Advertisements
Blog do Paulinho

O inquérito contra cartolas do Corinthians que o MP-SP arquivou

Inquérito sigiloso do MP-SP, através do GAECO (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), iniciado em 2008, mas arquivado apenas seis anos após, no dia 04 de setembro de 2014 (depois da Copa do Mundo) chegou às mãos do Blog do Paulinho.

O relatório contém indícios de remessas de dinheiro ao exterior – em contas sediadas em paraísos fiscais –  que antes foram utilizadas pela MSI, ligada ao agente Kia Joorabchian, que segue atuante nos bastidores do clube.

Cartolas do Corinthians – e fora dele (entre os quais Paulo Angioni) foram ouvidos.

Kia não foi encontrado, embora no período das investigações tenha promovido 23 ações criminais contra este jornalista, em claro assédio judicial facilitado por alguns magistrados.

Para justificar o arquivamento, os promotores disseram que a denúncia, por se tratar de anônima, dificultaria o aprofundamento das investigações.

O próprio relatório do MP demonstra que havia elementos para seguir adiante.

Por exemplo, Raul Corrêa da Silva diretor financeiro, confessou empréstimo tomado pelo Corinthians junto à ZNova Fomento, empresa ligada ao presidente Andres Sanches.

Os promotores pediram a quebra de sigilo bancário de André Negão, mas a Justiça negou.

Andres Sanches negou a existência do ‘Grupo Sol’ – utilizado pela família em movimentações documentais e financeiras suspeitas, algumas já condenadas em ações judiciais, alegando não ser proprietário das empresas, que tratou como ‘coligação societária’.

Em vez de aprofundar-se no assunto – o Blog do Paulinho, sem os mesmos recursos, comprovou a inconsistência do depoimento – o MP-SP, aparentemente, decidiu tomar como verdadeiras as afirmações do cartola.

O ex-PM João Odair de Souza, vulgo ‘Caveira’, segurança de Sanches e também de Ronaldo ‘Fenômeno’, disse que chegou a movimentar valores ‘de maior volume’ do clube, sob autorização de Raul Corrêa da Silva, mas não soube indicar origem, nem destino do dinheiro que levava consigo.

Sanches, que não saiu indiciado em nenhumas das investigações estaduais – somente nas federais – mantém relações estreitas com magistrados do TJ-SP e com a promotoria do Estado, principalmente o núcleo do qual se destacava Paulo Castilho, notório frequentador de eventos ligados ao futebol.


Selecionamos os trechos mais relevantes do relatório do MP-SP para avaliação do leitor:

Facebook Comments
Advertisements

2 comentários sobre “O inquérito contra cartolas do Corinthians que o MP-SP arquivou

  1. Teresinha Mohr Winter

    Os conselhos deliberativos de todos os clubes de futebol estão lotados de juízes, promotores, advogados e demais pessoas ligadas à área policial e judiciária. Portanto, são incapazes de ver qualquer “defeito” quando lhes interessa e, inclusive, auxiliam qdo necessário. A bem da verdade, futebol deveria ser banido da vida de qualquer pessoa minimamente inteligente. Mas a gente gosta!!! E mesmo assim, vê.

  2. Teresinha Mohr Winter

    Por que não aparece pra mim nos e-mails nenhuma foto nas matérias? De repente isso começou a acontecer. Não sei se o problema é aqui ou aí.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: