Advertisements
Blog do Paulinho

Caso Lulinha não entra na pauta de reunião do Conselho no Corinthians

andres e raul

No próximo dia 07 de março, será realizada reunião do Conselho Deliberativo do Corinthians, tratada como “extraordinária”, para discutir assuntos do estádio em Itaquera.

Fala-se que a diretoria do clube tem objetivo de apresentar propostas comerciais, para avaliação ou aprovação, dentre as quais a suposta negociação dos “naming-rights”.

Porém, dois assuntos, um deles fora da pauta, precisam ser discutidos no encontro: a prestação de contas do estádio e o pagamento de R$ 500 mil ao filho do ex-presidente Lula, sem comprovação de trabalho.

É inaceitável, além de contraditório com o discurso de campanha dos atuais gestores, dois anos após a inauguração do “Fielzão”, que a contabilidade da Arena e seus contratos sejam ainda desconhecidos do conselheiro alvinegro.

Aprovar novos negócios sem conhecer detalhes dos anteriores é ser conivente com os possíveis desvios de conduta (e talvez de dinheiro) que podem estar ocorrendo à sombra da obscuridade de um negócio realizado com parceiros, quase todos, investigados pela “Operação Lava-Jato”.

Não se pode, também, perder a oportunidade de questionar o ex-diretor financeiro do Corinthians, Raul Corrêa da Silva, sobre quem, de fato, pagou os salários de Lulinha.

A não colocação do assunto em pauta em nada impede a livre manifestação de conselheiros.

Se o dinheiro saiu dos caixas alvinegros, como explicar os pagamentos após o ex-diretor de marketing, Luis Paulo Rosenberg, garantir que o serviço, supostamente contratado, nunca foi prestado ?

Em não sendo, saber quem pagou (e porque) torna-se importante para revelar se o clube foi ou não utilizado para direcionamento indevido de vantagens realizado pela investigada Odebrecht.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: