Advertisements

Coluna do Fiori

FUTEBOL: POLÍTICA, ARBITRAGEM E VERDADE

Fiori é ex-árbitro da Federação Paulista de Futebol, investigador de Polícia e autor do Livro “A República do Apito” onde relata a verdade sobre os bastidores do futebol paulista e nacional.

http://www.navegareditora.com.brEmail:caminhodasideias@superig.com.br

RIDICULARIZOU

Conforme entrevista comandada pelo jornalista Marcelo Damato, inserida nas paginas 24 e 25 do jornal Lance no domingo 09/09/2012, o senhor Aristeu Tavares, novo chefe da arbitragem da CBF, perguntado se aproveitaria o trabalho de renovação efetuado pelo antecessor Sérgio Correa da Silva, chacoteou, respondendo que nada seria aproveitado.

Espero que o novo chefe da CONAF dispense as opiniões do “ilibado” Reinaldo Carneiro Bastos, dirigente da Federação Paulista de Futebol, que ao meu tempo, costumava ameaçar e incentivar agressões aos árbitros nas partidas do Taubaté.

Conforme informações, na gestão Sérgio Correa da Silva, Reinaldo Carneiro Bastos tinha voz ativa nas escalas.

23ª Rodada da Série A do Brasileirão – 2012

Sábado 08/09

Corinthians 3 x 1 Grêmio

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (FIFA-RJ)

Item Técnico

Deixou de sinalizar a penalidade máxima cometida pelo gremista Edilson no corintiano Romarinho, aquém de não ter dado reversão do arremesso lateral executado pelo corintiano Alessandro, vez que estava bem colocado, com domínio visual do arremessador.

Item Disciplinar

Aceitável

Conclusão

Trabalho prejudicado pela omissão na penalidade, como também quando da cobrança do lateral.

Coritiba 3 x 1 Flamengo

Árbitro: Sandro Meira Ricci (FIFA-PE)

Não foi exigido, babinha

Domingo 09/08

Santos 0 x 0 São Paulo

Árbitro: Marcelo Aparecido R. de Souza (SP)

Item Técnico

Deixou de sinalizar a penalidade máxima cometida pelo santista David Braz no são paulino Luiz Fabiano

Errou também por não ter marcado a falta fora da área, cometida pelo defensor são-paulino Denílson, no santista Felipe Anderson.

Item Disciplinar

Aceitável

Complementado

Desempenhou sua função com altos e baixos, em lances semelhantes, vez parava a jogada, outra não.

Atlético-MG 3 x0 Palmeiras

Árbitro: Leandro P. Vuadem (FIFA-RS)

Na primeira etapa alguns dos litigantes tentaram conturbar, Vuadem não hesitou, controlou os ânimos.

No todo; desempenho normal.

24ª Rodada – Quarta Feira 12/09

Portuguesa 0 x 2 Fluminense

Árbitro: Jailson Macedo de Freitas (BA)

Por volta do vigésimo terceiro minuto da primeira etapa, em lance dentro da área da Portuguesa, na tentativa de dominar a pelota, Fred atacante da equipe carioca, acabou trombando com Rogério; pra não fugir da regra, Fred, pediu pênalti, acertadamente, o árbitro, determinou a seqüência da jogada.

Remate

Não influiu no resultado, trabalho normal.

Vasco 3 x 1 Palmeiras

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)

Desempenho normal.

Atlético-MG 1 x 0 São Paulo

Árbitro: Sandro Meira Ricci (FIFA-PE)

Neste evento, Sandro Meira Ricci mostrou ser um dos seguidores da escola Arnaldo Cesar Coelho, ou seja, interpreta a lei do jogo conforme interesses,

a)         Radicalizou ao expulsar o são-paulino Douglas, vez que estava próximo e viu que Douglas visou à bola, porém, pelo estado do campo de jogo o são-paulino derrapou e atingiu o atleticano Leandro Donizete, por este motivo Sandro Meira Ricci, errou e feio.

b)         Notou, porém, se fez de migué e não expulsou o atleticano Ronaldinho Gaucho, quando da violenta falta cometida no oponente Casemiro, logo após ter perdido a bola.

Conclusão

Arbitragem caseira.

Lembrando

Sandro Meira Ricci deve ter entrado para o quadro nacional de árbitros – CONAF – na época que Edson Resende era o presidente, salvo engano, Ricci, arbitrava pela Federação Mineira de Futebol, nas categorias inferiores, não havia arbitrado partidas na divisão maior e passou a frente de alguns colegas.

Sou convicto que Sandro Meira Ricci alcançou o quadro internacional, depois de pedir benção para políticos e dirigentes, como troca, na função árbitro de futebol, em algumas ocasiões, teve que decifrar as regras, conforme interesse.

Se o fez, seguiu maioria de seus pares FIFA ou CBF que se valem do conhecido: Quem não tem padrinho, morre pagão, na linguagem atual, o famoso e nojento;

Toma Lá da Cá.

LIMPEZA NA ADMINISTRAÇÃO DOS ESPORTES

Baseando-me na lei que isenta os dirigentes da responsabilidade financeira, na conduta do ministro Aldo Rebelo, dos legisladores, como também, da maioria dos dirigentes, convenço-me, que estamos perto do impossível da almejada higiene na administração dos clubes, das confederações, federações e entidades paralelas.

POLITICA

Grande parte dos ocupantes dos cargos eletivos deste Brasil, brasileiro envolvidos com ladroagem, usa a Bíblia para auferir fortuna.

Fiquem espertos, não votem nos candidatos que se auto-intitulem escolhidos por DEUS.

ELEIÇÃO MUNICIPAL

Na data da eleição para prefeito da capital do estado de São Paulo, votarei no educador Carlos Giannezi, candidato do PSOL, por ser, honesto, combatente e coerente.

Chega de Corruptos e Corruptores,

Se liga São Paulo,

Acorda Brasil

SP-15/09/2012

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: