Advertisements
Anúncios

“Será que ele é meu patrão, e eu não sei ?”, diz Tostão, sobre J. Hawilla

hawilla e teixeira

(Trecho da Coluna de TOSTÃO, na FOLHA)

Em 1999, quando trabalhava na TV, cheguei ao Paraguai, junto com os companheiros, para a cobertura da final da Copa América, entre Brasil e Uruguai.

O Brasil foi campeão, e Luxemburgo era o técnico.

Havia um enorme tumulto no hotel que hospedava o time brasileiro, dirigentes, empresários, imprensa e torcedores.

Não dava nem para chegar à recepção.

Apareceu J. Hawilla e disse que qualquer problema ele resolveria, com jeito de dono da competição, do hotel, do futebol e do mundo.

Por causa da globalização e da frequente associação de empresas, pensei, à época: “Será que ele é meu patrão, e eu não sei”?

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: