Advertisements

A Máfia do Apito roubou, mas se livrou, no País do Mensalão

Três desembargadores de São Paulo, Cristiano Kuntz, Franciso Menin e Fernando Miranda, decidiram ontem, que os árbitros brasileiros podem roubar a vontade.

E que, mesmo confessando os crimes, estarão livres da punição.

O precedente está aberto.

Edilson Pereira de Carvalho deverá escrever mais um “Best-seller”.

“O crime compensa em Munchausen”

Com prefácio de Sergio Alvarenga, diretor jurídico do Corinthians, que auxiliou em sua defesa.

Facebook Comments
Advertisements

37 comentários sobre “A Máfia do Apito roubou, mas se livrou, no País do Mensalão

  1. Rafael Costa

    O mal exemplo vem de cima, agora no Brasil baster dizer que: “Eu não sabia de nada”, que estará tudo resolvido.

  2. Júnior Fontes

    Quero saber onde estão os defensores do Brasil agora??

    A Argentina, Bolívia e Vietnam (pra não dizer Europa e humilhar) só começaram o torneio com dividas pagas e/ou arbitros afastados, mas nós brasileiros conseguimos ser mais gentinha do que esses 3 países.

    Conseguimos ter índole de pirata, ver o roubo, achar bonito e aplaudir…

    Ser desembargador em SP é sinonimo de ser bandido chefe de quadrilha, seja por permitir o crime organizado em troca de dinheiro, seja por permitir que o filho atue no sub11 do Corinthians sem diploma ou seja por permitir que um bicheiro lhe de ordens!!

    Esse país fede a podridão, pois ele é como uma fruta saudável e madura, mas por dentro está cheia de bichos e vermes que somos nós brasileiros.

    O brasileiro que participou disso, o brasileiro que ve e nao faz nada, e pior o que ve e apoia indo a estadio, dando $$ ao clube, deveria ter vergonha de chegar em casa e olhar pra cara da família!!

    SERÁ QUE NINGUÉM AINDA PERCEBEU QUE NOSSO FUTEBOL TODO JOGO É COMPRADO E ARMADO O RESULTADO DE ACORDO COM AS CASAS DE APOSTAS?

    SERÁ QUE NINGUÉM VE QUE AS APOSTAS FABRICAM CAMPEÕES E VITORIOSOS?

    SERÁ QUE NINGUÉM QUVIU PROTÓGENES QUANDO ESTE AFIRMA QUE AINDA EXISTEM 29 PESSOAS ENVOLVIDAS NA MAFIA DO APITO ATUANDO??

    PAGAR PRA IR A ESTÁDIO, PAY PER VIEW E PRODUTOS DE UM ESPORTE DE GENTE CHULA E BANDIDA, QUE NÃO JOGAM HONESTAMENTE E ENGANAM OS MILHÕES DE BRASILEIROS QUE POR CULTURA, NÃO POSSUEM O INTELECTO SUFICIENTE PRA VER QUE DESONESTIDADE E BANDIDAGEM É ALGO RUIM!!

    PÁTRIA DOS BANANAS!!

  3. Gustavo Leite

    Parabéns Kia, pela compra do Camp. BR de 2005.

    Comprou
    Não Pagou
    E Levou …

    Isto é Brasil, a cara do Curincha!!!
    E o contrato com a MSI continua vigente … que blz!!!

  4. Luís Carlos

    Tava na cara que ninguém seria condenado. Caso contrário, seria crime roubar no Truco ou blefar no Pocker.

  5. Roger Aquino

    Este é o Código Penal brasileiro. A grande verdade é que o Edilson ganhou, no mole um baita dinheiro de um bando de trouxas, pois se observarmos bem os 11 jogos que ele apitou, não veremos êrro algum, que prejudicasse esse ou aquele. Pior foi a atitude do Zweiter, que por conta própria, anulou os jogos e prejudicou o Internacional. Hoje em dia vemos coisas muito piores e a imprensa toda afirma que o árbitro é humano e o êrro possível. Será? Toda a semana tem alguns bem cabeludos.

  6. Luís Carlos

    Parece que o time da modinha agora é o entregacional. Tá todo mundo debandando pra lá.

    Estou pensando em abrir uma fábrica de lenços em Porto Alegre. Parece que pode dar uma boa grana.

  7. colorado

    E alguem tem dúvida que o campeonato de 2005 foi comprado?
    Alguém tem dúvida que o de 2008 também?
    E em 2009, alguem tem dúvida que algum clube de SP leva o caneco?
    Eu voto no Palmeiras. Afinal os outros dois já foram beneficiados.
    É o pais da vergonha e dos sem vergonha. Estamos pior que o Paraguai

  8. Rodrigo

    Que crimes foram confessados? Se houvesse crimes a ação penal teria prosseguido, Paulinho. Não custa conversar com um bom advogado (e você certamente tem um) para que este lhe explique as razões da decisão judicial. Com exceção dos promotores que atuaram no caso, você vai encontrar pouquíssimos juristas que não concordam com a decisão dos desembargadores. O entendimento deles é quase unanimidade. Eu, particularmente, considerei os dois pedidos de vista uma demonstração de que os desembargadores gostariam de encontrar algum modo de enquadrar os integrantes da Máfia do Apito em condutas tipificadas para dar uma resposta a sociedade. Mas não era possível. Só isso. Acho que há de se ter um pouco mais de responsabilidade ao criticar nossas instituições. O Judiciário com certeza não é perfeito. Só que está longe de ser o vilão nessa história.

  9. euclydes zamperetti fiori

    Com este decidir acredito q. os advogados de Edilson Pereira Carvalho deverão entrar com ações sobre danos morais e outras medidas.

    Mesmo confessando ter acintado as entranhas de nossa gente, nossos “ilustres desembargadores” ñ encontraram na lei nada q. incrimina-se aos árbitros e a outros integrantes da Máfia do Apito, isto é a total afirmação de q. os integrantes do Congresso são um bando de deformados morais e ladrões de nossas esperanças quanto a mudança da cultura do: É dando q. se recebe.

    Estes canalhas ñ formatizam leis fortes para nelas ñ cairem e nem seus seguidores, parentes e afins.

    Além disto grande maioria destes “representantes do povo” é composta de formandos e militantes do direito, com isto, sempre colocam nas leis brechas para recursos.

    Conclusão:

    Ai encontramos um dos motivos da lentidão judicial.

    Acorda Brasil

    zamperetti fiori

  10. mike

    Exato.

    O que acontece, é que a mída, no açodamento de indicar “vilões” apontar culpados antecipadamente e fazer condenação sumária, se vê frustrada quando o judiciário não acompanha a “sentença condenatória” já previamente proferiada.

    A solução nesses casos e vir com essas de “isso é Brasil”, “Viva a impunidade” e “país do mensalão” e outras abobrinhas.

    Talvez o que boa parte da impresa quer é a eliminação do poder judiciário, valendo suas manchetes como provas irrefutáveis para condenar ou absolver as pessoas!

  11. SILVIO MORELLO

    Para comemorar a pizza,nada melhor quem uma

    Ingredientes
    – 1 disco de pizza
    – molho de tomate
    – 200 g de cogumelos em lascas
    – 2 colheres (sopa) de mostarda
    – 2 colheres (sopa) de ketchup
    – 1 tomate picado
    – 1 dose de conhaque
    – 200 g de mussarela
    – 8 ovos de codorna
    – 200 g de amendoim em pó (bater no liquidificador)
    – azeitonas verdes e pretas picadas
    – salsinha e azeite a gosto

    Modo de Preparo
    Forre o disco de pizza com o molho de tomate
    e depois cubra com a mussarela. Tempere
    os cogumelos em lascas com a mostarda, com o ketchup,
    com o conhaque e com os tomates picados. Coloque em
    cima da pizza essa mistura. Jogue as azeitonas e o
    amendoim batido no liquidificador distribuindo
    uniformemente sobre a pizza.Cozinhe os ovos de codorna, descasque-os, corte-os ao meio
    e distribua sobre a pizza, regando com um pouco de
    azeite. Assim que a pizza estiver assada, coloque um
    pouco de salsinha picada.

  12. Luís Carlos

    Quem livrou a cara dos caras não foi o judiciário. Foi a Veja, que estragou a investigação da Polícia Federal.

  13. Rodrigo

    Eles não poderão entrar com ações pedindo danos morais pois não há fundamento jurídico que sustente isso. Eles praticaram atos ilícitos, não há dúvida. Só que não ilícitos penais. Como estacionar em local proibido. É ilícito, mas não é crime. Eles poderão ainda sofrer sanções em outras vias que não a penal. Administrativamente as árbitros, ao que parece, já foram punidos. Podem ainda ter de indenizar quem sofreu prejuízos causados por seus atos, por exemplo. Cabe aos prejudicados buscar a justiça cível para que isso ocorra.

  14. José Carlos

    Mas aí é que está o maior dos problemas: NÃO É CRIME!! Não há lei que defina a conduta como crime. Tentar enquadrar como estelionato é forçar a barra, tentar dar o famoso “jeitinho”. Ah, a lei não diz que é crime, mas é errado, é imoral então o judiciário tem que dar “jeitinho” pra punir os imorais. Você deveria fazer uma campanha, um abaixo assinado para tipificar a armação de resultados esportivos, tornar a conduta crime e enviar o abaixo assinado para o congresso. Se isso ocorrer novamente, os culpados seriam punidos. Mas é mais fácil cruzar os braços e dizer “tsc, tsc, só no Brasil…”

  15. Alexandre Cereja

    Esse caso não é para ser resolvido na área criminal, já que os fatos em nenhum momento se enquadraram no tipo penal do estelionato, que era o que o Ministério Público queria.
    Você, como leigo que é em assuntos jurídicos, comenta que houve roubo, mas nem de perto se trata disso. É só ler o Código Penal para verificar o quão errado está.
    Como já havia casos similares anteriores em que os tribunais afirmaram que tais condutas não são figuras típicas, penalmente falando, essa ação criminal estava fadada ao insucesso.
    A questão deveria ter sido tratada no âmbito cível e algumas pessoas realmente ajuizaram ações nesses sentido e acabaram ganhando indenizações da CBF. Esta por sua vez, teria direito de regresso bem como ação independente por danos morais contra os responsáveis e aí seria feita a verdadeira Justiça.
    Mas, estranhamente, a CBF nada fez e os jornalistas tb nadam trataram a respeito.

  16. Marcio

    Não é esse o caso, meu amigo, o árbitro confessou o crime. O bando de criminosos togados que infestam nossa justiça não viram crime nenhum, mesmo o vagabundo confessando. então, está comprometido todo resultado de partida em que ouver “erro” do árbitro. A propósito: mau é o contrário de bom; e mal é o contrário de bem, portanto: o mau exemplo….

  17. Fabio Queiroz

    Pois é. Tem muita gente que confunde as coisas, por paixão clubisticas e principalmente ódio aos extremos ao Sport Club Corinthians Paulista.O que que tem haver o furico com as calças?!
    O que Luiz Zveiter fez na época foi polêmico sim, mas justo, pois quem foi pilantra não foi Luiz Zveiter, não era ele que estava fazendo jogatinas.
    Quem foi para o banco dos réus não foi Luiz Zveiter e sim Edilson Pereira de Carvalho que orquestrou resultados pra encher o bolso de dinheiro.
    Lamentavelmente não deu em nada!

  18. Marcio

    Desembargador corrupto, árbitro ladrão, dirigente bicheiro, campeonato roubado só é normal pra corintiano alienado como vc.

  19. Marcio

    Duvido que não exista nas leis “provocar prejuízo financeiro a terceiros” ou “participar de quadrilhas para lezar outros” ou “réu confesso por receber vantagem para prejudicar terceiros” enfim… Acontece que agora esse vagabundos vão entrar com processo contra a união e receber gorda quantia em dinheiro, para ser dividida entre os advogados , promotores e desembargadores.

  20. Rodrigo

    A falta de informação é que provoca comentários como o seu. Eles não vão entrar com ação contra União. Até porque eles lesaram terceiros e isto é contra a lei. Mas é um ilícito CIVIL, não penal. Eles podem ser punidos em outras esferas que não a criminal. E já existe ação do MP nesse sentido. E qualquer um que se sinta lesado também pode procurar a justiça. Só não se pode confundir as coisas. Eles não praticaram crime porque na época a legislação não contemplava essa situação como criminosa.

  21. emir

    Vc e seu mau hábito de confudir o advogado com os problemas jurídicos do cliente. Suas manifestações contra o direito de defesa raspa o fascismo. Defesa para alguns, para outros não ? Vc que se espelha no Juca Kfouri deveria mirar o exemplo dele. JK é acido nas criticas, mas não um bravateiro a esmo. O Dr. Sergio Alvarenga, que, registre-se, não é meu amigo pessoal, é um excelente adv. criminalista e apenas exerceu, em sua plenitude, a defesa do seu constituinte, cumprindo seu dever ético profissional, honrando o juramento firmado com a OAB.

  22. Nitto

    Se o campeonato brasileiro de 2008 foi mesmo comprado por meia dúzia de ingressos do show da Madonna, vamos todos desistir do futebol brasileiro e torcer pra jogo de peteca então.

    Pela sua lógica, qualquer um que chegar com 1200 reais na mão leva o campeonato??? Pô, então vou começar a juntar dinheiro que até o final do ano eu compro o título do BR-09 pro meu time.

  23. Nitto

    Mas, dentre todos os advogados do Brasil, só ele é bom o suficiente pra representar este constituinte????

    Ele, como excelente advogado que você diz que é, deveria ao menos ter pensado na posição que ocupa no clube que mais foi beneficiado pela máfia do apito, direta ou indiretamente (não sabemos).

    Não sei se o problema é ético ou apenas de bom senso, mas com certeza o tal Dr. Alvarenga poderia ter indicado alguém pro lugar dele nessa né??? Ele assumir a defesa dos réus neste caso específico dá MUITO, mas MUUUUUUUIIIIIITOOOOOOOOO pano pra manga.

  24. Marcio

    kkkkkkkkk…….cumpriu seu dever…iac..iac..iac..kkkkk ad. criminalista ético..kkkkkkkkkkkkkkkcompromisso ….uasuasuasusausOAB KKKKKKKKKKKK JURAMENTO…KKKKKK honrado…ausuasususausausuasuausausuukkkkkkkkkkk

  25. Diogo Oliveira

    Concordo plenamento com o que disse os colegas José Carlos, Alexandre Cereja e Emir.

    Paulinho, maaaais uma vez, cada macaco no seu galho.

    Vc tem futuro como jornalista.

    Como jurista é um fracasso.

  26. Joao

    É mister aduzir, exordialmente, que os reus da trancada ação penal, não confessaram crime algum, confessaram sim uma conduta que possui um grande desvalor social, todavia é irrelevante para o direito penal. A doutrina penalista hodierna consagra, basicamente, com alguma divergência, duas teorias no tocante ao crime, uma é a bipartida e outra tripartida. Em ambas para se consubstanciar um crime ou delito é necessario a tipicidade, ou seja, uma norma penal incriminadora, e que a conduta seja antijurídica ou que não possuam excludente de ilicitude (art. 23, CP) diferem as teorias supras no campo da culpabilidade, todavia não tecerei maiores comentários nesta breve cognição, porquanto quando não há um desses elementos do delito no caso concreto, não precisa-se analisar a culpabilidade.
    Ademais, a tipicidade deriva da Lei Mater expresso nos princípios da legalidade ou reserva legal no qual não há crime sem lei anterior que defina, nem pena sem prévia cominação legal (art.5, inc. XXXIX CF e art. 1, CP). Admitir em sentido contrário seria ab-rogar a alma e o espírito da Carta de 88 que foi fruto da luta incessante de pessoas que se contrapunham a ordem jurídica anterior; seria tornar a Constituição, como dizia o excelso jurista Ferdinand Lassale, uma folha de papel em branco que para nada serve. A tentativa do Parquet (Ministério Público) do estado de São Paulo é lamentavel, pois conhece o direito positivo vigente, e tenta confudir a opinião pública, atráves da imprensa que pouco ou nada conhece de direito. A tentativa de amoldar a condutas dos agentes ao estelionato chega a ser rídicula, mormente pelo fato de que não se coaduna nem com o elemento objetivo do estelionato. Qualquer causídico ou academico de direito sabe isso. Destarte congratulo os emitentes desembargadores pela postura de não julgar somente clamor público, pois tornariam grassa a insegurança jurídica. É indubitável que a conduta dos envolvidos na denominada máfia do apito é reprovada por todos devendo ser punida na seara civil e não na penal. Todavia, desconheço se algum clube ou interessado solicitou a prestação jurisdicional neste caso. Se não o fizeram até agora não o farão mais, pois o prazo prescricional para se intentar a responsabilidade civil é de três anos , conforme o Codigo Civil. Diante do exposto, cabe a opinião pública se manisfestar para que o legislador ordinário tipifique a conduta.

  27. ANDRADE NETO - SÃO PAULINO E CIDADÃO

    A IGNARA POPULAÇÃO DESTE MALFADADO PAÍS BEM MERECE OS LÍDERES QUE A SURRUPIAM E QUE ZOMBAM DELA. E SE NADA DE MUITO SÉRIO SE MODIFICAR, ASSIM TERMINAREMOS NOSSA HISTÓRIA. COM MAIS OITO ANOS DE PT, PV, PSOL ETC. SABE, PAULINHO, HÁ TEMPOS VENHO AVENTANDO UMA IDÉIA QUE PODERIA MUITO BEM SER POSTA EM PRÁTICA. CREIO QUE DEVAMOS ABRIR MÃO DE NOSSA INDEPENDÊNCIA. NÃO SOUBEMOS BEM UTILIZÁ-LA. NUNCA CONSTITUÍMOS UM GOVERNO SÉRIO, COMPETENTE, QUE TRABALHASSE DE FATO PARA A MAIORIA DA POPULAÇÃO. QUERO DIZER, DEVERÍAMOS DAR CABO DOS PODERES EXECUTIVO, LEGISLATIVO E JUDICIÁRIO. E COMO REALIZAR ISSO? SIMPLES: TORNANDO-NOS UM PROTETORADO DE ALGUM PAÍS MAIS COMPETENTE, INTELECTUALIZADO E HONESTO EM TERMOS POLÍTICO-ADMINISTRATIVO. VEJAMOS O EXEMPLO DE PORTO RICO. PROTETORADO NORTE-AMERICANO, O PAÍS DEU UM GRANDE SALTO QUALITATIVO E INSTITUCIONAL. POR AQUI, PODERÍAMOS SER UM PROTETORADO, POR EXEMPLO, DA UNIÃO EUROPÉIA. ADOTARÍAMOS O EURO, AS SUAS INSTITUIÇÕES, E, EM POUCO TEMPO, SERÍAMOS DE FATO UM PAÍS DE PRIMEIRO MUNDO. ESTE É O ÚNICO CAMINHO PLAUSÍVEL QUE EU CONSIGO ENXERGAR PARA MELHORAR O PAÍS. PROTETORADO JÁ! POIS AFINAL, DE QUE VALE A NOSSA INDEPENDÊNCIA SE TEMOS UM POVO INCAPAZ DE ELEGER POLÍTICOS HONESTOS, QUE ACREDITAM EM EDIR MACEDO, UM POVO QUE, ENFIM, DEVE SER TUTELADO?

  28. Ricardo

    Paulinho, você é muito ignorante em Direito.

    Que crime eles confessaram, se o fato não é típico?

  29. SIDNEY

    ENTÃO NÃO HÁ NESCESSIDADE DE CONTRATAR JOGADORES COM ALTOS SALÁRIOS, E SOMENTE PRESENTEAR COM INGRESSOS QUE É CAMPEÃO, DÔR DE COTOVELO NÃO TEM CURA.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: