Advertisements

Rio-2016

EDITORIAL DA FOLHA DE SÃO PAULO

FORAM DIVULGADOS os números ambiciosos para a candidatura brasileira a país-sede dos Jogos Olímpicos de 2016 -o evento seria realizado no Rio de Janeiro. Em dossiê de 538 páginas, o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, anunciou investimentos de R$ 28,8 bilhões.

Há aspectos que favorecem a candidatura brasileira. O país já está organizando a Copa de 2014. Também sediou de maneira bem-sucedida o Pan-2007. Para compreender as reais chances, no entanto -o Comitê Olímpico Internacional dará seu veredicto em outubro-, é necessário comparar a candidatura carioca com suas principais concorrentes. Aí começam os problemas.

Em dólares, o custo do projeto brasileiro chega a 14,42 bilhões, o mais alto entre as quatro candidatas. É mais do que o dobro do que os seus concorrentes precisam investir. Chicago, Madri e Tóquio projetam orçamentos de, respectivamente, US$ 4,82 bilhões, US$ 6,13 bilhões e US$ 6,42 bilhões.

Tal disparidade é justificada pela necessidade de pesados investimentos para a cidade. A previsão é que 80% do montante -R$ 23,2 bilhões- seja gasto apenas com infraestrutura e serviços públicos.

A previsão bilionária de investimentos suscita muitas dúvidas. O orçamento é quase oito vezes maior do que o valor gasto com o Pan-2007. Nesse evento, houve notório desencontro entre o planejado e o executado. Orçado em R$ 409 milhões, o Pan custou R$ 3,7 bilhões -mais de nove vezes além do previsto.

Os gastos do comitê organizador -excluindo a infraestrutura- são estimados em R$ 5,6 bilhões. Desse montante, 31% deve vir do COI e de seus patrocinadores, 45% da iniciativa privada e 24% das três esferas de governo. Há dúvidas sobre a gestão desses recursos, dada a falta de transparência nos gastos do Pan-2007.

Facebook Comments
Advertisements

5 comentários sobre “Rio-2016

  1. Luís Carlos

    O Rio de Janeiro dificilmente ganhará essa briga.

    A escolha do Brasil como sede da Copa de 2014 já estava definida desde 1998, tanto é que foi a primeira vez que apenas um país se candidatou.

    Com as olimpíadas a coisa muda de figura.

  2. Mário

    Só espero, que antes disso, façam o nosso gosto, e sediem a abertura e o enceramento da Copa 2014, no Maracanã.

  3. emygdio ribeiro do prado jr

    Este pessoal do trem da Alegria ,não perde tempo e o pior de tudo é que eles acreditam que ninguem está enchergando nada ….vamos aguardar,muitas vêzes tudo não passa de sonho Nuzmanico ou melhor dizendo exercicio de malandragem elitisada .

  4. geraldo lina

    ENGRACADO QUE OS IMBECIS QUE CRITICAM A COPA NO BRASIL,
    NO MORUMBI PRINCIPALMENTE, NAO CRITICAM AS OLIMPIADAS. MAL SABEM ELES QUE O GRANDE ROUBO ESTAH AQUI. MAS A INVEJA, E A DOR DE COTOVELO OS CEGA…

    ***(*) ******(*)

  5. Edson Araujo

    É um absurdo e um desrespeito com o resto da população do Brasil, este
    orçamento bem divido poderia beneficiar muitas cidades carentes, principalmente no norte e nordeste do país, obras de saneamento e infraestrutura, o Rio ta se lichando com Olimpiadas, eles estão de olho nos gastos com turismo, centro de imprensa e as benecias que ficaram só para eles e o resto da população vai ter que entrar na fila por tempo indeterminado para conseguir seus objetivos, num país como o nosso acho um absurdo dinheiro publico investido em uma unica cidade.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: