Fernando Vanucci é uma testemunha que precisa ser ouvida pela Polícia Federal

O apresentador Fernando Vanucci, que trabalhou na Rede Globo com o executivo Leonardo Gryner, preso na última semana, pela Polícia Federal, acusado de, entre outras coisas, ser um dos bolsos ocultos doutro encarcerado, o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman, fez revelações em seu facebook que precisam ser melhor investigadas.

“Nuzman, direto da cadeia, pede demissão do cargo de presidente do COB (aliás, onde nunca deveria ter passado)”

“Isso, pelo menos, melhora a situação do COB junto ao Comitê Olímpico Internacional”

“Quem assume o COB é Paulo Wanderlei, vice de Nuzman, um ladrão que eu jamais poderia imaginar, isso sem falar no seu “companheiro” de tramóias, o tal Leonardo Gryner, que, infelizmente foi meu diretor de esportes na TV Globo por um bom tempo.”

“Mas Nuzman e Gryner são tudo “farinha do mesmo saco””

“Ainda falta mais gente, alô LAVA-JATO: o L.F.L, por exemplo. A grade também o espera”.

Que é “L.F.L” ?

Seria Luis Fernando Lima, que ao sair da Globo criou uma má-afamada agência de consultoria esportiva ?

Luiz Fernando Lima em depoimento ao Memória Globo, 2008. Paulo Jabur/Memória Globo

Esta e outras questões, no texto de Vanucci, precisam ser esclarecidas para que a PF abrevie caminhos que possam elucidar as intrincadas operações de desvios de verbas públicas que beneficiaram, por anos, não apenas a cartolagem, mas o veículos de comunicação que tratavam-nos como sócios.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.