Advertisements

Aparecidense é vítima de moralidade inédita no STJD

Na última semana, a humilde equipe do Aparecidense viu escapar, por decisão do STJD, uma vaga conquistada na Copa do Brasil diante da Ponte Preta.

O jogo foi suspenso sob alegação de ter havido interferência externa na correta anulação de gol irregular da equipe campineira.

Inédita, a moralidade do STJD foi mais flexível, em exemplo, na final entre Corinthians e Palmeiras ou no Flamengo e Fluminense, em Volta Redonda, quando, da mesma maneira, o quarto árbitro, nitidamente instruído pelos superiores, modificaram decisões tomadas dentro de campo.

Não se trata, evidentemente, de discutir a aplicação da Lei, que, de fato, impede a interferência externa, mas de apenas fazê-lo quando o prejudicado é clube pequeno, sem apelo midiático ou representação política relevante.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: