Advertisements

Para encobrir Bolsonaro, árbitro mente em súmula de Palmeiras e Vasco

O árbitro Ricardo Marques Ribeiro mentiu ao escrever a súmula oficial da partida entre Palmeiras e Vasco da Gama, disputada no último final de semana, em São Paulo.

Disse que a presença do presidente Jair Bolsonaro em campo, durante o intervalo, “não trouxe atraso para o reinício do jogo”.

A demora em reiniciar a partida foi pública e notória, a ponto do comentarista Casagrande, em transmissão da Sportv, criticá-la.

Resta saber se a iniciativa de mentir em documento oficial da CBF foi pessoal de Ribeiro ou imposição da Casa Bandida, que trabalha para aproximar-se do Governo.

Nos dois casos, seja no comportamento mentiroso ou na submissão aos poderosos, o árbitro não sai bem na fotografia.

Fica, diante da confirmação da segunda hipótese, uma dúvida pertinente: quantas súmulas mais, por conveniências diversas, a CBF teria participado com ‘sugestões’ de alterações ?

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: