Advertisements

Dispensado pelo Corinthians, jogador pode ser vendido por R$ 16 milhões

onofre, negão e donato

Ontem, o repórter Dassler Marques, do UOL, revelou que o Corinthians deixou escapar, sem nada receber por isso, o jogador Giovanny, que hoje faz sucesso no Atlético/PR e também nas seleções de base do Brasil.

Até os 16 anos (em 2015), o atleta, que jogou futsal no Timão desde 2008 (também com destaque), pertencia ao clube.

O treinador João Telê esclareceu ao blog que, para jogar futebol de campo, Giovanny precisou de sua ajuda, porque ninguém no Corinthians conseguiu enxergar no jogador seu verdadeiro potencial:

“Ele já era sucesso no Futsal, mas no Corinthians não recebia oportunidade. Levei, então, emprestado, para o União Suzano, depois para o Lemense, até que explodiu no Garatinguetá (eleito sensação do paulista A-2)”.

“Mesmo assim, questões internas do Corinthians, algumas divulgadas, recentemente, impediam o Giovanny de jogar, por isso ele próprio me procurou e disse que não queria mais pisar no Parque São Jorge.”

“Hoje, após curta passagem pela Ponte Preta, o menino vem sendo destaque no Atlético/PR, e já tem proposta de negociação de 4 milhões de Euros (R$ 16 milhões), mas ainda estudaremos qual melhor caminho a ser seguido”.

Telê possui ainda dois outros atletas no Parque São Jorge, ambos no Futsal.

A proposta para Giovanny é de equipe italiana, e pode, com a anuência dos agentes e do atleta, ser concretizada nas janelas que estão por vir, com o Corinthians recebendo, após oito anos de permanência do jogador, míseros 0,19% (menos que 1%).

Vale lembrar que a gestão responsável pela perda do vínculo é a atual, presidida por Roberto “da Nova” Andrade, investigada pelo MP-SP por desvios de conduta em transações de jogadores.

Advertisements

Facebook Comments

One Response to “Dispensado pelo Corinthians, jogador pode ser vendido por R$ 16 milhões”

  1. João Telê explica porque Giovany não permaneceu no Corinthians | Blog do Paulinho Says:

    […] Dispensado pelo Corinthians, jogador pode ser vendido por R$ 16 milhões […]

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: