Advertisements

Oposição do São Paulo quer retrocesso em venda de ingressos

Nos bastidores, oposicionistas à gestão Leco, no São Paulo, em vez de apegarem-se às dezenas de motivos, que, de fato, são passíveis de críticas, andam falando bobagens pelos bastidores do clube, distorcendo leis em favor do retrocesso.

Em equivocada interpretação do Estatuto do Torcedor, em seu art. 33, parágrafo I, que obriga o clube a disciplinar “o acesso ao estádio e aos locais de venda de ingressos”, membros da oposição dizem que o Tricolor deveria dar acesso aos torcedores em bilheterias físicas do Morumbi.

Além do erro, evidente, trata-se de briga pelo retrocesso.

Assim como são ultrapassados os argumentos de que as pessoas “sem cartão de crédito” estariam impedidas de comprar pela internet.

Não é verdade.

Hoje em dia, os sites aceitam não apenas os tradicionais cartões de bancos, fornecidos para quem tem credito na praça, mas também os pré-pagos, que pode ser encontrados em qualquer supermercado, funcionam de maneira similar aos tradicionais e atendem à demanda dos que enfrentam restrições nos órgão de proteção.

O caminho para minimizar os problemas do futebol são claros e passam pela venda de ingressos, única e exclusivamente, pela internet, com lugares marcados e identificação do comprador.

Qualquer alternativa diferente trata-se de pleito para beneficiar bandidos de torcidas “organizadas”, que precisam permanecer ocultos para delinquir.

Levando-se em consideração que entre os oposicionistas do São Paulo, assim como ocorre entre os atuais gestores, não há inocentes, pelo contrário, existem até os bem culpados, é de se desconfiar das bobagens fomentadas.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: