Advertisements

Sergio Scarpelli fala sobre desrespeito a Alfredo José Trindade

Do Mídia sem Média

Por MÔNICA FORMIGONI E PAULINHO

Confira a defesa enviada por Trindade ao Conselho Deliberativo do clube

Conversamos com Sergio Scarpelli, conselheiro vitalício do Corinthians, eleito em 1973 por votação do associado, sócio do clube desde 1949 e ex-vice-presidente de finanças na época da “Democracia Corinthiana” a respeito da expulsão de Alfredo José Trindade do Conselho Deliberativo alvinegro.

Trindade foi deposto do cargo após pedido impetrado por membros do movimento “Fora Dualib”, ligados ao diretor administrativo André Luis de Oliveira, vulgo André Negão. O motivo alegado foi o de repetidas faltas às reuniões do órgão. Na verdade, todas elas foram justificadas pelo envio de documentos, pareceres médicos e pessoalmente pelo amigo e conselheiro do Corinthians, Luis Sérgio Scarpelli Steban.

É com muito prazer, carinho e saudoso, que respondo as perguntas que você me solicita sobre o meu grande amigo, ALFREDO JOSÉ TRINDADE. Nossa amizade era de berço, pois na época de nosso nascimento, meu pai FREDERICO ESTEBAN JUNIOR, era o diretor financeiro do Corinthians nas gestões de ALFREDO IGNÁCIO TRINDADE. (Décadas de 40 e 50), razão pela qual me vejo muito à vontade para falar do ALFREDO JOSÉ., disse visivelmente emocionado, Sergio Scarpelli.

Era um grande pai (Maria Eugênia), marido (Égle), advogado (formado pela PUC em 1965, corinthiano (sócio desde o dia do seu nascimento 10-07-1942) e como conselheiro do Corinthians sempre esteve do lado das grandes causas como a deposição do Presidente Dualib e contra a funesta parceria com a MSI. Enfim, um GRANDE HOMEM.

Sobre a expulsão do amigo, Scarpelli, demonstrando revolta, disse:Desconheço esse grupo (Fora Dualib). Pra mim não existe. Tem CNPJ?, complementou depoisSua destituição do Conselho do Corinthians foi um ato brutal, desmedido e sem nenhuma base para tal, cometido pelo presidente (com P minúsculo) do Conselho, figura essa, ridícula, que não conhece a história do Clube, que já esteve atrás de vários presidentes do clube para obter cargos e não deixa de ser um ranço remanescente da ditadura Dualib e nunca quis observar todas as justificativas que eram fornecidas por mim e pelo Alfredo José, para justificar sua ausência. (A defesa do Dr. Alfredo é auto-explicativa).

A diretoria do Corinthians tentou se isentar desta decisão, mas Scarpelli não poupou críticasA Diretoria do Corinthians é um órgão executivo e o Conselho é legislativo e, apesar da distinção entre ambas, deveriam ser harmônicos e se conversar sobre fatos e atos tão relevantes., sobre o fato dos dirigentes alvinegros terem “lavados as mãos” no episódio, o conselheiro corinthiano emendou Infelizmente a Diretoria do Corinthians não se manifestou sobre essa agressão praticada contra o filho de um EX-PRESIDENTE (ALFREDO IGNÁCIO TRINDADE) que tantas glórias e obras conquistou para o Corinthians.

O Alfredo José e eu conversávamos muito e sobre vários temas e notei a preocupação que tinha com um processo renal que o acometeu, principalmente em relação à falta que poderia fazer à sua família. Os relatórios que diagnosticavam seu estado de saúde foram protocolados juntamente com sua defesa. Eu, sendo Conselheiro Vitalício, eleito pelo voto dos associados em 1973, sendo sócio desde 1949 e tendo sido Vice- Presidente de Finanças durante a gestão de Waldemar Pires (Democracia Corinthiana) deveria merecer crédito quando justificava sua ausência.

Scarpelli lamenta que mesmo após a morte de Alfredo José Trindade os dirigentes corinthianos não o trataram com o devido respeito, limitando-se a atitudes protocolaresA Diretoria do Corinthians como é de praxe, há muitos anos, se fez representar no velório do DR. ALFREDO JOSÉ TRINDADE, com o envio de uma coroa de flores e a colocação de uma BANDEIRA DO CORINTHIANS, que cobriu o seu caixão e, na era da informática, nada mais justo que publicar o comunicado da missa de 7º dia no seu site.

Foi uma atitude mais do que justa para o nome de uma família (TRINDADE) que sempre honrou as cores do Corinthians.

Sobre o velório do amigo, Scarpelli, emocionado, relembraSeu velório e sepultamente foram acompanhados pelo Ex-Presidente do Corinthians, Dr. Waldemar Pires, pela Ex-Presidente Marlene Matheus, pelos Conselheiros Vitalícios: Francisco Alfredo Trindade (seu irmão), Luiz Cesar Leão Granieri e pelo amigo que, triste, estas linha subscreve e QUE NÃO DESCANSARÁ ENQUANTO NÃO VER RESTABELECIDA SUA CONDIÇÃO DE CONSELHEIRO, COM A CONSEQUENTE DEVOLUÇÃO DE SUA CARTEIRA DE IDENTIFICAÇÃO DE CONSELHEIRO DO SPORT CLUB CORINTHIANS PAULISTA.

Sergio Scarpelli continuará lutando para resgatar a honra e a memória de Alfredo Trindade, vilipendiada por dirigentes que demonstraram não respeitar aqueles que construíram por anos a verdadeira história do Corinthians.

Confira abaixo a defesa, na integra, enviada por Alfredo Trindade, justificando suas ausências nas reuniões do Conselho Deliberativo corinthiano.

À

COMISSÃO DE ÉTICA E DISCIPLINA DO SPORT CLUB CORINTHIANS PAULISTA

Rua São Jorge, 777

São Paulo – SP

CEP 03087

Caixa Postal, 15710

                                                                  Ref.: PD 004/2008

                    Prezados Senhores,

                   ALFREDO JOSÉ TRINDADE, brasileiro, casado, advogado, residente e domiciliado nesta capital de São Paulo, CPF nº xxxxxxxxx/91, inscrito na OAB/SP sob nº 18.343, sócio remido benfeitor dessa gloriosa entidade  nº 903552, conselheiro eleito para o atual quadriênio, em resposta à missiva dessa Comissão, datada de 25/06/09, vem ponderar para afinal requerer o quanto segue:

                   ! – Em 07 de novembro do ano findo, com surpresa e inegável decepção, recebi, pelo correio, mensagem da Secretaria do CD, através da qual, fria e secamente, fui informado de minha destituição do cargo de conselheiro quadrienal, por força do Ato de nº 06/2008 expedido pela presidência do referido CD. O fundamento para tal ato, como se lê de seu inteiro teor, teria sido o parágrafo 1º do artigo 83 que assim se expressa:

                      “ O conselheiro eleito perderá seu cargo, automaticamente, caso falte a 3 (três) reuniões consecutivas ou 5 (cinco) alternadas, sem justificativa, no período de seu mandato ou por falta de pagamento quando associado contribuinte ou patrimonial, deixar de cumprir suas obrigações junto à Tesouraria do Clube, por 3 (três) meses…”

                          Consta mais da referida missiva a solicitação de devolução da carteira de identificação de conselheiro, o que chega a representar injusta e  descortês presunção de mau uso do referido documento, o que não se coaduna com a honorabilidade e respeitabilidade que merece ser emprestada a membros de órgão de extrema relevância à administração de nosso clube.

                  2- Ênfase especial merece o fato de que todas as minhas ausências em assembléias levadas a efeito no ano anterior foram justificadas, perante a mesa, pelo conselheiro vitalício, Luiz Sérgio Scarpelli Esteban, fato que poderá ser por ele próprio confirmado pelos fones xxxxx00 e xxxxxx68. Tratando-se de amigo de longa data, por isso mesmo, tinha ele pleno conhecimento de problemas de saúde que vinha enfrentando quem esta subscreve, o que se comprova, neste ato, pelas cópias de laudos médicos anexos ( docs. 1 a 4 ).. Tais laudos são suficientes para atestar a presença de hidronefrose no rim esquerdo, com conseqüente paralização do mesmo, diagnóstico que se torna mais grave ante o fato de tratar-se de paciente já revascularizado, o que se poderá interpretar pela Cintilografia de Perfusão Miocárdica.                       

                  3- Além das justifcativas apresentadas pessoalmente pelo conselheiro, Luiz Sérgio Scarpelli Esteban, coube também a mim, em meados de novembro último, informar a respeito de meu estado de saúde através de mensagem encaminhado à Ouvidoria, através do site oficial do SCCP, sem qualquer resposta até a presente data.

 

                 4- Ante tais fatos, penso que ganha maior expressão a circunstância inequívoco de que a destituição de conselheiros promovida pelo Ato nº 06/2008 verificou-se  sem a menor preocupação em promover o sagrado direito de defesa. A Constituição Federal de 1988 consagra o princípio do devido processo legal, no seu art. 5º, inciso LIV. Este princípio, originado da cláusula do due process of law do Direito anglo-americano, deve ser associado aos princípios constitucionais referentes às  garantias do contraditório e da ampla defesa,  segundo o disposto nos incisos XXXV e LV do mesmo artigo da Constituição. A garantia da prestação jurisdicional, com a devida presteza e sem procrastinações, é corolário do devido processo legal. E quando a expressão refere-se a processo e não a simples procedimento, alude sem dúvida ao processo, segundo os imperativos da ordem jurídica, e com as garantias de isonomia processual, da bilateralidade dos atos procedimentais, do contraditório e da ampla defesa.

                   Ora, não poderá o estatuto de nosso glorioso SCCP sobrepor-se à nossa Carta Magna. As disposições estatutárias, notadamente aquelas  relativas a aplicação de penalidades, não se exaurem em si mesmas, visto que devem respeitar o princípio da ampla defesa.

                  5- Em complemento ao item anterior, de natureza eminentemente jurídica, penso ainda que o Ato nº 06/2008, nesta defesa enfocado, além de impedir a ampla defesa, deixa ainda de obedecer ao princípio da igualdade,  também ditado por nossa Constituição. Com efeito, as conferências levadas a efeito não levantaram os nomes dos conselheiros vitalícios faltosos, restringindo-se apenas aos quadrienais. Este fato foi por mim observado pessoalmente, na última assembléia realizada em 24/04/09, convocada entre outros assuntos para aprovação das contas referentes ao exercício de 2008, ocasião em que contava-se nos dedos da mão o número de conselheiros vitalícios presentes. Observo, inclusive, que por ocasião dessa última assembléia meu nome e dos demais destituídos fazia parte de uma folha de presença a parte.

Assim, tendo presente que a igualdade perante a lei e o devido processo legal são princípios constitucionais complementares entre si, pois os princípios da legalidade e da isonomia são  essenciais ao Estado Democrático de Direito, há que se concluir que, também sob este ângulo, encontra-se viciado o Ato nº 06/2008

                   6- As razões até aqui expostas talvez tenham ajudado a conduzir a dura penalidade imposta ao estágio em que hoje se encontra, com a sustação provisória dos efeitos do Ato nº 06/2008. Permanece, todavia, uma situação de extremo constrangimento, uma vez que fui regularmente convocado para a última assembléia, mencionada no item anterior, mas meu nome e o de outros punidos não passaram a constar da relação de conselheiros quadrienais elencados na contra-capa da edição do Relatório de Sustentabilidade.de Junho p.p.

                    7-  Por fim, peço vênia para considerar que meu relacionamento com nosso querido Corinthians é, metaforicamente, de natureza umbilical. Sou filho de ALFREDO IGNÁCIO TRINDADE que presidiu esse clube em tempos memoráveis e gloriosos, Pertencem à sua gestão vários títulos que, até hoje, constituem motivo de orgulho e ufanismo de toda família corintiana:  Taça dos Invictos ( uma definitiva e outra transitória ), Campeão Paulista em 1951, 52, 54 ( ano do IV Centenário de São Paulo), Campeão de vários torneios Rio/São Paulo, entre outros. No campo patrimonial, merecem especial destaque o maravilhoso conjunto olímpico de piscinas e as obras de fundação do atual ginásio de esportes. É, pois, de se concluir que o Corinthians faz parte de meu próprio DNA, mesmo porque meu saudoso pai matriculou-me  como sócio no mesmo dia em que nasci, o que já perfaz 67 anos. O alvinegro faz parte integrante da história de minha vida, razão porque a penalidade contra a qual me insurjo nesta defesa assume, particularmente, drástica e desmedida dimensão.

                    8-  Esclareço e peço a necessária compreensão para o fato de que o AR da missiva a mim encaminhada foi recebido e assinado pelo porteiro do prédio em que resido, em data na qual encontrava-me ausente, por motivo de viagem,  o que justifica a dilação do prazo desta defesa.

                 Por todo o exposto, é a presente para, respeitosamente, Requerer seja plena e definitivamente revogado o Ato nº 06/2008, contra o qual manifesto meu inconformismo neste arrazoado, decisão que estou certo deverá emanar desse Egrégio Conselho, por ser medida da mais lídima Justiça

                                                                 SALVE O CORINTHIANS

                                                              São Paulo, 20 de Julho de 2009

                                                     

                                                             ALFREDO JOSÉ TRINDADE

Facebook Comments
Advertisements

16 comentários sobre “Sergio Scarpelli fala sobre desrespeito a Alfredo José Trindade

  1. José Carlos

    Que vergonha!
    Nunca vi tanta ingratidão e incoerência…
    Cadê a Comi$$ão do Centenário? E o pessoal que cuida da Memorial e da tradição do Corinthians?
    Não duvido que além de destituir pessoas e famílias que tanto contribuiram para a grandeza do clube, condecorem filhos de bicheiros que recebem como jogador de futebol sem nunca terem sido e coloquem obras de arte homenageando picaretas que infestam o local.
    Como no monumento em homenagem ao Sena temos um capacete, acho que teremos monumentos com notas fiscais frias, talões de jogo de bicho, e até um boizinho sem o carimbo do SIF.
    Ahh ia esquecendo.. Não poderia faltar um enorme saco para os imbecis ficarem puxando….

  2. Ciscofran Água

    Os clubes brasileiros deveriam ter vergonha por se sujeitarem a este órgão bandido, que só faz lesar o esporte.
    É simples.O Clube dos 13 deveria pressionar e deixar claro que os times não entram em campo enquanto o STJD participar das decisões.
    Aí a Globo começa a apertar o STJD, as outras mídias também e desta forma os vagabundos de lá não teram saída.
    Aposto que o ANDRADE NETO também é contra o STJD e se ele for contra, o Brasil também será.

    Chicofran ÁGUA. BRAÇO MOLE. BUNDA AMIGA.

  3. Luiz

    A iniciativa de punir e destituir os conselheiros ausentes e/ou inadimplentes, sempre de acordo com as regras do estatuto do clube, é louvável e não deveria ser desmerecida por ninguém. Se há injustiças no meio dos processos existe a legislação interna do clube para dirimir as dúvidas. Todo associado tem direito à defesa, haja visto o caso do Sr. Alberto Dualib, que teve todas as possibilidades de defesa exauridas até a última instância internamente no clube.

    Sobre este fato em questão (Alfredo Trindade), há de se averiguar o motivo de as ausências justificadas não terem sido protocoladas no clube e julgar o merito, ainda que o conselheiro não esteja mais entre nós.

    De qualquer forma, penso particularmente que o cargo de conselheiro deve ser ocupado por aqueles que realmente possam ajudar ao clube na plenitude de suas funções vitais, exercendo a função para a qual foram designados/eleitos, ou seja, aconselhar quanto ao bom andamento do clube em todas as áreas.

    Na minha humilde opinião, SER CONSELHEIRO NÃO É APENAS PARA TER A CARTEIRINHA E DIZER QUE É, TEM QUE PARTICIPAR E AJUDAR.

    Vale ressaltar que o conselheiro em questão estava em uma lista de aproximadamente 40 conselheiros (vitalicios ou eleitos, de todas as correntes do clube, inclusive de torcidas organizadas) que não frequentaram as reuniões do conselho em pelo menos 3 sessões sem justificar e/ou não estavam com as mensalidades em dia, sendo que todos foram denunciados de acordo com as regras do novo estatuto.

    Paulinho: Não é verdade. A decisão de “afastamento” de conselheiros tem sido tomada de maneira politica. Afastam os que se posicionam com independencia para colocar no lugar os “cachorrinhos” da atual gestão. O Trindade justificou todas as ausencias, por escrito e por meio do amigo Scarpelli. Não há justificativa idonea para sua expulsão. Pior ainda, quem pediu a eliminação foram vendidos do “Fora Dualib”, formados por vassalos do nível de Donato Votta.

  4. FORA MANO

    Paulinho urgente! urgente! parece que o Corinthians assinou a rescisão tanto de Carlitos Tévez como a de Mascherano.

  5. FORA MANO

    E fale sobre o Cristian, muito sites afirmam que o sobrenome dele é Baroni de Oliveira, outros diz que é Mark Junior… Será outro gato?

  6. Luiz

    Paulinho,

    Se é verdade que os motivos são politicos, seria possível que você publicasse a lista completa dos conselheiros cujo afastamento foi solicitado?

    Pelo que sei de informações das alamedas do clube, tal lista de conselheiros contempla membros de todas as correntes do clube, inclusive de torcida organizada, parece que tem até senador da republica… Se eu fosse da diretoria e estivesse por trás desta ação tomaria precauções para não mexer com peixe grande ou aliados, não me parece uma atitude inteligente, você não acha?

    Paulinho: Você sabe que não é verdade. Uma coisa é fazer uma “lista” pra inglês ver. Outra é EXPULSAR quem está na lista. Somente gente que se opõe a bandidagem que lá está será expulsa.

  7. euclydes zamperetti fiori

    Estamos dominado por verdadeiros gangster e seus defensores em todos os setores da vida deste Brasil-brasileiro, não aceitam opositores.

    Acordem corintianos do bem e,

    Acorda Brasil

    zamperetti fiori

    cidadão e,
    ex-árbitro de futebol

  8. CHICO BARRO

    Condordo!!!! precisamos nos unir, eu, vc. o Andrade neto e expulsarmos os plagiadores Ciscofran e Francisco Terra que invadiram as terras deste meu brasil brasileiro, terra de samba e pandeiro, dos gramados verdejantes da cor do céu do meu país varonil, pátria mamada brasil!!!!!!!!!!!!! Viva o Arruda!!!!! VIVA O DEM!!!!!!!!

  9. PROF. DR. ANDRADE NETO - UM MORALIZADOR SOCIAL

    ***************ELEGIA AO JORNALISTA PAULO CEZAR*************

    SABE, PAULINHO, EU TENHO QUE CONFESSAR UMA COISA A VOCÊ.

    COM O SEU BLOG EU APRENDI REALMENTE A VIVER.

    SIM, É VERDADE.

    EU APRENDI AQUI A AMAR A HUMANIDADE EM ABSTRATO.

    APRENDI A RESPEITAR A OPINIÃO ALHEIA.

    APRENDI A CONVIVER DIGNAMENTE DE UMA FORMA JUSTA COM TODOS.

    APRENDI O QUE É A VERDADE QUE RONDA O NOSSO MUNDO, MAS QUE TÃO POUCOS CONSEGUEM ENXERGAR.

    NÃO CONHEÇO NENHUMA DAS PESSOAS QUE POSTAM AQUI DIARIAMENTE.

    COM ALGUMAS ME DESENTENDO, CHEGO ATÉ A BRIGAR. MAS NO FIM, EU TENHO QUE ADMITIR: GOSTO MUITO DE TODAS ELAS.

    JÁ AQUELES AMIGOS ETERNOS QUE CONQUISTEI AQUI, EU TENHO CERTEZA DE QUE SÃO PARA SEMPRE.

    ACHO IMPRESSIONANTE, PAULINHO, COMO VOCÊ, ALÉM DE NOS INFORMAR GRATUITAMENTE TODOS OS DIAS A VERDADE, AINDA PÔDE REUNIR UMA VERDADEIRA FAMÍLIA NESTE ESPAÇO.

    ME SINTO REALMENTE EM CASA NO SEU BLOG.

    SEI QUE VOCÊ É UM ABNEGADO, PAULINHO, UM VERDADEIRO DESINTERESSADO EM SUCESSOS MUNDANOS E GLÓRIAS PASSAGEIRAS.

    POR ISSO ESTE É UM ESPAÇO PURO, ONDE OS VALORES, A VERDADEIRA MORAL E OS BONS COSTUMES AINDA PREVALECEM DENTRO DE UMA SOCIEDADE CORROMPIDA.

    PAULINHO, GOSTARIA DE TE DAR OS MEUS PARABÉNS.

    O QUE VOCÊ DISSER, EU ACREDITO.

    O QUE VOCÊ PEDIR, EU FAREI.

    E MANTENHA SEMPRE A CONSCIÊNCIA, PAULINHO, DE QUE MILHÕES DE JOVENS TE ESCUTAM.

    ELES PRECISAM DE VOCÊ.

    HOJE O BRASIL SEM O PAULINHO NÃO SERIA O BRASIL.

    SUCESSO, E MAIS UMA VEZ, OBRIGADO POR EXISTIR.

    ANDRADE NETO, SUSTINE ET ABSTINE.

  10. CHICO BARRO

    CONCORDO INTEGRALMENTE!!!!!!! COM SUA DATA VENIA ESTOU ENCAMINHANDO CÓPIA DESTE EMOCIONANTE E SINCERO DESABAFO AO VATICANO PARA INICIO DO PROCESSO DE CANONIZAÇÃO EM VIDA DO NOSSO QUERIDO E AMADO JORNALISTA PAULO CEZAR. ALELUIA JESUS E VIVA O ARRUDA E O DEM!!!!!!!

  11. paulomonteiro

    nossa
    que post enorme
    nem perdi meu tempo lendo
    afinal, e’ pra mete o pau no corinthians

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: