Advertisements
Blog do Paulinho

Coluna do Fiori

 

fiori_g.jpg

FUTEBOL: POLÍTICA, ARBITRAGEM E VERDADE

Fiori é ex-árbitro da Federação Paulista de Futebol, investigador de Polícia e autor do Livro “A República do Apito” onde relata a verdade sobre os bastidores do futebol paulista e nacional.

http://www.navegareditora.com.br   Email: caminhodasideias@superig.com.br

 

 

BRASILEIRO – SÉRIE B

Sexta Feira à noite jogaram Bragantino x Juventude, partida arbitrada por Gutenberg de Paula Fonseca (RJ), mostrou cartões desnecessariamente, não sabe se impor junto aos atletas, arbitragem não convincente, anteriormente havia atuado na partida entre Corinthians x CRB, com péssima atuação.

 

ABC X CORINTHIANS

 

No sábado sem influencia no resultado, com atuação pouco criteriosa do arbitro Elmo Alves Resende Cunha (GO), principalmente quando mostrou cartão amarelo para o defensor corintiano Douglas que, levantou a camisa e a abaixou rapidamente ao comemorar o gol que terminara de marcar, não tinha outra por baixo fazendo qualquer louvação de sentido religioso, que a mim nunca convenceu por entendê-las hipócritas.

 

Parece-me que o árbitro se deixou influenciar pelos postado na lousa ou nas planilhas dos tecnocratas do apito deste Brasil, brasileiro.

 

PORTUGUESA X PALMEIRAS

 

Árbitro: Sálvio Spinola Fagundes Filho (SP)

 

Não é perseguição, porem, gostaria de saber quais os critérios usados quando levaram ou alçaram ao quadro de árbitros da FIFA.

 

Entendo-o essencialmente político e fazedor de média, suas interpretações se assim podemos chamá-las em vários lances que ocorreram no transcurso da partida, pelo menos a mim causam duvidas, marcou algumas infrações a favor da equipe palmeirense e em jogadas idênticas a favor da lusa, nada de marcá-las.

 

Deixou de anotar três penalidades máximas sendo duas para a Portuguesa e uma para o Palmeiras, agredindo a lei do jogo que diz: Interromper o continuar de uma jogada de maneira não legal, é falta em qualquer espaço do campo de jogo e, a isto cabe também a interpretação do árbitro.

 

Ora! Sabemos que a lei ou regras do futebol dá ao árbitro o direito a interpretação, porem, entendendo que estas interpretações devam de ser criteriosas ou limitadas ao acontecido e que sejam idênticas para os dois lados, reparo que este Sálvio Spinola não tem o balanço deste critério, sempre pende para um dos lados em lances idênticos e por isto não me inspira confiança, fora o acreditar que seja bem transitável nos imundos bastidores do futebol paulista e brasileiro, caso contrario não chegaria a FIFA, para se chegar a FIFA, temos o dar e receber, como tudo neste Brasil, brasileiro.

 

SÃO PAULO X CORITIBA

Entendo que o árbitro Wagner Tardelli (SC), favoreceu ao São Paulo quando a cinco minutos do final da partida, deixou de marcar penalidade máxima de Alex Silva sobre Rubens Cardoso, por este lance capital e outros de menor monta mais que feriram as leis do jogo, entendi como fraca a atuação de Wagner Tardelli.

 

CRUZEIRO X SANTOS

 

Resultado elástico e a chamada moleza para o árbitro Sérgio da Silva Carvalho (DF).

 

POLITICA

 

O falecimento do senador Jéferson Peres nos deixou órfãos, entendo que Jéferson Peres era o único realmente a nos defender da desenfreada corrupção que assola todos os setores de nossa vida, principalmente nas esferas legislativas, executivas e judiciárias, setores que deveriam de trabalhar para o bem comum, porem, a ganância corroeu ainda mais estes combalidos organismos, providos de gentalha desmerecedora de crédito e do nosso voto.

 

E uma de suas falas da tribuna do senado, Jéferson Peres disse: Votei em Lula, mais tenho absoluta certeza que Lula é merecedor de cassação, pelos desmandos que praticou e pratica.

 

ELEIÇÕES MUNICIPAIS

 

No próximo mês serão realizadas convenções partidárias com a finalidade de lançar os nomes dos candidatos aos cargos do executivo e legislativos municipais nas varias cidades de osso país.

 

O triste é sabermos que vários ocupantes dos cargos eletivos estaduais e federais irão concorrer e temporariamente seus suplentes ocuparão suas cadeiras, caso não se elejam, retornam, em meu entender, isto é desrespeitar nosso voto, como desculpa dirão: A lei assim permite.

 

Sim! Quem elabora as leis são eles mesmos, caso tivessem um pouquinho de dignidade e respeito, a modificariam e os mandatos deveriam de ser completados, se algum dos seus detentores quiser disputar eleições no decorrer do mesmo, deveria de renunciar.

 

Sabe quando isto ira acontecer?  Nunca, nossos políticos ou aqueles que venham a substituí-los, querem é viver no bem-bom, é próprio de nossa cultura, será necessário ter muito peito e estar descomprometido com as bandalheiras contumazes e ter um grande numero de seguidores que entendam que chegamos ao fundo do posso deste nojento comportar, que é incentivado e cultuado pela grande maioria.

 

Acorda, Brasil.

 

As opiniões constantes neste espaço são de minha inteira e total responsabilidade e publicadas nos blogs:

blogdopaulinho.wordpress.com 

pitacosdobodaum.zip.net

 

Facebook Comments
Advertisements

18 comentários sobre “Coluna do Fiori

  1. DONIZETE

    Não acredito que o prezado Sr. Fiori, não saiba os critérios usados para que o arbitro seja promovido a arbitro da FIFA ? Só uma dica : Os dois arbitros brasileiros que irão pra Copa, serão Sávio e Simon.

  2. Rodrigo Neves

    Paulinho,

    Antes de publicar um texto, pelo menos corrija os erros de português.

    Abraços,

    Ps: Você criticou o Sr. Madureira por erros de português…

  3. João Sérgio

    Quanto às eleições o que ocorre é poir: os tais “ocupantes dos cargos eletivos estaduais e federais”, nem se licenciam de seus cargos, eos trabalhos na Câmara e Assembléias praticamente pára, porque os que não são candidatos também se afastam de suas atividades parlamentares, para participar das campanhas de aliados políticos.

  4. Cartola

    Você com sua crítica smpre destrutiva e nunca construtiva, nunca buscando o bem do futebol brasileiro deveria rever sua posição antagônica. porque como árbitro você foi patético, sem expressão. Por que você não faz um post enumerando o que há de bom na arbitragem brasileira? será que sua mente nefasta só vê coisas ruins? por que você não busca um cargo diretivo para melhorar a arbitragem? será que sua competência é limitada somente ‘as críticas? repensa seu espaço, conduz sua mente para algo positivo, faça algo de bom para o esporte brasileiro.

  5. euclydes zamperetti fiori

    Cartola, você é um dos varios covardes que se escondem no anonimato, deve ser um dos aproveitadores deste corroido sistema do dar e receber, sim, fui patético por não concordar com desmandos da grande maioria, que como você, sabem mais não aplicam as leis do jogo, sim não tive expresão, por ter sido independente, nunca me curvei aos pedidos ou insinuações de : dirigentes, árbitros e de politicos, bem como jamais procurei padrinhos para me argolar e tirar vantagens, o que há de bom na arbitragem, não é mais que obrigação de seus agentes em fazê-lo, não adianta cargo diretivo, o melhorar é de cada um em saber respeitar e respeitar-se, principalmente em não usar pseudonimos q. é proprio de quem usa artificios escusos. se quizeres conversar comigo te faças no original, agora, quanto ao fazer algo de bom para o futebol brasileiro, posso lhe afiançar que temos que eliminar os atuais dirigentes e politicos como o Aldo Rabelo, protetor do Aragão q. esta envolvido até o pescoço no caso do Pacaembu.

  6. euclydes zamperetti fiori

    Caro leitor Rodrigues Neves, os erros de português encontrados nesta coluna, são de minha responsabilidade, Paulinho faz a gentileza em postá-la.
    Desculpe e grato, espero contar com sua leitura todas as vezes que a postar,
    zamperetti fiori.

  7. euclydes zamperetti fiori

    João Sérgio, é isto, nossos pseudo-s legisladores em ano eleitoral produzem exatamente nada do nada que lhes é habitual.

  8. Felipe Giocondo

    Fiori,

    não sei se assiste a todas as partidas do Palmeiras mas, como o faço, me darei o direito de contestá-lo.

    Que houveram sim dois penaltis para a Portuguesa não há dúvidas, bem como os dois para o Palmeiras, um marcado.

    Mas sinto que não acompanhou o jogo com a devida atenção. Nenhum palmeirense saiu do Pacaembú satisfeito com o árbitro. E isso não por deixar de marcar penaltis ou inverter faltas mas, sim pelo modo como conduz uma partida, permitindo a cera exacerbada e a violência.

    Esses fatos em qualquer partida prejudicam apenas um lado, que é o do time mais competente, que sempre busca a vitória.

    Se analisar o jogo com atenção verá que o amarelo para o Valdívia foi vergonhoso, ao passo que o goleiro da Portuguesa fez o que quis com o tempo e não foi advertido.

    Para os jogadores de ataque da Portuguesa, isolados lá na frente, bastava dobrar o joelho e falta! Tempo ganho e time no ataque.

    Que o árbitro é medíocre isso todos sabem há tempos. Pior quem o escala, quem o ensina o que marcar e o que deixar correr.

    Sálvio peca pelo medo de apitar um jogo corrido, por estar mal colocado e mais um monte de problemas imperdoáveis para alguém com seu status.

    Mas daí a dizer que a Portuguesa foi prejudicada, mesmo que nas entrelinhas, existe um abismo colossal.

    Prejudicado foi aquele que buscou o futebol, que viu a metade final do segundo tempo ir embora com 4 atendimentos da maca e quase 1 minutos para se bater um tiro de meta.

    Edílson Pereira de Carvalho nos ensinou algo, sim, acredite: é possível se determinar um vencedor mesmo sem apitar escandalosamente, como fazia Ubaldo Aquino e Armando Marques.

    Mas repare nos seus comentários: desde que escreve o Palmeiras é beneficiado. O mesmo Palmeiras que fica 36 rodadas sem um penalti sequer. O mesmo Palmeiras que tem um jogador estrangeiro e a xenofobia do nossos árbitros já lhe renderam cartão mesmo quando não era ele quem tinha que bater o escanteio (se lembra?) e havia demora.

    E desafio você a listar um título que o Palmeiras tenha ganho com a ajuda da arbitragem, ao passo que listo pelo menos 10 que perdemos por ela.

    Abraços,

  9. Denilson Martins

    Fiori, acho que suas análises estão corretas, e quanto ao português, é uma língua tá complicada, que erramos todos, indistintamente.

    Eu não tive o menor problema pra entender o que escreveu. Creio que a função da lígua, mais do que a busca da correção, é a busca da comunicação, e neste quesito, seu texto está explêndido.

    Parabéns.

  10. Rogerio

    Concordei com todos os comentários do sr. Fiori neste post. Foi escrito com sinceridade, e isso é o que importa, pelo menos para mim. O autor deve ser um livro aberto, julgando apenas pelas palavras, o que é raro em muitas pessoas hoje. E o que mais o dignifica, foi permitir até criticas, mesmo respeitando o direito de quem as fez, mostrou caráter, pois poderia se esquivar do debate, simplesmente não permitindo a publicação, prática habitual a muitos donos de blog que deveriam imitá-lo.
    Vou ler todos os seus artigos e livros, e obrigado, por este.

  11. euclydes zamperetti fiori

    Caro Felipe Giocondo, concordo com sua colocação quanto ao prejudicado, o pênalte, após cobrado pode ou não ser convertido, quando ao desáfio posso lhe garantir q. ñ o aceitarei, aguardo sua atenção para com meus medianos comentários.
    Abraços e tudo de bom.
    zamperetti fiori

  12. euclydes zamperetti fiori

    Denilson Martins, tento fazer ao limite de meu humilde conhecer, agradeço-lhe por ter entendido minha menssagem, tenho comigo que o acertar é obrigação para profissionais de qualquer área, quem quer aplausos para os acertos é demagogo e ñ tem alto critica ao ofender-se quando lhe apontam erros.
    Volte sempre ,
    zamperetti fiori

  13. euclydes zamperetti fiori

    Cartola, é sempre bom lembrar que fui eliminado do SAFESP por duas ocasiões, os dirigentes e a grande maioria dos associados e alguns jornalistas como o Márcio Bernades por exemplo, nunca me engoliram, jamais participei de jantares com jornalistas ou com dirigentes, em todas as missivas que enviei para a diretoria do SAFESP apresentava sugestões com referência aos desmandos da mesma, principalmente, q. proporcionava aos árbitros q. atuavam nas divisões inferiores e aos árbitros do nosso interior.
    Estas sugestões são válidas até hoje, ocorre q. no hoje temos a COAFESP, entidade criada no seio da FPF e q. tem como um de seus dirigentes Artur Alves Jr, que sempre fluiu e continua fluindo no lodaçal dos bastidores futebolisticos q. acredito seja tambem frequentado por você, o famoso invisivel covarde.
    Sempre tive e dizia de minhas limitações , lhe garanto, comparado com os assopradores de apito do hoje e com voce tenho absoluta certeza q. ganharia arbitrando de minha casa ou de meu trabalho. Até no geito de fazer a imunda politica os fazedores deste nojento seguimento betem facilmente nos árbitros q. assim fazem no hoje.
    Em matéria de disciplina e de enfrentar aos Leões de Chacara, politicos e outros aproveitadores para aparecer nas suas respectivas localidades, era comigo mesmo.

  14. Cartola

    Não me escondo, você tem meu email e vc pode entrar em contato comigo quando quiser. Ah para seu conhecimento não tenho nenhuma ligação com o futebol a não ser a de torcedor somente. Acho que você deduziu errada e antecipadamente um cenário inexistente. Não trabalho e nunca trabalhei com o futebol, sequer conheço os preâmbulos deste negócio. O fato de eu ser somente um torcedor não quer dizer que não acho patético você somente criticar uma situação totalmente desfavorável a arbitragem. Por que vc não defende e levanta a bandeira para acabar com os repalys, tira-teimas, 150 mil câmeras, etc? Isto para começar a ajudar os árbitros. Então na sua visão ser patético e inexpressivo como você foi, significa que não entrou no esquema? então sua mente nefasta acha que só se consegue algo positivo se entrar num esquema de intrigas? Você acha que as coisas boas não devem ser ditas pq são obrigações? que coisa ridícula hein… Novamente trabalha sua mente diabólica transformando-a para o bem e tenta fazer a sua parte ajudando o futebol. Vc pode me encontar quando quiser, basta me enviar um email que te mando meus dados pessoais.

  15. euclydes zamperetti fiori

    cartola, vc deve ser igual aos q.detem o poder, querem elogios ja lhe disse, sempre lutei pelos árbitros e estou conciente q. replays e mil câmeras podem inflir na interpretação dos torcedores , o árbitro tem somente aquele tempo para avaliar a jogada, estive lá e sei disto,porém, no hoje os mesmos encontram-se ajudados pelos fones de ouvido e se comunicam com seus assistentes, no ontem nada tinhamos e podes acreditar , sempre assumi os lances em q. meus auxilares participavam batendo a mão no peito,numa demosntração q. o lance era de minha responsabilidade no hoje quem faz isto?
    Quem arbitrou ao meu tempo me conhece e sabe de meu alinhar com todos mesmo com os desprovidos de solidariedade.
    zamperetti fiori e + meu contato com os leitores é poe este espaço,ñ me permito por educação entrar em locais dos quais ñ me autorizaram e, isto ñ farei com vc e com ninguem.
    abraços , boa sorte a vc e aos seus.
    zamperetti fiori

  16. euclydes zamperetti fiori

    Esta é a época do esconder verdades com o proposito claro de fazer prevalecer a mentira q. de tanto ser dita torna-se verdade para quem admite q, devemos de divulgar somente os acertos, é por estas e outras q. este país do futuro fica estagnado e os demagogos e populistas como o braço curto dão as cartas e jogam de mão.
    Acorda, brasillllllll.
    qunto a ter seu e-mail, posso lhe afiançar q. jamais o acionarei, meu contato é por estas paginas, em meu livro conto um pouquinho do muito q. ha nas hostes do futebol.

  17. Cartola

    Pois é, deixei bem claro a você que não estou me escondendo e que você pode me acionar quando quiser, basta falar com Paulinho e pedir meu email. Baseado neste fato você deveria se retratar formalmente quando diz que quero me esconder e quando diz que eu estou envolvido com o futebol. Sou apenas um torcedor e não preciso de elogios nem de fama. Você se equivocou e muito. Em hipótese alguma acho que se devem mostrar somente os acertos, o meu ponto é muito simples e prático. Em todas as colunas que você escreve neste blog; democraticamente cedido pelo Paulinho; só há críticas aos árbitros, aos lances revistos várias vezes pelas câmeras, portanto você transmite somente o que há de ruim, o que há de péssimo, o que não presta. Você faz uma execução sumária aos árbitros mesmo tendo sido um deles e sabendo da dificuldade em conduzir uma partida, seja ela bem ou mal arbitrada. Será que não está na hora de você mudar sua visão e também elencar o que há de bom? Veja bem, não estou aqui dizendo que os erros devam ficar de fora, estou salientando que você, como “opinion maker” deveria TAMBÉM mostrar as coisas boas. No Brasil hoje em dia só há foco para a notícia ruim, é só você fazer uma coletânea nos teles-jornais que verá o foco no negativo. Comece você a mudar este cenário, dê o exemplo para pedir atitude, o ser-humano também precisa da visão positiva, não só a negativa, aliás você deveria repensar se não está contribuindo para a violência no futebol pois o torcedor já sai de casa com o negativismo na mente. Repensa isto.

  18. euclydes zamperetti fiori

    Visão positiva tenho e muito, desculpas quem deve de pedir é o senhor quando de sua primeira participação, E + sempre defendi aos árbitros e os defendo até hoje, mesmo sabendo q. este meio é proviodo de personalismos e ñ de coletivismo, ou seja, cada um para si, critico as atuações no momento em que vejo o lance de nada me fara voltar atras qudem disse q. estou contribuindo para a violência no futebol, pode pensar e agir assim quando analisa as sacanagens dos poderes executivos, legislativos e judiciário , que n dão com uma mão e tomam com o corpo todo, porem, partindo de seu principio de somente apontar oq é bom q. diga-se de passagem além de rarissimos casos, encobriariaa-mos as mazelas com os quais poucos levam vantagens por meios ilicitos e enganado a tds nos.
    sabe Quércias, Malufs, Sarneys, Fleurys, Lulas, ete,etc e tal, continuam ai exatamente por culpa nossa, ñ participamos como deveriamos participar e como cultura deixamos td pra lá e assim camonhamos para a subsirviência ao aplaudir o surgimento destas e outras figuras tais como: Crivelas, Edir Macedos e seu parente q. nunca tramparam e oferecem aos incautos ou aos sossegados tds bens materiais possiveis, desde q. este lhe ofereçam as escrituras de suas casas como entrada.
    Boa sorte e resido e circulo na zona leste no bairro do Belem, e frequentarei as festas juninas q. são realizadas na Vila Maria Zélia, no final da rua Cachoeira após a rua Catumbi, fora istgo trabalho por toda a cidade.
    Lembrando q. continuarei na mesma linha e estarei como sempre estive lutando do árbitro, pelo árbitro e para o árbitro, sem visar cargos ou cadeiras remuneradas q. dão aos detentores o satisfazer seus egos e necessidades, mais que lhe retiram a independência e o livre vescalar, desde q. sejam os melhores, sem aceitar pedidos de dirigentes e politicos dos varios matizes para se segurar e sempre estar no e com o poder.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: