Advertisements

André Negão: sem vergonha de ser contraventor

“Eu escrevia jogo do bicho, fui cambista, fui bicheiro mesmo”.

“Faz muito tempo, não me envergonho.”

ANDRE NEGÃO, diretor administrativo do Corinthians, para a “FOLHA”, de hoje, admitindo ter cometido os crimes que sempre negou cometer, mas que até as árvores do Parque São Jorge sabiam ser de sua autoria.

Situação constrangedora para o judiciário brasileiro, que o absolveu em duas oportunidades, para o Delegado Mario Gobbi, que é apoiado por ele à presidência do Corinthians e para boa parte da imprensa, que insistia em negar o que era óbvio.

Embora, segundo informações, o verbo “fui” bicheiro, estaria sendo conjugado equivocadamente, e deveria ser trocado pelo ainda “sou”.

Situação que explicaria os chalés do Parque Novo Mundo, em São Paulo, emitirem “recibos” com o nome de André “da Sorte”, sua alcunha na profissão.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: