM E VERDADE

Fiori é ex-árbitro da Federação Paulista de Futebol, investigador de Polícia e autor do Livro “A República do Apito” onde relata a verdade sobre os bastidores do futebol paulista e nacional.

http://www.navegareditora.com.br   Email: caminhodasideias@superig.com.br

apito

A RENÚNCIA DO PRESIDENTE DA ANAF

Com surpresa recebi através e-mail a informação da abdicação do atual presidente da ANAF Jorge Paulo de Oliveira Andrade, este acontecer me fez voltar ao período eleitoral quando ouvimos e lemos acusações de lado para outro.

AUDITORIA

O agora renunciante prometeu contratar auditoria para apurar os desmandos da gestão presidida pelo “incorrupto” José Assis Aragão e seus aliados dentre estes: Sérgio Correa da Silva principal comandante da famosa e “apolítica” CONAF – Comissão Nacional dos Árbitros de Futebol.

Nada foi efetivado por falta de dinheiro no caixa da associação.

Deste modo os “impolutos” foram esquecidos, sendo assim, permanecem as duvidas sobre a pratica de ilegalidades ocorridas na administração de José Assis Aragão.

Por conhecer os métodos do antigo administrador do estádio Paulo Machado de Carvalho, nosso querido Pacaembu, creio que as mesmas ocorreram.

DESCONFIANÇA

Liguei meu desconfiometro, não me convenci deste renunciar, todos que acompanharam o período eleitoral da entidade nacional dos árbitros de futebol recordam-se dos problemas ocorridos tanto na área judicial, quanto das ameaças físicas e perseguição desferidas pelos então situacionistas aos árbitros que apoiavam a chapa liderada por Jorge Paulo Oliveira Andrade.

Creio que o real motivo da renúncia possa ter sido político, ou seja, a interferência dos execráveis que direta ou indiretamente comandam o futebol.

ESCLARECIMENTO

Jorge Paulo deveria vir a publico e esclarecer objetivamente quais foram os reais ou o real movedor de sua abdicação.  

NEBULOSO

Este é um dos muitos momentos nebuloso que envolve o futebol e seu setor de árbitros, reporto o jornalista Boris Casoy quando diz:

“Isto é Uma Vergonha !”

BRASILEIRÃO SÉRIE A

 

PALMEIRAS x INTERNACIONAL

Árbitro: Wilson Sampaio (DF)

O árbitro acertou na marcação do pênalti, contudo, lhe faltou coragem ao não ter expulsado Diego Souza quando do inicio de confusão.

Naquela altura Diego possuía o amarelo, neste episódio sobre a vista do árbitro após pequeno incidente, Diego Souza estando de frente de seu oponente, desferiu leve pontapé e com a mão aberta de maneira provocativa deu leve tapa na orelha direita do mesmo, como sempre, o árbitro usou o denominado expediente brasileiro de agir, preferiu conversar com os atletas.

Este procedimento fere as leis do jogo, incentiva a indisciplina e, torna-se copia das decisões tomadas pelos comentaristas da Plim, Plim, dentre eles Renato Marsiglia comentador  deste evento, ante este fato Marsiglia afirmou  que o árbitro agira corretamente, com este posicionamento sou convencido que ele e seus seguidores se merecem.

CORINTHIANS x BOTAFOGO

Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (BA)

Com péssima atuação tanto na parte disciplinar quanto na aplicação das leis do jogo.

No lance de Jucilei que driblou Fahel, caíndo em seguida o árbitro assinalou a marca penal, erro gravíssimo.

Após receber o cruzamento efetuado por seu consorte Alessandro, André Lima esticou o braço e com a mão colocou a bola no fundo da rede.

Neste acontecimento notei o mal posicionamento do árbitro, estava fora da área grande e mais para o lado direito do ataque, em verdade deveria estar do lado esquerdo, próximo ao bico da área grande ou em local de total visão sobre a jogada  e de frente para seu assistente que também cometeu erro por não estar atento.

No lance do pênalti a favor do Corinthians, Jorge Henrique simulou que foi empurrado por Thiaguinho e Arilson da Anunciação assinalou a marca penal, Dentinho cobrou o goleiro botafoguense rebateu a bola voltou para Dentinho que a mandou pro fundo da rede.

EM TEMPO:

No meio da semana o árbitro Arilson Bispo da Anunciação, houvera atuado na partida entre São Paulo x Fluminense com atuação normal, entendo que deveria ser preservado e retornado as origens para sentir que todos que se enchem de razão podem tropeçar na próxima etapa, como aconteceu com o próprio.

CULPADO

O sorteio colocado fixado no Estatuto do Torcedor por obra dos repulsivos parlamentares é pura balela, entendo que o maior culpado pelo escalar do árbitro Arilson Bispo da Anunciação na partida entre Corinthians x Botafogo, tenha sido Sérgio Correa da Silva presidente da ANAF.

PEDIDOS

Ao escalar árbitros de todos os estados, Sérgio Correa da Silva me convence que atende a pedidos de políticos ou de representantes das diversas categorias que se julgam senhores da vida brasileiras, conforme o fez em tempo não muito distante o senador Delcidio Amaral que presidiu a CPI dos Correios, ao efetuar pedido em favor da indicação do árbitro Elvécio Zequetto para o quadro internacional de árbitros (FIFA)

A ligação entre árbitros, políticos, ou representantes de carreiras publicas é repulsiva, e ocorre com naturalidade, a meu ver,  os que pedem, os que interferem, bem como aqueles que as aceitam, são abjetos.

POLITICA

Como de costume durante a madrugada os parlamentares federais aprovaram o aumento do numero de vereadores para as câmaras municipais dos diversos municípios desde corrompido país.

O famoso ‘braço curto” que pouquíssimo trampou, comete barbaridades e cala os senadores Mercadante e Suplicy nos quais depositei meu voto com a esperança de ser representado na defesa da integridade e da ética, no entanto fui traído pela subserviência de ambos aos caprichos do distribuidor de bondades que usa do arrecadado dos impostos que pagamos e alimenta o pouco ou nada fazer, como também, os sem isto ou aquilo.

VEREADORES DE SÃO PAULO

Estes usurpadores da ética e do bem publico, usam de nosso voto para auferirem vantagens e para presentearem com o titulo de cidadão de nossa cidade aos amigos, financiadores de suas campanhas e comunicadores das diversas áreas, dando suas costas para todos nós.

Dias destes li em algum periódico que alguns vereadores da cidade de São Paulo fariam pedido para que fosse cassado o titulo concedido  e recebido pelo médico Roger Abdelmassih, conforme propositura da então vereadora Miriam Athiê.

Estou no aguardo da cassação do titulo de cidadão recebido pelo ex-presidente da FPF Eduardo José Farah, conforme consta em meu livro “A Republica do Apito” na pagina 167.

Em um dia telefonei para o gabinete do vereador Arselino Tatto  expondo o problema Farah, do outro lado da linha  o vereador Arselino disse-me: Tenho a proposta de número 36/94 de 28 de abril do mesmo ano, na mesma solicito a retomada do titulo concedido para Eduardo José Farah.

Conclusão:

Estamos no ano 2.009, Farah continua a ostentar a comenda concedida pelos vereadores da capital do estado de São Paulo, usando o nome de todos os habitantes da maior cidade deste Brasil, brasileiro.

ABERRAÇÃO

Passou em muito da hora de se frear estas  aberrações, o Titulo de Cidadão da cidade de São Paulo, como o de todas as cidades, deveriam ser concedidos a expoentes qualquer que fosse sua natalidade, como também, suas áreas de atuação.

Ressaltando que a concessão deve ser em casos raríssimos.

É DANDO QUE  SE RECEBE

Os vereadores fizeram da concessão de títulos a verdadeira ação entre amigos usando a representatividade que lhes concedemos temporariamente, nos traem na maior cara de pau neste e em vários outros contextos, não são merecedores do nosso voto e grande parte dos que lá querem estar, também não o são.

Acorda São Paulo e,

Acorda Brasil

SP/29/08/09

Advertisements

Facebook Comments

10 comentários em “Coluna do Fiori”

  1. Braço longo: Não li e não gostei do seu artigo. Onde o Sr. aprendeu a escrever essa linguagem empolada?

  2. Talves com seu tutor, comandante do palacio do planalto.

    zamperetti fiori

    cidadão e,
    ex-árbitro de futebol

  3. Luiz,

    Tenha uma boa noite, se o senhor ñ leu, ñ deveria ter postado o comentario acima.

    Este proceder é proprio dos defensores do nada fazer e do muito querer,
    inventivados pelo q. auto-intitulado + ético de tds os brasileiros, q. pouco trampou, muito agitou e milionario ficou, tendo como seguidores os bate-pau dos sindicatos, seus dirigentes e os dirigentes da UNE.

    tenha ótimo fim e inicio de semana.

    zamperetti fiori

    cidadão e,
    ex-árbitro de futebol

  4. Este Euclides Zamperetti é o Senhor da Razão. Todo mundo não presta pra ele. Todo mundo é político ou faz algo político.

    PERGUNTO: QUEM PARA O SENHOR É CORRETO SENHOR FIOR. NÃO VALE FALAR QUE VC É CORRETO.

    Diga-nos SENHOR DA RAZÃO que só ouve a sua própria voz e não ouve ninguém e mesmo que ouça NÃO CONCORDA.

    SENHOR DA RAZÃO antes que tente dizer que sou isto ou aquilo eu falo:

    SOU ADMINISTRADOR DE EMPRESAS, GOSTO DE FUTEBOL, NAO SOU ÁRBITRO DE FUTEBOL E NÃO CONHEÇO NINGUÉM DO MEIO.

    O SENHOR DA RAZÃO DEVE SABER A RESPOSTA PARA TUDO.

    FAÇA O SENHOR AS ESCALAS DOS JOGOS.

    FAÇA O SENHOR AS LEIS DO JOGO.

    FAÇA O SENHOR A CONSTITUIÇÃO.

    PELA SUA EXPOSIÇÃO VC, SE FOSSE UM REI, CORTAVA A CABEÇA DE TODOS POR SÓ VER FANTASMAS.

    EUREKA EUCLIDES!

  5. “No lance de Jucilei que driblou Fahel, caído em seguida o árbitro assinalou a marca penal, erro gravíssimo.”

    Pergunta sobre a frase acima: quem estava caído? O Jucilei? O Fahel? Ou o próprio árbitro?

    Não consegui entender. Aguardo.

    grato.

  6. Putz, acusou o golpe. Responder novamente depois de algum tempo, é pq ficou remoendo isso, hein? Toma um suco de maracujá.

  7. Senhor Artur

    Não lhe perguntei qual sua função profissional, nunca me intitulei senhor da razão e da honestidade, porém, em se tratando de seguir a linha + proxima da mesma lhe afianço que disputo com o senhor ou com quem queiras indicar, sua colocações são ostensivas não me conhece, portanto, poderias ter sido ser pouco + educado.

    Se sois administrador de empresa faça em sua função o inverso dq. fazem a maioria de nossos “representantes” quando no exercicio de seus cargos ou fora deles, segui-los é péssimo negócio em matéria de moral + lucrativo financeira e materialmente.

    Sobre as leis do futebol as conheço, minhas opiniões são ao árbitro, nunca a pessoa física vez neste aspcto todos merecem meu apreço, exerci a função e defendia a todos quando eram agredidos fisica ou moralmente.

    Agora se queres dizer siobre minhas opiniões aos póliticos, entendo q. a grande maioria é composta de aproveitadores e usurpadores de nossas esperanças, deste .q estas ñ carreguem o condão de interesses pessoais, ou seja , o famoso:

    Toma Lá Dá Cá.

    Bem hj é domingo o primeiro dia da semana, espero e tenho certeza que no decorrer da mesma, seus negócios e sua vida no convivio com os seus seja feliz.

    abraços , volte sempre.

    zamperetti fiori

    cidadão e,
    ex-árbitro de futebol

  8. Quanto a cortar cabeças, tenha certeza que os canalhas, os aproveitadores, ladrões de esperança, falsos pregadores, etodos os lideres de trambiques jundo con seu bate-paus, também o seriam.

    Devemos seguir a verdade e a realidade,como aceitar q. alguem e os seus em pouco tempo aufere patrimonio sem ter ganho em loteria, mesmo tendo ocupaçõa decente oui representativa?
    zamperetti fiori

    cidadão e,
    ex-árbitro de futebol

  9. Caro senhor Roque,

    Se jucilei fintou seu oponente e teatralmente se jogou a chão e caiu, ñ é doido, fez seu papel e o árbitro foi na dele.

    Agora em meu postado econtra-se a palavra caido, o correto é caindo.

    abraços se possivel volte sempre

    zamperetti fiori

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: