Advertisements
Anúncios

Saiba quem, do Corinthians, recebe dinheiro para apoiar a candidatura de Romeu Tuma Junior ao parlamento

Desde as eleições à presidência do Corinthians, realizadas em fevereiro deste ano, o Blog do Paulinho alertava: o objetivo principal de Romeu Tuma Junior (que ficou na última colocação do pleito) era figurar na mídia para concorrer ao parlamento, meses depois, e de seus apoiadores, receber vantagens para participar, como se fossem aficcionados, de ambas as campanhas.

O discurso dessa turma era de moralidade, ética e luta contra a corrupção (inclusive com adoção, por alguns, do nome “lava-jato”)

Durante a semana, Tuma Junior protocolou gastos de campanha, no TSE, que são reveladores.

Observa-se, pelo menos do que foi divulgado oficialmente (há casos de candidatos que pagam muito mais, por Caixa 2, mesmo infringindo a legislação), quase R$ 10 mil mensais gastos, exatamente, com os aliados ligados ao Corinthians, que dizem apoiá-lo por convicção.

No último final de semana, revelamos que Tuma esteve no Parque São Jorge, e, dando sequência à utilização do clube para fins pessoais, participou de constrangedor vídeo, promovido por Ricardo Buonomo, um de seus “escudeiros”, ao lado de boa parte dos agraciados, simulando apoio espontâneo de associados alvinegros ao candidato.

“Aqui é todo mundo Tuma”, chegaram a dizer:

Buonomo tem justificativa para agir assim, sua esposa, Maria Buonomo, recebe R$ 1 mil mensais de Tuma Junior.

Ricardo e Maria Buonomo

Outro agraciado, com R$ 2 mil mensais, é o ex-diretor da base alvinegra, Fredy Marcelo Auricchio Esposito, ajuda que foi estendida a familiar, Leonardo Esposito (R$ 1 mil mensais), ambos membros da afamada “Lava-Jato.

Fredy Marcelo
Leonardo Espósito

Bom de boca, pelo menos nas “bocas livres” do Parque São Jorge, Antonio Carlos “Kuke” Anacoretto recebe R$ 1,5 mil:

“Kuke” e Ricardo Buonomo

Osires Carlos, ligado aos “Gaviões da Fiel”, embolsa R$ 1 mil

Outro que está no mesmo patamar de Fredy Marcelo, no que diz respeito a salário, é Israel Santana, que já assessorou Andres Sanches no passado e agora, por Tuma Junior, recebe R$ 2 mil mensais.

Andres Sanches e Israel Santana

A generosidade da campanha de Tuma Junior é extensiva até para quem trabalha, em conjunto, para outro candidato, no caso o delegado Olim (e, talvez, receba da ambos os lados), como Lucila Leal, que embolsa R$ 2 mil.

Que a listagem sirva para abrir os olhos dos eleitores que se dirigirão às urnas em outubro, para que não se enganem com discursos e promessas vazias, nem com hábitos pouco transparentes de alguns candidatos que mais parecem lobos em pele de cordeiro.


OUTRO LADO

Nota do Grupo LAVA-JATO, do Corinthians, assinada pelo líder Roberto William Miguel:

“Quanto a membros da Lava-Jato estarem trabalhando Full time, remunerados, na campanha de Romeu Tuma Junior, não vejo problema algum”

“O trabalho dignifica o homem, e é normal em qualquer campanha eleitoral a remuneração de pessoas que trabalhem para a chapa”

“O pior são os outros que ganham como assessor do parlamentar do PT, esse sim, dinheiro que é do bolso do contribuinte brasileiro”

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: