Advertisements

Ex-presidente do São Paulo declara-se ‘pobre’ e com problemas ‘psiquiátricos’ em ação de cobrança do Santander

O ex-presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, está sendo cobrado pelo banco Santander por calote em empréstimo que, corrigido, atinge a soma de R$ 113,2 mil.

Em sua defesa, datada de 19 de agosto, o cartola, além de rebater os valores – que trata como abusivos, solicitou ‘justiça gratuita’.

Para embasar o pedido, disse ser ‘pobre’, “no sentido legal do termo”, e que está em tratamento “de natureza psiquiátrica”, oriundo de depressão “decorrente a inúmeros problemas pessoais ligados ao clube” que presidiu.

Os tais infortúnios, tudo indica, devem estar ligados ao afastamento da presidência sob acusação de corrupção.

Aidar diz ainda que responde no Ministério Público a um Inquérito Civil que tramita em segredo de justiça ‘decorrentes de denúncias não comprovadas efetuada por meia dúzia de conselheiros”

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: