Advertisements

A morte do Guarani

guarani

Por ROBERTO VIEIRA

Foi um dos mais belos times que já vi jogar.

Detonou o Sport.

Estraçalhou o Vasco no Maracanã – show de Zenon.

Passou por cima do Palmeiras com Careca.

Um time que já se anunciava em 1975 – com Renato pintando miséria.

Um time que começava por Neneca.

Passava por Gomes – herói do Santa Cruz em 1983.

Cintilava com Zé Carlos como volante.

E tinha Capitão, Careca e Bozó lá na frente.

Um time digno de milhares de brincos de ouro da princesa.

Hoje.

O Guarani está perto de fechar as portas.

O presidente Álvaro Negrão renunciou.

O estádio está interditado.

O rebaixamento para a Série D é questão de tempo – só milagre salva.

Que tudo isso aconteça na rica Campinas, na esquina da Avenida Paulista,

é de fazer pensar.

A morte do Guarani é um pouquinho da morte de cada um dos times brasileiros.

Uma morte matada por quem não ama o futebol.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: