Advertisements

Sheik utilizou situação jurídica para fazer demagogia no Corinthians

Não é de hoje que o atacante corinthiano Emerson Sheik, que na realidade se chama Marcio, vem enfrentando problemas na Justiça.

Condenado que é por ter falsificado documentos, crime pelo qual chegou a ficar uma temporada na cadeia, já estava com dificuldades para sair do país.

Antes mesmo do seu novo indiciamento, agora por contrabando e lavagem de dinheiro, Emerson (Marcio) já teria que pedir autorização ao judiciário se quisesse viajar.

Morar fora, então, nem pensar.

Portanto, a famosa proposta que alega ter recebido (com o maior salário do mundo), para jogar no Catar, e recusado por “amor ao Corinthians”, não passa de obra de ficção de alguém que parece ter o hábito de não falar a verdade.

Pior ainda foi a entrevista de Duilio do Bingo, diretor de futebol alvinegro que, mesmo diante de evidências claras, disse acreditar que tudo não passava de um “mal entendido”.

Talvez semelhante ao que indiciou o próprio dirigente por compra de sentença de juíz, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, contravenção, etc, etc, etc…

Uma “turma” realmente selecionada.

Advertisements

Facebook Comments

24 comentários em “Sheik utilizou situação jurídica para fazer demagogia no Corinthians”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: