A covardia da diretoria do Santos com o repórter Eric Faria

Resultado de imagem para eric faria

No intuito de desviar o foco da justa eliminação do Santos diante do Flamengo, pela Copa do Brasil, a diretoria alvinegra, em ato de absoluta covardia e falta de esportividade, expôs, sem provas, o jornalista Eric Faria, da Rede Globo, com acusações infundadas de interferência na arbitragem da partida.

O ofício enviado à CBF, solicitando a anulação do jogo e o descredenciamento do jornalista, é constrangedor.

É mentira que Eric Faria avisou o árbitro do jogo que um pênalti marcado a favor do Santos, e depois desmarcado por ingerência do auxiliar, de fato, era inexistente.

Há testemunhas do episódio que garantem a integridade, neste episódio, do jornalista.

Tivesse uma diretoria mais preocupada com a imagem do clube, exposto em reclamação de lance em que a arbitragem, ao voltar atrás, nitidamente acertou, e não interessada em pirotecnia política, em agradar as “organizadas” e esconder ações de bastidores, estas sim, ligadas ao comércio de atletas, que deveriam ser investigadas, e o Santos não estaria passando o vexame de ser utilizado de maneira tão lamentável.

Eric não faria, até por inteligência, o ato pelo qual está sendo indevidamente acusado, razão pela qual o Blog do Paulinho presta-lhe solidariedade, repudiando a ação de conhecidos velhacos do esporte.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

8 respostas para A covardia da diretoria do Santos com o repórter Eric Faria

  1. Bruno de Melo disse:

    Acusar o cara sem provas de fato é leviandade é oportunismo, mas que isso é comum na beira do campo, é. Sobretudo de repórter que passa informações desse tipo para técnicos depois ficarem como palhaços de circo o jogo inteiro à beira do campo. Quando a Band tem direitos de transmissão, os repórteres dessa emissora, geralmente beijadores de mão de atletas, técnicos e dirigentes, são exemplos clássicos disso.

  2. Achei interessante o “neste episódio”.

  3. ESSE BOSTA É O QUINTO ELEMENTO DA ARBITRAGEM O REGRA 3 DA GLOBO É A TERCEIRA VEZ DELE..DEIXEM DE ESPIRITO PORCO..DIGO ESPIRITO DE CORPO.

  4. Como não é a primeira vez que um jogo do Flamengo estranhamente é mudado um resultado depois da tal “consulta” do arbitro, é melhor que os clubes que jogarem contra o time das “papeletas amarelas” comecem a colocar pessoas para filmarem a reação dos repórteres extra-campo para ver como eles se comportaram em lances polêmicos contra o time das “papeletas amarelas”.

    Bem, se o Paulinho e outros jornalistas acharem que isso é “intimidar o trabalho do profissional”, digam: E se comprovarmos um escândalos vindo desses “profissionais ilibados”?

  5. Haja vista o que fizeram na negociação entre São Paulo e Ponte Preta há poucos dias! Simplesmente, a diretoria santista atravessou negociação! E a mídia não deu uma linha sobre o assunto! Fosse o São Paulo ter atravessado, pronto! Já seria considerado antiético!

  6. num desses episódios de voltar o lance, favorecendo o Flamengo, o narrador chegou a comemorar.
    A RGT já favorece Flamengo e Corinthians, tanto em valores quanto no número de transmissões. Não sei se o Eric tem culpa no episódio, mas que a intervenção acontece, todos sabem. Sendo a RGT flamenguista assumida, fica sempre a dúvida. Infelizmente o futebol e a política estão no mesmo patamar.

  7. Pingback: O Eric Faria do Santos era o preparador físico do Flamengo | Blog do Paulinho

  8. a interferencia externa ficou estampada na figura do ” por acaso flamenguista reporter da globo ” ,mas é apenas coincidência…..kkkk

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.