Advertisements
Anúncios

Trumputin

Do ESTADÃO

Por LÚCIA GUIMARÃES

Presidentes se encontram para desconsolo do FBI, da CIA e da população americana

Enfim, sós.

Vladimir e Donald terão trocado juras em segredo quando estas palavras forem publicadas. Para desconsolo do Pentágono, da CIA, do FBI e da maioria da população americana, sem contar com aliados na Europa e na Ásia, o ex-agente da KGB conseguiu o tête a tiete não supervisionado. Surfando no sucesso da Copa que ajudou o mundo a esquecer a cleptocracia assassina de opositores e jornalistas, para Putin, o encontro na Finlândia é a cereja no bolo da mais bem-sucedida operação de inteligência russa na história.

“Hackeia mais que eu gosto?”, terá sussurrado o protegido? Não seria necessário. Os russos voltaram e já deram uma prévia de como pretendem aprontar com a eleição de novembro. Um exército de bots russos se fazendo passar por um novo movimento de base lançou ataques no Twitter contra políticos democratas na semana passada. A Fox News e outros sites embarcaram na mensagem e amplificaram exponencialmente a campanha de desinformação.

Depois de indiciar uma dúzia de cidadãos russos pelo hacking da campanha presidencial de 2016, o conselheiro especial Robert Mueller disse que serviços de inteligência da Rússia continuam a atacar o vulnerável sistema eleitoral americano. Ainda não se conhece a extensão do comprometimento da infraestrutura de votação dos estados em 2016. Em junho daquele ano, um grupo de hackers conseguiu penetrar o registro eleitoral do estado de Illinois e lá passeou por três semanas sem ser detectado. Apesar da postura do presidente de tachar a investigação de Mueller sobre a interferência russa de “caça às bruxas”, o aparato de inteligência que ele comanda tem soado alertas. E os estados não ficaram à espera de liderança federal. Illinois está entre 32 de 50 estados promovendo faxinas cibernéticas e fazendo “testes de stress”.

O partido do Ronald Reagan, que teve um papel no colapso da União Soviética e da ordem comunista, foi injetado com tanto botox trumpista que está irreconhecível. Vilões hoje são Canadá, Reino Unido, França e Alemanha, os aliados de 70 anos na ordem do pós-guerra que os Estados Unidos inventaram. Kim Jong-un é “honrado” e vai jogar seu arsenal nuclear fora com a facilidade com que alguém descarta maços de cigarro ao decidir parar de fumar. Putin ocupa um patamar acima. Fez o favor de invadir e anexar a Crimeia porque a maioria lá “fala russo.” Há também o pequeno detalhe daquele avião comercial que partiu de Amsterdam com 299 a bordo, derrubado por um míssil Buk russo sobre a Ucrânia, em julho de 2014.

Mas, na hiper-realidade cuja trilha sonora é uma cantiga de ninar saindo de uma caixinha de música, é só o homem do Kremlin negar que o protegido da Casa Branca acredita. Não mantém forças na Ucrânia, paramilitares na Síria, não hackeou o Brexit, não quer rachar a ordem ocidental. Afinal, disse o tuiteiro encantado, perguntei duas vezes e ele disse que não interferiu na nossa eleição.

O feriado da independência, no 4 de julho, é usado com frequência por legisladores para marchar em paradas ou viajar para levantar o moral de tropas americanas estacionadas no Iraque ou no Afeganistão. Este ano, o 4 de julho de oito republicanos foi desfrutado em Moscou e São Petersburgo, para aliviar a tensão com o país que os beneficiou nas urnas. Um voltou dizendo que as sanções econômicas, único instrumento de contenção de Putin, são severas demais. Dois deram entrevistas separadas à TV local, longe da imprensa americana que os acompanhava, e declararam a Rússia, um país “concorrente.” No que foram corrigidos pelo âncora russo: “Não, a nossa relação é de adversários”. No jardim da Casa Branca, antes de embarcar para a cúpula da Otan, o presidente repetiu, Putin é apenas um concorrente. E voltou a baixar o sarrafo nos europeus.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: