Advertisements

Copa dos empresários

 

A Copa São Paulo de Futebol Junior mantém, por enquanto, o nível de seus últimos anos.

Poucas equipes se destacando e a grande maioria abaixo do medíocre.

Já se foi o tempo em que os times do interior davam um toque especial ao torneio, com atletas competitivos e sempre com alguma revelação surpreendente.

Hoje os empresários dominaram os clubes.

O nível técnico decresceu.

Aconselho a todos que passem a acompanhar o torneio a partir das semi-finais, quando realmente sobra algo razoável para se ver.

Antes disso poucos são os atrativos

Se é que existe algum.

Facebook Comments
Advertisements

11 comentários sobre “Copa dos empresários

  1. Gilziel

    Por exemplo o Bernardo, ex Volante …esse cara usa o seu nome (que nome??) para aliciar crianças em Bandeirantes no interior do Parana, e quando vai o Atletico ou Coritiba pegar o garoto de 14, 15 anos para investir nele, os pais dizem “Ja fechou com o Bernardo e vai pra fora” aí o Bernardo manda um garoto dessa idade morar lá fora com um dos esquemas dele (que inclui ate pedofilia) e alega pras autoridades que tem alguem da familia com o garoto que é para ele poder atuar….tudo com documentação falsa.

    Pode ir pesquisar com pais e demais em Bandeirantes no norte do Paraná…

  2. Carlos Almeida

    É entra ano e sai ano e o balcão de negócios continua. A quem interessa?

  3. Bruno

    Pior é ver o Baré de Roraima vir pra copinha com 9 jogadores pra disputar o campeonato. Uma várzea.

  4. Cândido

    Paulinho,
    Enquanto o Corinthians estiver na mão, de gente preocupada apenas em arrancar dinheiro das suas categorias de base, vamos continuar passando vergonha nos torneios amadores.

  5. LUIZ

    Paulinho: Sem nenhuma pretensão de ser o “dono da verdade”, o Brasil “exporta” cerca de 1.000 atletas, a maioria absoluta, mais de 90%, de jogadores DESEMPREGADOS E SEM OPORTUNIDADES, outros milhares não vão porque não conseguem um empresário. A grande verdade é que não existem clubes pra tanto jogador. Enquanto clubes não se tornarem empresas de fato, não funcionará. A cada 2 anos muda ou deveria mudar as diretorias do clubes, sai uma forma de gestão, entra outra, só uma administração com visão de futuro permite isso.
    O Neto, por ex, qual a formação ou conhecimento administrativo tem para dar uma opinião concreta? ele foi apenas um bom chutador de bola.
    e hoje comenta com muita pobreza partidas de futebol.

  6. fernando rocha

    Essas analises da copa SP primam pelo desrespeito a logica dos fatos. e pelo desconhecimento da historia da mesma.
    -Primeiro equivoco – A copa SP nao revela jogadores, Eles ja são conhecidos do público antes da mesma acontecer.(ex. Oscar do SP, nao sera revelado pela copa SP, a gente ja ouve falar dele a dois anos. e muitos outros.)
    – Segundo equivoco – No inicio dos tempos, a copa era disputada por atletas com 20 anos completos. por que naquela longinqua era, o jogador so ia pro profissional apos completar 20 anos. Antes dessa idade, muito dificilmente o time profissional sequer olhava para o atleta. Hoje isso e mito, pois o jogador mais ou menos ja vai pro profissional ou vai pra fora com 17, 18 anos.Ate por isso a copa reduziu a idade minima pra 18 anos.
    – Terceiro equivoco – Os times sao de empresarios e por isso o nivel tecnico caiu. Esse e o pior dos argumentos, pois qual empresario quer ter um time inteiro de pernas de pau, sem chance de ganhar algum dinheiro:?Hoje o empresario assume o clube do interior(e tambem alguns grandes,) por que o dinheiro que ia pro clube pequeno era da venda dos jogadores quando da lei do passe, agora com a Lei Pele , morreu a unica fonte de renda do clube pequeno, e pra sobrevier ele aluga a camisa ao empresario(como tambem estao fazendo vasco, santos, palmeiras, botafogo,etc).
    – quarto equivoco – Dar diagnostico sobre a COpa na primeira rodada e uma temeridade, nem Mae Dina faria tal coisa.

  7. Alexandre

    Paulinho

    Sempre existe a possibilidade de observar um ou outro jogador.

    Até porque estamos no ambiente amador.

    Pena que não tem mais outros torneios iguais ao da Copa SP.

    Os empresários estão atuando de acordo com a Lei Pelé.

    Como reduzir a influência desses caras?

    Dividindo o campeonato em duas fases, uma primeira eliminatória, com equipes que não disputam a primeira divisão do brasileiro.

    E uma segunda fase, com as equipes da primeira divisão mais as oito melhores classificadas.

    A imprensa focaria suas câmeras e microfones apenas na segunda fase do campeonato.

    Os empresários, bem, acredito que cairiam fora.
    Melhor seria se a Copinha fosse

  8. Alexandre

    A imprensa deveria investigar as acusações firmadas contra o Bernado.

    Ou melhor, a polícia deveria fazê-lo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: