Advertisements

A nova do marketing Aragão.

Por VICTOR BLECKER

Mais uma vez Corinthians e seu parceiro trapalhão (Nike) me fizeram lembrar a minha infância. Nem Renato Aragão, Dede Santana, Mussum e Zacarias seriam capazes de tantas trapalhadas e risos, por parte dos adversários e’ claro.

Tudo começou com a inesperada camisa roxa, linda em minha opinião, mas sem qualquer pré-aprovacao ou sugestão por parte da torcida. Algo como o Mc Donald’s substituir a carne bovina do Big Mac por peixe, da noite pro dia, sem motivo prévio!! Deu no que deu, a camisa vendeu bem no começou, mas após o próprio clube boicotá-la por pressão da organizada, o torcedor-consumidor percebeu que esta fazendo papel de palhaço e parou de comprar ( algum corintiano se sente o Didi Mocó no momento?).

Ontem foram lançados os novos uniformes do clube, uniformes lançados para o restante da temporada, uniformes confeccionados para ajudar a sanar as dividas corintianas, mas mais uma vez a diretoria pisou na bola, afinal lançaram uniformes com diversas falhas e o pior, mais uma vez sem consultar seus consumidores.

Antes de tudo e’ preciso dizer que o torcedor brasileiro não e’ europeu, e a diferença cultura ainda e’ uma barreira. Na Europa os torcedores aceitam cores diferentes e que não remetem a tradição do clube, sabem avaliar a questão comercial e não vêem uma mudança radical como ofensa. E e’ ai que me pergunto, como um clube e uma empresa de material esportivo não conseguem perceber essa diferença nos comportamentos dos consumidores? Não estou sugerindo aqui que sou contra uma mudança, mas uma mudança no Brasil exige pesquisas e motivos.

Os novos uniformes do Corinthians, apesar de manter as cores tradicionais, não agradam a torcida e devem fracassar nas vendas por esses motivos:

1 – O branco com listras pretas remete a um passado não muito distante, mais precisamente o ano de 2007, ano em que o clube envergonhou sua torcida e foi rebaixado no campeonato brasileiro. Por que lembrar as pessoas de algo ruim?

2 – O uniforme preto com listras verticais brancas sempre foi sinônimo de Corinthians, então por que eliminar as listras? Achei a camisa toda preta muito bonita, poderia ate ser um 3° uniforme do clube, mas e aquele retângulo branco da Medial? Uma coisa tem que ficar claro, patrocínio e’ patrocínio, outdoor e’ outdoor. Tanto que a torcida já ameaça um boicote. Nada deve chamar mais a atenção do que o símbolo do clube!

3 – A incompetência e’ tão grande que conseguiram fazer a camisa de goleiros na mesma cor que a 3° camisa do maior rival!! Não, não e’ o mesmo tom, mas quem olhou aquela camisa e não se lembrou do marca-texto alviverde? E o que o amarelo tem a ver com as tradições do alvinegro? Por que não continuar com o roxo?

Após analisar esses tópicos, ou talvez ate mesmo antes de uma analise eu continuo me perguntando: Qual e’ a dificuldade de disponibilizar 3 opções no web site do clube para votação e sugestões de aperfeiçoamento? Tenho certeza que dessa forma surgiriam opções de sucesso e enfim, eliminaria o efeito Aragão do Parque São Jorge. Falta vontade? Falta Interesse? Falta respeito com o torcedor? Cada um que tire suas conclusões.

Facebook Comments
Advertisements

11 comentários sobre “A nova do marketing Aragão.

  1. Anderson

    Aee Paulinho. Boa. Fora Nike. Sanchez, veja se encerra esse contrato logo com essa empresa de araque, que não quer pagar o que o nosso escudo vale.

  2. Ramon

    Discordo totalmente do texto. O que esse indivíduo escreveu reflete apenas a opinião dele.

    Se o povo brasileiro não aceita uniforme em cores diferentes, pq o sucesso de vendas da camisa roxa (citado no proprio texto)? Por que o sucesso da camisa grifa texto do palmeiras?

    Além disso, o boicote à camisa roxa partiu apenas da organizada, e teve adesão da diretoria pelo fato de se tratar de “farinhas do mesmo saco”. A torcida como um todo aprovou a idéia, e as grandes vendas após o lançamento mostram isso. Foi uma pena o time nao ter usado a camisa mais vezes, acho que muita gente deixou de comprá-la por causa disso (incluindo a mim mesmo).

    Além disso, se começou um boicote ao novo uniforme, me explique o porquê do sucesso de vendas da nova camisa preta. Ah, e a camisa branca com listras pretas foi usada pela primeira vez na década de 1970, não tem nada de ruim em usá-la novamente. O que fez o Corinthians cair foi incompetência da diretoria, não o modelo do uniforme.

    E ainda por cima o autor do texto não diferencia verde de amarelo. Além disso, o Felipe só usa essa cor se quiser. Se não quiser, ele pede e a empresa confecciona camisas de outras cores pra ele.

    Achou tudo tão ruim? Desenho os modelos que vc acha bonito, faça melhor que os criadores da nike.. Envie seus desenhos pra empresa e seja feliz! Só não esqueça de ser coerente com suas opiniões…. Siga a tradição do modelo do uniforme à risca, e espere sentado por um destaque na mídia e aumento nas vendas que não vai acontecer.

  3. Pedro Santana

    Extraio uma ótima frase do texto:

    “… linda em minha opinião, mas sem qualquer pré-aprovacao ou sugestão por parte da…” (dos clientes, isto é, da torcida não-organizada)

    E tem gente ainda que diz que o Paulo Rozemberg é bom de marketing. Só se for bão no marketing pessoal…

  4. Carlos Rocco

    Parabéns pelo texto postado do nosso amigo ‘VICTOR BLECKER’, com certeza ele traduz, mais uma vez, toda à incompetência dessa diretoria mal fadada do E.C. Corinthians Paulista.

    Não há o mínimo de planejamento e de percepção, onde simplesmente deveria-se efetuar um estudo perante o confeccionamento do novo uniforme, o depto. de Marketing corintiano com o depto. de criação (designer) da fornecedora de material esportivo.
    Após tal trabalho, coloca-se na página do clube na internet, como citado pelo nosso amigo Victor, para votação ou até mesmo efetua-se, quem sabe, um evento para angariar fundos ao clube e consequentemente efetua-se há votação do novo uniforme do time.
    Participação Paulinho do torcedor, esse torcedor é o cliente do clube e o cliente é a peça mais importante para uma empresa.
    “QUANTA INCOMPETÊNCIA’”…

    Mais duas observações:

    A Portuguesa de São Paulo disponibilizou no site do clube modelos de camisas para serem votados pelos seus torcedores e o modelo vencedor seria o escolhido para ser a terceira, camisa do clube (time).
    ***

    Na edição do jornal LANCE de quinta-feira (17/07/2008) o mesmo efetuou uma enquête em seu site, colocando modelos sugeridos pelos internautas e pelos menos os dois modelos que se encontravam na página da matéria, sugestão do internauta Daniel Mallia, é muito mais bonito que os atuais confeccionados pelo competente depto. de Marketing do Corinthians e a fornecedora de material esportivo.

  5. Hilton Biller

    Concordo com Ramon, vc apenas emitiu uma opiniao pessoal onde fomenta a ignorancia cultural brasileira, e tambem, vale lembrar que a falada “marca-texto” e um sucesso de vendas !!

  6. Massimiliano

    Ramon,
    Não vi muita diferença entre o que voces escreveram…
    Pelo que entendi, você também, defende o direito a liberdade de expressão, e de qualquer forma, ouvir o consumidor, sempre será uma demonstração de inteligência.

  7. Magda

    Desculpe Paulinho, mas não posso concordar com você.
    Comparar a diretoria atual com Os Trapalhões, é uma grande injustiça.
    Os Trapalhões fizeram, e fazem parte de alguns dos melhores momentos da minha infancia, fazem um humor ingenuo e despretencioso. Muito diferente do que esta diretoria, que a mais de 15 anos, entristece meu Corinthians.
    Nos quadros dos Trapalhões, sempre tem um “bobão” que se dá mal em algum momento. No Corinthians, somos mais de 30 milhões de bobões o tempo todo. E isso, Paulinho, não tem graça nenhuma!

  8. Ramon

    Massimiliano, a Nike é uma empresa que tem um departamento de criação experiente e consagrado. CERTAMENTE ela ouve o mercado através de pesquisas antes de lançar novos produtos, incluindo os uniformes dos clubes que patrocina.

    Se fosse realizada uma enquete pela internet para decidir pelo modelo do uniforme, o que garante que os participantes da enquete representariam a vontade da maioria dentro da nação corinthiana? Quantos são os corinthianos que não têm acesso à internet e ficariam de fora da pesquisa?

    Volto a repetir, a Nike ouve SIM os consumidores, e as grandes vendas dos uniformes lançados recentemente provam a satisfação do mercado. Se o autor do texto não gostou, isso é só a opinião dele, os números das vendas estão aí pra comprovar o meu ponto de vista.

  9. Odair

    Ramon,
    Os preços extorsivos das camisas que a sua empresa vende, só podem ser pagos, por quem tem alto poder aquisitivo, e estes tem computador em casa sim! Não nivele o share da Nike por baixo, é tacanho…

  10. Heloisa

    Ótimo texto! Por isso é que vou continuar com a minha camiseta da Topper, número 7, do Marcelinho Carioca…

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: