Advertisements

Mafiosos condenados em São Paulo

Os bandidos internacionais Kia Joorabchian e Boris Berezovski foram condenados por “má-fé” de seus advogados.

Entre eles está Roberto Podval, que defende também o casal Nardoni e o “medico” Farah Jorge Farah.

Confira no Mídia sem Média.

http://www.midiasemmedia.com.br/futebol/seriea/corinthians/4679-Kia-Joorabchian-Berezovski-condenados-por—seus-advogados.html

Advertisements

Facebook Comments

10 comentários em “Mafiosos condenados em São Paulo”

  1. Paulinho, os advogados não tem nada a ver com os eventuais erros de seus constituintes. O adv. defende os direitos constitucionais dos acusados, como você, legitimamente, constitui adv para se defender das ações em que vc é réu. A multa aplicada pelo De Sanctis será anulada, por ser mais um dos erro do Juiz, avesso a direito de defesa. Depois vc me cobra sobre essa afirmação. Aliás, o processo foi anulado por culpa do Juiz.

  2. Isso, nada de defesa para certas pessoas. Vamos queimá-los e enforcá-los sem julgamento. Isso que queremos para uma sociedade.

  3. Perseguição vingativa não é jornalismo investigativo. Não se pode cercear o direito de defesa.

  4. Você está começando a usar de uma técnica abobinável na imprensa, seja ela esportiva ou qualquer outra. A técnica dar uma manchete e o preview do texto com muito maior impacto do que realmente é. Pelo post colocado da a impressão que foram condenados ao projeto original.

  5. Paulinho, o Wilson definiu bem acima. Pense nisso.

    Faz muito tempo que ao invés de “jornalismo investigativo”, você está fazendo “perseguição vingativa”.

    Além de não funcionar como busca da verdade, fica muito deprimente.

    No início, lia o seu blog com satisfação. Agora nem tanto.

  6. Mais uma vez, Paulinho:

    Cada macaco no seu galho!

    Você não tem a menor idéia o que representa para a advocacia Roberto Podval e Alberto Zacharias Toron.

    Eles são os “Juca Kfouri” da advocacia criminal.

    Para quem se diz jornalista e se acha na elite intelectual do país, não caia no ridículo senso comum de achar que todo advogado que defende criminoso não presta.

    Um advogado não pode ser julgado por seus clientes…

    Ou você acha que existe alguém que deve ficar sem defesa?

    Você é defensor da condenação sumária?

  7. Emir,

    Parabéns. Seu comentário está perfeito.

    O Paulinho sempre confunde a figura do advogado com a figura do cliente (que são absolutamente independentes).

    E o Juiz De Sanctis realmente é avesso ao direito de defesa.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: