Advertisements
Anúncios

CONMEBOL 171

No Brasil, as pessoas que tentam enganar as outras, por vezes, mesmo sem cometer crimes, são associadas ao termo ‘171’, referente ao artigo penal que tipifica o estelionato.

Durante vários dias, na última semana, o Blog do Paulinho percorreu as alternativas do site de compra de ingressos para a Copa América, sob responsabilidade de CONMEBOL.

O objetivo era comprar entradas para ver Lionel Messi jogar, porque a Seleção Brasileira, de fato, não me empolga.

Clicando em todos os jogos disponíveis para venda, notamos que boa parte deles continham, principalmente nos setores mais baratos, o apontamento de ‘esgotados’.

Ou seja, somente alternativas mais custosas estariam disponíveis.

O jogo de abertura da Seleção Brasileira era um deles, assim como os demais, jogados posteriormente.

Trata-se de ‘171’ clássico, ainda mais diante das imagens de estádios vazios em todas as partidas, demonstrando não apenas o desinteresse do torcedor num campeonato pessimamente organizado, além de auto-desmoralizado pela presença de equipes que sequer são do Continente.

Alguém imagina algo semelhante da Eurocopa ?

Os cartolas, através do site de vendas de ingressos, mentem como se fossem camelôs do querido bairro do Brás, na tentativa de empurrar a versão mais cara do produto de baixa qualidade, e depois, sequer parecem constrangidos diante da exposição pública de lugares vazios que, antes, eram apontados como comercializados.

Os poucos torcedores que demonstraram interesse em comparecer aos jogos, boa parte destes, estrangeiros, induzidos pelas falsas informações, pagaram mais do que deveriam para frequentar estádios brasileiros, alguns em condições incompatíveis até com os valores mínimos dos ingressos (na casa dos R$ 100), caso do envelhecido Morumbi, outros, com gramados deploráveis, maquiados por pinturas verdes, como o Maracanã, que deverá estar ainda pior para a disputa da final do torneio.

Pra finalizar, vale a pena ler artigo publicado na FOLHA, de hoje, por Juca Kfouri, intitulado ‘Assim como sabão em pó, nova Conmebol lava mais branco, demonstrando a impossibilidade dos R$ 22 milhões, expostos como maior ‘renda’ de um jogo de futebol no Brasil, terem sido, de fato, arrecadados.

Demonstração de que existe a possibilidade da Copa América estar sendo utilizada pela cartolagem para procedimentos que fazem a fama de ‘apenas 171’ indevida diante da gravidade do que pode estar, secretamente, acontecendo.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: