Corinthians: dirigente é acusado de cobrar “pedágio” de jogadores no Futsal

Levado pelo ex-vice-presidente de Esportes Terrestres do clube, o “obsessivo” Dr. Felipe Ezabella, ainda na gestão Andres Sanches, o advogado Edson Sesma, atual gerente de Futsal, parece estar fazendo a festa no departamento.

Pelo menos é o que dizem algumas pessoas que procuraram nosso espaço para denunciá-lo.

Acusam-no de cobrar percentual de salário dos atletas que atuam pelo clube, numa atitude que lembra muito a maneira de agir do “pofexô” V(Wanderlei(y) Luxemburgo.

Outra acusação é a de infernizar as pessoas que não comungam de seus “ideais”, entre elas membros da comissão técnica, como o treinador PC Oliveira, demitidos recentemente.

Fato é que fica difícil acreditar que seus superiores, entre eles o inconfiável Fausto Bittar, vulgo Faustinho, além de Roberto de Toledo, o “Roba”, nada sabem sobre o ocorrido.

Até pelo histórico dessa gente, desde a gestão anterior, de facilitar a vida de parceiros da UNIP, que sempre tiveram vantagens no clube, inclusive financeiras, que dificilmente não seriam compartilhadas com o grupo.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.