Advertisements

Pró Memória: Renata Alves incrimina V(W)anderlei(y) Luxemburgo

Por AGÊNCIA SENADO

Data de Publicação: 9 de novembro de 2000

Na qualidade de ex-procuradora do  técnico Wanderley Luxemburgo, com plenos poderes, a estudante de Direito carioca Renata Alves revelou nesta quinta-feira (dia 9) à Comissão Parlamentar de Inquérito(CPI) do Futebol Brasileiro como o ex-treinador da seleção montou e operou uma rede de negócios que envolvia o recebimento de comissões pela escalação de jogadores, uso de imagem, compra e venda de veículos e transferência de dólares ao exterior.

Uma parte das informações foram fornecidas por meio de documentos ou na parte secreta do depoimento.

As revelações mais importantes foram feitas a partir de perguntas do relator da CPI,senador Geraldo Althoff (PFL-SC), que obteve da depoente respostas quase sempre precisas,e mesmo detalhes, sobre o complexo e tumultuado dia a dia de Luxemburgo.

Conforme Renata Alves, que trabalhou com o treinador de 1993 a 1997, Luxemburgo se dizia um homem”muito rico e poderoso”, titular de contas correntes e imóveis no exterior,cujo sonho era um dia morar na Europa.

De 1990 a meados de 1991, a relação de Luxemburgo e Renata não teria passado de um namoro, iniciado depois de uma abordagem do técnico ao carro da estudante.

Só em 1993,quando ela já tinha outro namorado e um filho, é que Luxemburgo a teria convidado para ser sua “procuradora”.

No entanto, durante a fase profissional do relacionamento, Luxemburgo a “chamou” várias vezes a São Paulo para”acalmá-lo”, segundo relatou.

O motivo alegado pelo treinador para convocá-la era sua tensão em face das pressões para convocar este ou aquele jogador do Palmeiras.

Renata afirmou que Luxemburgo ganhava muito dinheiro escalando ou indicando jogadores para contratação.

Citou os apoiadores Mancuso e Macula, do Palmeiras.

Entre os empresários com quem ele mantinha estreita conexão estavam Sérgio Maluccelli, do Paraná, e o espanhol Juan Figer.  

Maluccelli era também conselheiro de Luxemburgo.

Reuniam-se com freqüência na “embaixada”, mansão localizada na Barra da Tijuca, bairro do Rio de Janeiro, aonde também iam integrantes da Comissão Brasileira de Futebol (CBF).

A principal função de Renata era comprar carros em leilões judiciais, transferindo-os em seguida para a Luxemburgo Veículos, que os revendia logo em seguida com alta margem de lucro.

Em função dessas operações, a ex-procuradora está sendo processada pela Receita Federal por sonegação de imposto de renda.

– Quando procurei o Luxemburgo para saber o que fazer em relação a esse processo ele me disse simplesmente “vire-se” – contou Renata em seu depoimento.

Além de acusar Luxemburgo de ser o verdadeiro sonegador, ela reclama dele R$ 1,4 milhão em direitos trabalhistas, já que viajava pelo Brasil, sem feriado ou fim de semana, para arrematar os carros e trazê-los até o Rio.

Ela recebia dez salários mínimos fixos mais 20% de gratificação sobre o valor dos lotes arrematados.

Renata usava o seu apartamento como base das operações com Luxemburgo.

Ali ele assinava cheques e ela, folhas de papel ofício em branco, necessárias à transferência de valores e titularidades dos veículos comercializados.

Na casa dela, Luxemburgo também deixava a pasta 007 em que guardava os dólares recebidos pelas comissões de seus negócios com jogadores.

O treinador dizia receber de US$ 100 mil a US$ 130 mil por semana,dinheiro que era transferido para contas bancárias em paraísos fiscais, inclusive nas Ilhas Cayman.

– Muitas vezes ele estava em reunião e eu atendia o celular.

Era alguém dizendo que o dinheiro já estava no exterior.  

Eu achava que as comissões eram normais e éticas, porque ele falava sobre isso de maneira aberta – relatou a Renata.

Em várias ocasiões, Renata foi encarregada por Luxemburgo de transportar a pasta 007 para entregá-la ao treinador ou guardá-la em casa .

Sempre que os dois fizeram viagens internacionais, ela pôde testemunhar outro aspecto do fausto e poder vividos pelo técnico:

– Ele nunca era revistado na alfândega – contou Renata.

Esse privilégio era estendido a ela, que disse pagar com rotina estressante e submissão o ingresso no mundo milionário dos negócios com o futebol.

– O Luxemburgo não me deixava falar com ninguém, mas me falava muita coisa.

Me disse que ganhava comissão até por beber um copo d”água ou usar um boné – completou.

Renata disse suspeitar que o treinador contratava outras pessoas para função semelhante em outros pontos do Brasil.

Certeza mesmo ela tem sobre o esquema montado pelo treinador para legalizar suas atividades extra campo: cinco contadores da Parmalat, ex-patrocinadora do Palmeiras, se encarregavam de maquiar balanços, declarações de renda e outros documentos contábeis, permitindo tranqüilidade a Luxemburgo para realizar operações como a compra de imóveis no exterior.

– Ele me disse que comprou um apartamento nos Estados Unidos – Disse Renata. Segundo ela, Luxemburgo a obrigou a contrair empréstimos bancários fictícios.

Facebook Comments
Advertisements

18 comentários sobre “Pró Memória: Renata Alves incrimina V(W)anderlei(y) Luxemburgo

  1. Raphael

    Assim como na historia do restaurante, nao existissem santos, essa Renata e tao suja quanto o Luxemburgo. Achar que estava fazendo tudo certo durante anos, depois descobrir que estava agindo como laranja de pilantra e sair por ai falando e no minimo muito questionavel. Ninguem e tao inocente e ingenuo assim. Sem contar a historia de ter sido namorada do rapaz, isso ai ja leva a mil possivel situacoes que ninguem, alem dos dois sabe a verdade, mas e muito claro que EXISTIA muita coisa por tras dessas historias e que com certeza nao foi revelada.

    P.S. Essa parte em que ela diz que ia “acalmar” o Luxemburgo quando ele era pressionado e pra rir ne? No minimo acalmar ta virando eufemismo pra outras coisas. A impressao que se tem desta noticia e de que essa tal Renata e uma verdadeira ANTA.

  2. NINI

    É tanta sujeira no futebol que pode perder a graça ser torcedor.

    É como dizer para uma criança que adora conto de fada que o lobo estuprou a chapeuzinho vermelho.

    Por que futebol concentra tanta gente escrota?

    É porque nós torcedores somos alienados?

  3. jaçanã in loco

    Legal Paulinho…e o Dunga não faz isso?? Quanto foi pelo Afonso, Josué, Miranda….??

  4. Thiago

    Ora, ora, Sérgio Malucelli conselheiro do Palmeiras? Agora o time de propriedade de sua família vai virar Corinthians Paranaense?
    É, parece que logo logo Palmeiras e Corinthians vão anunciar uma fusão, hein? É troféu Oswaldo Brandão, é Palmeirinha, é conselheiro de um lado mostrando simpatia ao rival, e por aí vai…

  5. Paulo SPFC

    Sérgio Maluccelli é parceiro de Luxa até hoje, tem ainda negocios.

    A história é tão verdadeira que na minha cidade (Londrina-Pr) mora um jogado que jogou no São Paulo, Vasco, Betis-ESP e na Seleção brasileira na era luxemburgo.

    Este jogador, em uma conversa informal, me confessou que Luxemburgo cobrava de seu procurador a quantia de 80 mil reais por 5 convocações para a seleção. Disse que só não defendeu mais vezes a amarelinha porque o “esquema” luxemburgo era grande e o dinheiro rolava a doidado.

    Luxemburgo ganhava para convocar, ganhava na venda do jogador para a Europa (pois ficava valorizado o jogador que atuava pela seleção).

    Todos consideram luxemburgo um dos melhores do país se não o melhor. Nunca o achei pois considero “TUDO” de um tecnico para avalia-lo se é bom ou não. E luxemburgo sempre se envolveu em polemicas com vendas e indicações de jogadores.

    Mais recente, um jogador saiu do santos (na época de luxa, acho que em 2006) dizendo que luxemburgo havia o dispensado pois o jogador não queria assinar contrato com um procurador indicado por ele e que se não fizesse não jogaria o santos, não deu outra, o jogador saiu e foi parar no fluminense.

    O tal de Malucelli é parceiro do luxa no Iraty-Pr, clube que em 2006 mandou nada menos que 12 jogadores para o Santos.

    Luxemburgo jamais foi treinador do São Paulo F.C. (único grande que até hoje não recebeu proposta) pois no São Paulo se pensa diferente. Em uma conversa com um amigo em um exelente restaurante em São Paulo, luxemburgo soltou a tal frase “se um dia eu pegar o São Paulo (ser treinador ou manager) eu ganho tudo nesse país”.

    Mas com suas negociatas por de baixo do pano, ele só esta fechando suas portas aos grandes clubes que ainda tem dirigentes sérios e competentes.

  6. Felipe Palmeiras

    Um amigo me disse, uma conversa informal e blábláblá!!!

    Para vai!!!

    Ps. Não estou defendendo o Luxemburgo!

  7. Marquinhos

    Sem defender o Paulo.

    Eu tenho um amigo que é muito amigo do Luxa, ele jura que o Luxa é dono do Iraty.
    De vez em quando o VL liga para ele levar umas “primas” .

  8. Cláudio

    LUXEMBURGO TÉCNICO DA SELEÇÃO BRASILEIRA FAZENDO A CONVOCAÇÃO :

    GOLEIRO – “FULANO” DO IRATI
    LATRAL DIREITO – “BELTRANO” DO IRATI
    ZAGUEIRO – “CICLANO” DO IRATI

  9. Fernando Melotti Constancio

    Paulinho, essa Renata é a MAIOR BISCATE.
    Uma pergunta? Por que ela não abriu a boca na época em que o Luxemburgo treinava a seleção? Ou no começo da carreira dele no Palmeiras?
    Será que ela estava levando o dela tambem?
    Pior, a Playboy colocou ela de capa, esse bagaço.Não merece credibilidade nenhuma.

    Grande Abraço: Fernando Melotti Constancio

  10. Cris Gardner

    Ridiculo ela falou que o LUXA traficava COCA em BOLAS rsrrsrsrsrrsrsr
    Quantas gramas ia por bola em rsrrsrsrsrrsrsrrs?
    Caraca se o LUXA fosse traficante ai era foda,
    Não época eu rachei o BICO o pessoal ( nã época o PCC era um enbrião rsrrsrs hoje eles dão ordens no GOVERNADOR) uns irmãozinhos das Facções queriam até o contato dele rsrrsrsrsrrsrsrs
    Em BREVE vão mandar no Presidente Palmeirense rsrrsrsrrs

    O LUXA É MTO CLARO PENSA NESTAS QUESTÕES COM A CABEÇA DE BAIXO NÃO DISCRIMINO PQ EU JA FIZ MTO ISSO QUEM NÃO FEZ
    MAS PELO MENOS NÃO SAI COM UMAS MULHERES BAGACEIRAS QUE NEM AS DELE RSRSRRSRRS
    MAS COM RELAÇÃO A ISSO ACHO QUE O ÚNICO TÉCNICO QUE NÃO ADOTOU E GANHOU DINHEIRO COM EPRESÁRIO NA SELEÇÃO FOI O FELIPÃO

  11. verdon

    São raros os treinadores que não fazem isso. veja o dunga. Olhem seus convocados.
    Porque Hernanes, Ramires e Pierre não são chamados? Pq tem empresário “fraco”.
    Futebol de verdade no Brasl acabou. No SPFW não existe muito disso pq os diretores não aceitam dividir. No Cuzeiro tb é asim
    E essa Renata só abriu a boca pq não recebeu o que achou que era justo(?).

  12. verdon

    P.S. Aquele Macula era piada…
    E Malucelli era conselheiro de Luxa, não do Palmeiras

  13. Ricardo Cerbero

    É interessante,depois que aparece notícias deste tipo todo mundo tem alguma coisa a dizer.É um tal de “ouvir falar”,”posso garantir”,”tenho certeza”,”jura”,”eu vi!”.Porque não formalizam denúncia e ajudam o país para,na melhor das hipóteses,o cidadão (seja quem for) pagar os impostos sonegados?
    Desonestidade no mercado do futebol?É a 1ª vez que estou vendo e estou enojado,não quero mais saber disso…
    Abraço.

  14. Matheus Bandeira

    Essa de comissão pra escalar jogadores não pe novidade, nenhuma, é que ninguem teve coragem de falar abertamente isso antes

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: