Advertisements

O que restará dos bolsominions

No início apenas os preconceituosos o seguiam.

Em meio à caminhada, zumbis da filosofia tosca do lunático que fugiu aos EUA para não pagar dívidas no Brasil adotaram-no como possibilidade de poder.

Pastores evangélicos enxergaram aumento de receita e aderiram.

Após a facada, a ele se juntaram os anti-petistas.

Todos amparados pela banda lava-jatista da imprensa, apoiadora do ex-juíz Sérgio Moro, avalizador principal da indecência.

Deu no que deu.

Aos poucos surgiu arrependimento entre os que não se fanatizaram.

Os que definiram-no como única alternativa ao PT, quase todos, sumiram dos debates, envergonhados.

Jornalistas governistas esforçam-se para salvar poucos dedos da mão que será decepada.

Com o Mito, abraçados, sucumbirão preconceituosos e alunos do charlatão.

A nata entre os idiotas.

Porque os ‘religiosos’, assim que o navio embicar, atribuirão o equívoco ao Demônio e apresentar-se-ão como salvadores dos que, como eles, teriam sido enganados.

Advertisements

Facebook Comments

1 comentário em “O que restará dos bolsominions”

  1. Enquanto o mundo vira de cabeça pra baixo por causa do coronavirus esse babaca do Bolsonaro está bem despreocupado. São os governadores e a cobertura da midia que estão segurando a pica. Bolsonaro não está fazendo nada. Lula deu esmola pro povo. Bolsonaro não faz nada.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: